Publicidade

Auto Blog Ceará

por Sílvio Mauro

Documento e CNH digital e outras comodidades: aos poucos, a burocracia está diminuindo

Por silviomauro em Serviço

19 de Fevereiro de 2019

Um dos maiores pesadelos para qualquer brasileiro, a burocracia vai, lentamente sendo vencida pelas facilidades da tecnologia e a agilidade dos dispositivos móveis. Para quem é motorista e/ou tem veículo, desde o ano passado o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran) tem tentado divulgar entre os usuários que algumas comodidades já estão disponíveis para, através do smartphone, se livrar da obrigação (e do risco) de andar com o documento do carro e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Hoje, para quem não sabe, mais de 42 mil motoristas em todo o Ceará – aproximadamente a metade deles em Fortaleza – não precisam mais andar com a CNH na carteira para apresentar em uma blitz ou simplesmente se identificar. Desde junho do ano passado está disponível a CNH digital. De acordo com o órgão de trânsito do Estado, “a versão digital tem o mesmo valor jurídico da impressa, mas com mais praticidade”.

A CNH digital é uma versão do documento impresso que fica disponível no smartphone através do aplicativo Carteira Digital de Trânsito. Este último pode ser baixado tanto no Google Play quanto na Apple Store. Além da sua apresentação em blitzes ser aceita, a CNH digital pode, de acordo com o Detran, ser usada em situações como o embarque em todos os aeroportos do país, junto com o cartão de embarque (que hoje também pode ser virtual).

Augusto Maia, responsável pela área de Tecnologia da Informação do Detran, lembra que a principal vantagem é a diminuição do risco de sair de casa e ser pego desprevenido. “Hoje em dia as pessoas as pessoas esquecem a carteira, mas não esquecem o celular”. Outra vantagem é em relação à segurança. Em um assalto – risco mais que real para qualquer brasileiro, atualmente – o motorista não vai precisar passar pela chateação de tirar outra CNH. Além disso, como o controle é digital, Augusto assegura que não existe perigo de falsificação ou uso do documento por outra pessoa.

A má notícia é que só é possível fazer o cadastro da CNH digital para quem tem a habilitação no modelo mais recente, com QR Code. Hoje, no Ceará, a divisão entre quem possui o código e quem tem o modelo antigo é quase meio a meio: pouco mais de um milhão de usuários têm a carteira sem código e cerca de 900 mil têm a carteira nova. Os interessados na comodidade da CNH digital, portanto, têm de pedir uma habilitação nova para poderem fazer o cadastro. Só que para isso, o Detran exige um Boletim de Ocorrência registrado na polícia. Ou seja, só em caso de perda ou roubo do documento é possível mudar para o modelo novo.

A outra comodidade é a versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV, nome técnico do do documento do carro). Nesse caso, o processo é mais simples. Disponível em nove estados (sendo o Ceará um deles), ele exige apenas que o proprietário possua a folha de transferência do veículo (aquela onde é feita a assinatura no ato da compra ou da venda).

É nela que está um dos códigos em números que são exigidos pelo aplicativo (o outro é o Renavam do carro). O serviço é ainda mais recente que a CNH digital, começou em outubro do ano passado. Por isso, o número de veículos cadastrados é praticamente insignificante: em um universo de quase 3,2 milhões de cadastrados no Ceará, menos de 8 mil fizeram a versão digital.

Augusto explica que no caso do CRLV digital, o aplicativo gera um QR Code que é lido pelo agente de fiscalização da blitz. Uma informação importante: depois de feito o cadastro, não é preciso ter internet para acessar os dados, tanto da CNH quanto do CRLV digitais. “O usuário só precisa lembrar de ter sempre carga na bateria”, ressalta o representante do Detran. Isso, no entanto, não é um problema, já que em último caso basta um adaptador para ligar o aparelho na tomada de 12V do veículo.

Além do CRLV e da CNH digital, recursos tecnológicos podem significar economia

Augusto ressalta outros dois recursos disponíveis para os usuários do Ceará que podem trazer, além da agilidade, benefícios para o bolso. Alguém lembra de verificar periodicamente a data de vencimento da CNH, por exemplo, ou obter informações sobre a situação cadastral do veículo?

No aplicativo Meu Detran, para dispositivos móveis, o usuário cadastra um e-mail e fica recebendo diretamente do órgão estadual as ocorrências mais importantes sobre sua rotina de motorista e proprietário de veículo. O principal benefício é se antecipar a eventuais fiscalizações e evitar multas em blitzes.

Uma última comodidade que, segundo Augusto, muitos usuários não conhecem é em relação aos procedimentos ligados à compra de um carro novo. No site do Detran, explica ele, o proprietário pode emitir e pagar o IPVA e o seguro obrigatório, na opção “Primeiro licenciamento”, sem ter de recorrer a serviços de terceiros – que cobram por isso. “Muitas pessoas não conhecem esse recurso e acabam pagando por um serviço que não precisam”, destaca o representante do Detran.

