Dia do índio – 19 de abril: Encontro Estadual de Educação do Campo, Indígena e Quilombola – Políticas, Currículos e Práticas – Ceará 2013 - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

Dia do índio – 19 de abril: Encontro Estadual de Educação do Campo, Indígena e Quilombola – Políticas, Currículos e Práticas – Ceará 2013

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Educação Ambiental, Meio Ambiente

19 de Abril de 2013

     Hoje, 19 de Abril, comemora-se o Dia do Índio. A pergunta é temos o que comemorar?

     Quanto à Educação Indígena, o Parecer CNE/CEB n. 13, de 10/05/2012, que trata das Diretrizes Curriculares nacionais para Educação Escolar Indígena relata que estas estão pautadas nos princípios de igualdade social, da diferença e da interculturalidade.

Foto: Lindalva Cruz, 2012

Foto: Lindalva Cruz, 2012

     Considerando a interface da Educação Indígena e da Educação Ambiental, esta última se apresenta como elemento fundamental na educação Indígena, dentre outros motivos, por: permitir a construção de uma sociedade ambiental mente justa e sustentável (inciso VI, Art.13, resolução n. 02/2012) e fortalecer a cidadania, a autodeterminação dos povos e da solidariedade (inciso VII, Art.13, resolução n. 02/2012)

    Nos dias 22 e 23 de abril, no Hotel Oásis Atlântico Imperial, em Fortaleza, acontece o I Encontro Estadual de Educação do Campo, Indígena e Quilombola – Políticas, Currículos e Práticas – Ceará 2013.

     Nos dois dias, terão discussões importantes sobre a temática. A mesa 1 pela manhã do dia 22/04 tem o seguinte tema: Educação do Campo, Indígena e Quilombola: que políticas temos no Brasil? Estarão presentes: Profa. Macaé Santos – SECADI/MEC; Profa. Rita Nascimento – Coordenação Geral de Educação Escolar Indígena/MEC, Profa. Izolda Cela – Secretária de Estado do Ceará/SEDUC, Sra. Cícera Costa – FETRAECE.

    A mesa 2, Educação do campo, Indígena e Quilombola: que currículos?, traz os palestrantes: prof. Miguel Arroyo, da UFMG, a Profa. Nila Gomes, da UNILAB, Prof. Roger Mendes, da SEDUC e o Prof. Paulo Sousa, do MST.

     A mesa 3,, Educação do campo, Indígena e Quilombola: que experiências?, encerra a programação do Encontro, e acontece no dia 23/04, pela manhã, com a participação do prof. Rui Silveira, da SEDUC/MT, da Profa. Givandete Santos, da SEC/BA, da Profa. Olgalice Suzarte, da SEC/BA, do Prof. José Ivaldo Rocha Júnior, da Secretaria unicipal de Educação de Horizonte/, da Profa. Nohemy Rezende, da SEDUC/CE , do prof. Jeová Ferreira da OPRINCE e da Sra. Aurila Sales, da CONAQ.

     Convite feito. Participem!

Publicidade aqui

Dia do índio – 19 de abril: Encontro Estadual de Educação do Campo, Indígena e Quilombola – Políticas, Currículos e Práticas – Ceará 2013

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Educação Ambiental, Meio Ambiente

19 de Abril de 2013

     Hoje, 19 de Abril, comemora-se o Dia do Índio. A pergunta é temos o que comemorar?

     Quanto à Educação Indígena, o Parecer CNE/CEB n. 13, de 10/05/2012, que trata das Diretrizes Curriculares nacionais para Educação Escolar Indígena relata que estas estão pautadas nos princípios de igualdade social, da diferença e da interculturalidade.

Foto: Lindalva Cruz, 2012

Foto: Lindalva Cruz, 2012

     Considerando a interface da Educação Indígena e da Educação Ambiental, esta última se apresenta como elemento fundamental na educação Indígena, dentre outros motivos, por: permitir a construção de uma sociedade ambiental mente justa e sustentável (inciso VI, Art.13, resolução n. 02/2012) e fortalecer a cidadania, a autodeterminação dos povos e da solidariedade (inciso VII, Art.13, resolução n. 02/2012)

    Nos dias 22 e 23 de abril, no Hotel Oásis Atlântico Imperial, em Fortaleza, acontece o I Encontro Estadual de Educação do Campo, Indígena e Quilombola – Políticas, Currículos e Práticas – Ceará 2013.

     Nos dois dias, terão discussões importantes sobre a temática. A mesa 1 pela manhã do dia 22/04 tem o seguinte tema: Educação do Campo, Indígena e Quilombola: que políticas temos no Brasil? Estarão presentes: Profa. Macaé Santos – SECADI/MEC; Profa. Rita Nascimento – Coordenação Geral de Educação Escolar Indígena/MEC, Profa. Izolda Cela – Secretária de Estado do Ceará/SEDUC, Sra. Cícera Costa – FETRAECE.

    A mesa 2, Educação do campo, Indígena e Quilombola: que currículos?, traz os palestrantes: prof. Miguel Arroyo, da UFMG, a Profa. Nila Gomes, da UNILAB, Prof. Roger Mendes, da SEDUC e o Prof. Paulo Sousa, do MST.

     A mesa 3,, Educação do campo, Indígena e Quilombola: que experiências?, encerra a programação do Encontro, e acontece no dia 23/04, pela manhã, com a participação do prof. Rui Silveira, da SEDUC/MT, da Profa. Givandete Santos, da SEC/BA, da Profa. Olgalice Suzarte, da SEC/BA, do Prof. José Ivaldo Rocha Júnior, da Secretaria unicipal de Educação de Horizonte/, da Profa. Nohemy Rezende, da SEDUC/CE , do prof. Jeová Ferreira da OPRINCE e da Sra. Aurila Sales, da CONAQ.

     Convite feito. Participem!