Série mostra triste realidade de crianças que vivem na pobreza
BRINCANDO NA POBREZA

Série mostra triste realidade de crianças que vivem na pobreza

Ao todo, 16% da população de Fortaleza se concentra nas favelas

Por Nordestv em Pode Contar

29 de março de 2017 às 18:30

Há 5 meses
Crianças vivem em realidade de cortar o coração

Crianças vivem em realidade de cortar o coração (FOTO: Reprodução Nordestv)

Uma triste realidade atinge nosso estado. Mais de 1 milhão de crianças vivem em situação de pobreza. O Pode Contar, da Nordestv/Band, mostra uma série especial “Brincando na pobreza”, que aponta  o que está diante dos nossos olhos.

Na primeira reportagem, você vai ver que a elevada pobreza infantil está levando vários problemas para a sociedade. Ela pode gerar maior dificuldade no acesso ao mercado de trabalhado, pior desempenho educacional e um aumento na taxa de mortalidade infantil.

Ao todo, 16% da população de Fortaleza se concentra nas favelas. De acordo com o IBGE, uma em cada cinco crianças mora em uma delas, um dado que pode parecer assustador quando se acompanha de perto as primeiras fases da vida delas em um ambiente precário.

Veja todos os detalhes no vídeo do Pode Contar da Nordestv/Band:

Veja outros vídeos do Pode Contar.

Publicidade

Dê sua opinião

BRINCANDO NA POBREZA

Série mostra triste realidade de crianças que vivem na pobreza

Ao todo, 16% da população de Fortaleza se concentra nas favelas

Por Nordestv em Pode Contar

29 de março de 2017 às 18:30

Há 5 meses
Crianças vivem em realidade de cortar o coração

Crianças vivem em realidade de cortar o coração (FOTO: Reprodução Nordestv)

Uma triste realidade atinge nosso estado. Mais de 1 milhão de crianças vivem em situação de pobreza. O Pode Contar, da Nordestv/Band, mostra uma série especial “Brincando na pobreza”, que aponta  o que está diante dos nossos olhos.

Na primeira reportagem, você vai ver que a elevada pobreza infantil está levando vários problemas para a sociedade. Ela pode gerar maior dificuldade no acesso ao mercado de trabalhado, pior desempenho educacional e um aumento na taxa de mortalidade infantil.

Ao todo, 16% da população de Fortaleza se concentra nas favelas. De acordo com o IBGE, uma em cada cinco crianças mora em uma delas, um dado que pode parecer assustador quando se acompanha de perto as primeiras fases da vida delas em um ambiente precário.

Veja todos os detalhes no vídeo do Pode Contar da Nordestv/Band:

Veja outros vídeos do Pode Contar.