Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

CBL Alimentos

CBL Alimentos anuncia novo posicionamento e agora é Betânia Lácteos

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

12 de Abril de 2018


Empresa prevê investimento de R$ 20 milhões para 2018, aposta na retomada da economia, moderniza unidades fabris de iogurte e leite UHT e amplia seu portfólio

 

A CBL Alimentos, dona da marca Betânia dentre outras, e maior indústria de lácteos do Nordeste com cadeia produtiva 100% de origem local, dá um novo e importante passo para consolidar sua liderança no mercado nordestino. A empresa prevê investir  R$ 20 milhões em 2018 na ampliação da fábrica de iogurte e leite UHT duplicando sua capacidade produtiva. E muda sua marca e posicionamento. Agora, a companhia passa a ser Betânia Lácteos, valorizando ainda mais os laços com a região Nordeste e o orgulho da sua origem.

Segundo Bruno Girão, presidente da Betânia Lácteos, a mudança da marca corporativa é fruto de um extenso processo de entendimento do DNA da companhia.   “O objetivo da nova estratégia é reforçar o orgulho da origem nordestina da Betânia Lácteos e da relevância da nossa atuação no desenvolvimento da economia local”, completa o executivo.

Fundada em 1971, a empresa capta atualmente mais de 700 mil litros de leite por dia, movimentando mais de 3,5 mil famílias produtoras de leite em 130 diferentes munícipios do Nordeste. Além disso, possui cinco fábricas, nove centros de distribuição e uma equipe própria com mais de 300 vendedores que levam os produtos para 50.000 pontos de venda.

Betânia, a principal marca de produtos da companhia, também irá receber grandes investimentos em 2018 para apresentar o novo posicionamento. Serão lançadas novas embalagens e uma ampla campanha publicitária será veiculada em todo Nordeste por meio de TV, rádio, mídias sociais, material de ponto de venda e ações promocionais em loja.

Sobre a Betânia Lácteos

Fundada em 1971 na cidade de Quixeramobim, Ceará, a Betânia Lácteos conta com cinco fábricas localizadas no Ceará, Pernambuco, Bahia e Sergipe, além de nove centros de distribuição. Maior indústria de lácteos do Nordeste e líder em leite UHT na região com 30% de share, movimenta uma cadeia produtiva 100% de origem local. Capta mais de 700 mil litros de leite por dia, com mais de 3,5 mil famílias produtoras de leite em 130 municípios nordestinos.  Atualmente, a Betânia Lácteos possui 1.800 colaboradores e está presente em 50 mil pontos de venda com as marcas Betânia, Jaguaribe, Lebom e Cilpinho. Possui uma linha de produtos com mais de 120 itens, como leites pasteurizados, leites longa vida, bebidas lácteas, iogurtes, queijos, requeijões, doce de leite, leite em pó, creme de leite e leite condensado. A companhia tem orgulho de sua origem, de valorizar a família nordestina, alimentando o corpo e inspirando o coração.

Publicidade

Betânia promove amanhã (09) Dia de Campo em Iguatu (CE) para setor leiteiro

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

08 de Maio de 2017

 

Líder no mercado de leite longa vida no Nordeste, a Betânia realizará amanhã (9/5), em Iguatu (CE), um Dia de Campo sobre a produção de silagem de pasto nativo, com público-alvo formado por produtores de leite e profissionais atuantes no setor leiteiro. O evento será realizado na Fazenda Cedrinho, localizada no km 06 da estrada que liga a cidade ao município de Acopiara, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Estadual.

 

Durante o evento, o agrônomo Rodrigo Gregório, do campus do IFCE em Limoeiro do Norte, dará instruções técnicas sobre silagem de pasto nativo para a pecuária de leite. “Com este evento, esperamos sensibilizar os criadores a incluírem esta prática nas atividades rurais durante o inverno, aproveitando o máximo possível o pasto nativo verde para fazer silagem a baixo custo para o segundo semestre, pois, depois de seco, ocorrem perdas significativas em qualidade e quantidade”, explica Zuza Oliveira, consultor da Betânia. A silagem é o alimento conservado e utilizado na alimentação dos animais. São plantas fermentadas e armazenadas em silos, em um processo conhecido por ensilagem. Quando bem feito, o valor nutritivo da silagem é semelhante ao da forragem verde. Sua função mais importante é a reserva de alimento para os animais.