Publicidade aqui

leia tudo sobre

Documento e CNH digital e outras comodidades: aos poucos, a burocracia está diminuindo

Por silviomauro em Serviço

19 de Fevereiro de 2019

Um dos maiores pesadelos para qualquer brasileiro, a burocracia vai, lentamente sendo vencida pelas facilidades da tecnologia e a agilidade dos dispositivos móveis. Para quem é motorista e/ou tem veículo, desde o ano passado o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran) tem tentado divulgar entre os usuários que algumas comodidades já estão disponíveis para, através do smartphone, se livrar da obrigação (e do risco) de andar com o documento do carro e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Hoje, para quem não sabe, mais de 42 mil motoristas em todo o Ceará – aproximadamente a metade deles em Fortaleza – não precisam mais andar com a CNH na carteira para apresentar em uma blitz ou simplesmente se identificar. Desde junho do ano passado está disponível a CNH digital. De acordo com o órgão de trânsito do Estado, “a versão digital tem o mesmo valor jurídico da impressa, mas com mais praticidade”.

A CNH digital é uma versão do documento impresso que fica disponível no smartphone através do aplicativo Carteira Digital de Trânsito. Este último pode ser baixado tanto no Google Play quanto na Apple Store. Além da sua apresentação em blitzes ser aceita, a CNH digital pode, de acordo com o Detran, ser usada em situações como o embarque em todos os aeroportos do país, junto com o cartão de embarque (que hoje também pode ser virtual).

Augusto Maia, responsável pela área de Tecnologia da Informação do Detran, lembra que a principal vantagem é a diminuição do risco de sair de casa e ser pego desprevenido. “Hoje em dia as pessoas as pessoas esquecem a carteira, mas não esquecem o celular”. Outra vantagem é em relação à segurança. Em um assalto – risco mais que real para qualquer brasileiro, atualmente – o motorista não vai precisar passar pela chateação de tirar outra CNH. Além disso, como o controle é digital, Augusto assegura que não existe perigo de falsificação ou uso do documento por outra pessoa.

A má notícia é que só é possível fazer o cadastro da CNH digital para quem tem a habilitação no modelo mais recente, com QR Code. Hoje, no Ceará, a divisão entre quem possui o código e quem tem o modelo antigo é quase meio a meio: pouco mais de um milhão de usuários têm a carteira sem código e cerca de 900 mil têm a carteira nova. Os interessados na comodidade da CNH digital, portanto, têm de pedir uma habilitação nova para poderem fazer o cadastro. Só que para isso, o Detran exige um Boletim de Ocorrência registrado na polícia. Ou seja, só em caso de perda ou roubo do documento é possível mudar para o modelo novo.

A outra comodidade é a versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV, nome técnico do do documento do carro). Nesse caso, o processo é mais simples. Disponível em nove estados (sendo o Ceará um deles), ele exige apenas que o proprietário possua a folha de transferência do veículo (aquela onde é feita a assinatura no ato da compra ou da venda).

É nela que está um dos códigos em números que são exigidos pelo aplicativo (o outro é o Renavam do carro). O serviço é ainda mais recente que a CNH digital, começou em outubro do ano passado. Por isso, o número de veículos cadastrados é praticamente insignificante: em um universo de quase 3,2 milhões de cadastrados no Ceará, menos de 8 mil fizeram a versão digital.

Augusto explica que no caso do CRLV digital, o aplicativo gera um QR Code que é lido pelo agente de fiscalização da blitz. Uma informação importante: depois de feito o cadastro, não é preciso ter internet para acessar os dados, tanto da CNH quanto do CRLV digitais. “O usuário só precisa lembrar de ter sempre carga na bateria”, ressalta o representante do Detran. Isso, no entanto, não é um problema, já que em último caso basta um adaptador para ligar o aparelho na tomada de 12V do veículo.

Além do CRLV e da CNH digital, recursos tecnológicos podem significar economia

Augusto ressalta outros dois recursos disponíveis para os usuários do Ceará que podem trazer, além da agilidade, benefícios para o bolso. Alguém lembra de verificar periodicamente a data de vencimento da CNH, por exemplo, ou obter informações sobre a situação cadastral do veículo?

No aplicativo Meu Detran, para dispositivos móveis, o usuário cadastra um e-mail e fica recebendo diretamente do órgão estadual as ocorrências mais importantes sobre sua rotina de motorista e proprietário de veículo. O principal benefício é se antecipar a eventuais fiscalizações e evitar multas em blitzes.

Uma última comodidade que, segundo Augusto, muitos usuários não conhecem é em relação aos procedimentos ligados à compra de um carro novo. No site do Detran, explica ele, o proprietário pode emitir e pagar o IPVA e o seguro obrigatório, na opção “Primeiro licenciamento”, sem ter de recorrer a serviços de terceiros – que cobram por isso. “Muitas pessoas não conhecem esse recurso e acabam pagando por um serviço que não precisam”, destaca o representante do Detran.