"Foi um pesadelo. Estou tentando me reerguer", desabafa mãe de garota morta em festa de aniversário
ASSALTO EM PENTECOSTE

“Foi um pesadelo. Estou tentando me reerguer”, desabafa mãe de garota morta em festa de aniversário

A família reclama de falta de segurança na localidade onde crime aconteceu. A rua sequer possui iluminação pública

Por TV Jangadeiro em Vem que tem

22 de setembro de 2017 às 16:39

Há 1 mês
Caso gerou comoção em Pentecoste (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Caso gerou comoção em Pentecoste (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A sensação de insegurança vinha de muito tempo na localidade de Riacho da Porta, Zona Rural de Pentecoste, a 91 quilômetros de Fortaleza. Em 15 de setembro, o medo se concretizou quando a adolescente Yasmin Furtado, de 14 anos, foi morta durante assalto à casa onde morava. O crime ocorreu na festa de aniversário da mãe da jovem.

A rua onde fica a  residência sequer possui iluminação pública. O padrasto de Yasmin faz um apelo às autoridades por mais segurança, o que passa pela instalação de postes de iluminação. “Infelizmente, nós não temos segurança“, desabafou ao repórter Arnaldo Araújo.

A reportagem do programa Vem que Tem, da TV Jangadeiro/SBT, voltou à casa da família da adolescente, uma semana após a tragédia. Lá, encontrou muita dor e revolta pelo crime, ao conversar com a família.

“Venho pedindo força a Deus para que Ele possa me dar discernimento. Para mim, foi um pesadelo, que aos poucos eu venho tentando me reerguer — mas é muito, muito, muito difícil”, disse a mãe de Yasmin, Fernanda.

“Falar da Yasmin é falar de doçura, falar de amor”, afirmou uma tia dela. “Eu amei, amo e vou amar eternamente a Yasmin”.

A mãe de Yasmin ainda deixou um recado às mães dos suspeitos do crime identificados pela Polícia. “Queria que elas colocassem a mão no coração e se conscientizassem. Pelo menos, imaginassem, um pouco da dor que estou sentindo. Eu tenho certeza que a imaginação delas não vai além do tamanho da minha dor”.

Confira a matéria do programa Vem que Tem, da TV Jangadeiro/SBT, na íntegra:

Prisão

Paulo Ronielton de Sousa da Silva, de 19 anos, teve a prisão preventiva decretada nesta semana. Ao lado de um adolescente de 17 anos, ele teria anunciado um assalto na casa em que morava Yasmin. Eles foram encontrados na terça-feira (19), após buscas interruptas pelos crimes. Testemunhas os reconheceram.

Conforme contaram testemunhas ao programa Vem que Tem, os assaltantes exigiam a chave de uma moto de familiares da vítima. Muito nervosa, a proprietária não encontrou a chave do veículo, o que deixou os assaltantes revoltados.

Eles deram um tiro a esmo, que entrou pela janela da casa e atingiu a nuca de Yasmin. Ela chegou a ser encaminhada a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu.

No momento do crime, era realizada a festa de aniversário de 33 anos da mãe da jovem. Yasmin completaria 15 anos na segunda-feira (18) e teria uma festa de debutante no domingo (17).

Publicidade

Dê sua opinião

ASSALTO EM PENTECOSTE

“Foi um pesadelo. Estou tentando me reerguer”, desabafa mãe de garota morta em festa de aniversário

A família reclama de falta de segurança na localidade onde crime aconteceu. A rua sequer possui iluminação pública

Por TV Jangadeiro em Vem que tem

22 de setembro de 2017 às 16:39

Há 1 mês
Caso gerou comoção em Pentecoste (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Caso gerou comoção em Pentecoste (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A sensação de insegurança vinha de muito tempo na localidade de Riacho da Porta, Zona Rural de Pentecoste, a 91 quilômetros de Fortaleza. Em 15 de setembro, o medo se concretizou quando a adolescente Yasmin Furtado, de 14 anos, foi morta durante assalto à casa onde morava. O crime ocorreu na festa de aniversário da mãe da jovem.

A rua onde fica a  residência sequer possui iluminação pública. O padrasto de Yasmin faz um apelo às autoridades por mais segurança, o que passa pela instalação de postes de iluminação. “Infelizmente, nós não temos segurança“, desabafou ao repórter Arnaldo Araújo.

A reportagem do programa Vem que Tem, da TV Jangadeiro/SBT, voltou à casa da família da adolescente, uma semana após a tragédia. Lá, encontrou muita dor e revolta pelo crime, ao conversar com a família.

“Venho pedindo força a Deus para que Ele possa me dar discernimento. Para mim, foi um pesadelo, que aos poucos eu venho tentando me reerguer — mas é muito, muito, muito difícil”, disse a mãe de Yasmin, Fernanda.

“Falar da Yasmin é falar de doçura, falar de amor”, afirmou uma tia dela. “Eu amei, amo e vou amar eternamente a Yasmin”.

A mãe de Yasmin ainda deixou um recado às mães dos suspeitos do crime identificados pela Polícia. “Queria que elas colocassem a mão no coração e se conscientizassem. Pelo menos, imaginassem, um pouco da dor que estou sentindo. Eu tenho certeza que a imaginação delas não vai além do tamanho da minha dor”.

Confira a matéria do programa Vem que Tem, da TV Jangadeiro/SBT, na íntegra:

Prisão

Paulo Ronielton de Sousa da Silva, de 19 anos, teve a prisão preventiva decretada nesta semana. Ao lado de um adolescente de 17 anos, ele teria anunciado um assalto na casa em que morava Yasmin. Eles foram encontrados na terça-feira (19), após buscas interruptas pelos crimes. Testemunhas os reconheceram.

Conforme contaram testemunhas ao programa Vem que Tem, os assaltantes exigiam a chave de uma moto de familiares da vítima. Muito nervosa, a proprietária não encontrou a chave do veículo, o que deixou os assaltantes revoltados.

Eles deram um tiro a esmo, que entrou pela janela da casa e atingiu a nuca de Yasmin. Ela chegou a ser encaminhada a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu.

No momento do crime, era realizada a festa de aniversário de 33 anos da mãe da jovem. Yasmin completaria 15 anos na segunda-feira (18) e teria uma festa de debutante no domingo (17).