 

Os municípios da região Centro Sul onde a Betânia realiza a compra do leite são Iguatú, Cedro, Acopiara, Quixelô, Piquet Carneiro, Orós, Jucás e Icó. Representantes dos principais produtores dessa região e municípios participarão da programação, que contará com uma degustação de produtos Betânia, a colheita do pasto nativo e orientações técnicas sobre silagem e um sorteio de brindes. O evento conta com o apoio da Secretaria de Agricultura e Pecuária de Iguatu, do campus do IFCE em Limoeiro do Norte, Nutron, Matsuda, Unidade de Pecuária Iguatuense (UPECI), Fazenda Cedrinho e Fazenda Floresta.

 

Sobre ​a ​Betânia

 

Há 47 anos no mercado e com forte presença no Nordeste, a Betânia, uma marca da CBL Alimentos, se diferencia por estar presente em todos os elos da cadeia produtiva do leite, que vai desde a ordenha da vaca até o processo de industrialização e distribuição nas mesas de milhões de famílias nordestinas, que a transformaram no leite longa vida mais vendido do Nordeste, com 31% de share de mercado na região.

 

Com cinco unidades industriais nos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Sergipe a empresa tem auxiliado no processo de desenvolvimento dessas regiões, mobilizando 3,5 mil fazendeiros em cerca de 300 municípios nordestinos, produzindo mais de 600 mil litros de leite por dia, além de contar com 1.800 funcionários diretos e mais de 20 mil estabelecimentos comerciais envolvidos.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Betânia promove amanhã (09) Dia de Campo em Iguatu (CE) para setor leiteiro

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

08 de Maio de 2017

 

Líder no mercado de leite longa vida no Nordeste, a Betânia realizará amanhã (9/5), em Iguatu (CE), um Dia de Campo sobre a produção de silagem de pasto nativo, com público-alvo formado por produtores de leite e profissionais atuantes no setor leiteiro. O evento será realizado na Fazenda Cedrinho, localizada no km 06 da estrada que liga a cidade ao município de Acopiara, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Estadual.

 

Durante o evento, o agrônomo Rodrigo Gregório, do campus do IFCE em Limoeiro do Norte, dará instruções técnicas sobre silagem de pasto nativo para a pecuária de leite. “Com este evento, esperamos sensibilizar os criadores a incluírem esta prática nas atividades rurais durante o inverno, aproveitando o máximo possível o pasto nativo verde para fazer silagem a baixo custo para o segundo semestre, pois, depois de seco, ocorrem perdas significativas em qualidade e quantidade”, explica Zuza Oliveira, consultor da Betânia. A silagem é o alimento conservado e utilizado na alimentação dos animais. São plantas fermentadas e armazenadas em silos, em um processo conhecido por ensilagem. Quando bem feito, o valor nutritivo da silagem é semelhante ao da forragem verde. Sua função mais importante é a reserva de alimento para os animais.

 

Os municípios da região Centro Sul onde a Betânia realiza a compra do leite são Iguatú, Cedro, Acopiara, Quixelô, Piquet Carneiro, Orós, Jucás e Icó. Representantes dos principais produtores dessa região e municípios participarão da programação, que contará com uma degustação de produtos Betânia, a colheita do pasto nativo e orientações técnicas sobre silagem e um sorteio de brindes. O evento conta com o apoio da Secretaria de Agricultura e Pecuária de Iguatu, do campus do IFCE em Limoeiro do Norte, Nutron, Matsuda, Unidade de Pecuária Iguatuense (UPECI), Fazenda Cedrinho e Fazenda Floresta.

 

Sobre ​a ​Betânia

 

Há 47 anos no mercado e com forte presença no Nordeste, a Betânia, uma marca da CBL Alimentos, se diferencia por estar presente em todos os elos da cadeia produtiva do leite, que vai desde a ordenha da vaca até o processo de industrialização e distribuição nas mesas de milhões de famílias nordestinas, que a transformaram no leite longa vida mais vendido do Nordeste, com 31% de share de mercado na região.

 

Com cinco unidades industriais nos estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Sergipe a empresa tem auxiliado no processo de desenvolvimento dessas regiões, mobilizando 3,5 mil fazendeiros em cerca de 300 municípios nordestinos, produzindo mais de 600 mil litros de leite por dia, além de contar com 1.800 funcionários diretos e mais de 20 mil estabelecimentos comerciais envolvidos.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti