Saiba como é feito o monitoramento de presos com tornozeleira eletrônica

MONITORAMENTO

Saiba como é feito o monitoramento de presos com tornozeleira eletrônica

Os presos com tornozeleiras são monitorados 24 horas por dia

Por TV Jangadeiro em Vem que tem

9 de novembro de 2017 às 14:30

Há 1 mês
Monitoramento de presos com tornozeleira eletrônica(FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Monitoramento de presos com tornozeleira eletrônica(FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Não é novidade pra ninguém que as unidades prisionais do pais estão superlotadas. Com o argumento de amenizar esse problema, os governos adotaram o monitoramento através de tornozeleira.

No Brasil, alguns criminosos usam tornozeleiras eletrônicas, já que comprem pena em prisão domiciliar. É o caso de presos envolvidos em escalados políticos como o ex-deputado Roberto Jefferson, condenado no Mensalão; Paulo Roberto Costa, ex-diretor de abastecimento da Petrobras; Nestor Cerveró, condenado por envolvimento na Lava-Jato; e até o famoso japonês da Polícia Federal, que foi condenado por facilitar o contrabando no pais.

A equipe do programa Vem que Tem, da TV Jangadeiro/SBT, foi até a cadeia pública do município de Quixadá, onde funciona o núcleo de tornozelamento do Sertão Central, para mostrar como funciona o monitoramento.

Veja todos os detalhes no vídeo do programa Vem que Tem, da TV Jangadeiro/SBT: 

 

Veja outros vídeos do Vem Que Tem

Publicidade

Dê sua opinião

MONITORAMENTO

Saiba como é feito o monitoramento de presos com tornozeleira eletrônica

Os presos com tornozeleiras são monitorados 24 horas por dia

Por TV Jangadeiro em Vem que tem

9 de novembro de 2017 às 14:30

Há 1 mês
Monitoramento de presos com tornozeleira eletrônica(FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Monitoramento de presos com tornozeleira eletrônica(FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Não é novidade pra ninguém que as unidades prisionais do pais estão superlotadas. Com o argumento de amenizar esse problema, os governos adotaram o monitoramento através de tornozeleira.

No Brasil, alguns criminosos usam tornozeleiras eletrônicas, já que comprem pena em prisão domiciliar. É o caso de presos envolvidos em escalados políticos como o ex-deputado Roberto Jefferson, condenado no Mensalão; Paulo Roberto Costa, ex-diretor de abastecimento da Petrobras; Nestor Cerveró, condenado por envolvimento na Lava-Jato; e até o famoso japonês da Polícia Federal, que foi condenado por facilitar o contrabando no pais.

A equipe do programa Vem que Tem, da TV Jangadeiro/SBT, foi até a cadeia pública do município de Quixadá, onde funciona o núcleo de tornozelamento do Sertão Central, para mostrar como funciona o monitoramento.

Veja todos os detalhes no vídeo do programa Vem que Tem, da TV Jangadeiro/SBT: 

 

Veja outros vídeos do Vem Que Tem