Jovem tenta mudar realidade violenta de comunidade por meio da música

SERRINHA

Jovem tenta mudar realidade violenta de comunidade por meio da música

Em meio a tantos problemas, a música surge como uma luz de esperança

Por Nordestv em Pode Contar

12 de setembro de 2017 às 16:44

Há 3 meses

Música é usada como instrumento de transformação (FOTO: Reprodução Nordestv/Band)

A violência urbana parece ter virado rotina no bairro Serrinha, em Fortaleza. Muitos jovens, desde cedo, vivem inseridos nessa dura realidade.

Assaltos, assassinatos, tráfico de drogas e briga de gangues são algumas da situações rotineiras na vida dos moradores. Em meio a tantos problemas, a música surge como uma luz de esperança.

MC Dieguim, 21 anos, encontrou nas letras das suas canções uma forma de ser voz na luta contra a criminalidade. “É extremamente importante a gente ocupar os espaços públicos, seja através do rock, do rap ou também do reggae. Dessa forma, você dá visão para muita gente que está no crime”, relata o músico.

O jovem reconhece que é comum o contato com a violência, mas acredita na recuperação das pessoas. “Tenho amigos meus que trabalham em casa com menores que estavam na criminalidade, mas através do hip hop, do grafite e do rap eles conseguem transformar a vida desses caras”, revela o MC.

Confira mais detalhes na matéria do Pode Contar, da Nordestv/Band:

Publicidade

Dê sua opinião

SERRINHA

Jovem tenta mudar realidade violenta de comunidade por meio da música

Em meio a tantos problemas, a música surge como uma luz de esperança

Por Nordestv em Pode Contar

12 de setembro de 2017 às 16:44

Há 3 meses

Música é usada como instrumento de transformação (FOTO: Reprodução Nordestv/Band)

A violência urbana parece ter virado rotina no bairro Serrinha, em Fortaleza. Muitos jovens, desde cedo, vivem inseridos nessa dura realidade.

Assaltos, assassinatos, tráfico de drogas e briga de gangues são algumas da situações rotineiras na vida dos moradores. Em meio a tantos problemas, a música surge como uma luz de esperança.

MC Dieguim, 21 anos, encontrou nas letras das suas canções uma forma de ser voz na luta contra a criminalidade. “É extremamente importante a gente ocupar os espaços públicos, seja através do rock, do rap ou também do reggae. Dessa forma, você dá visão para muita gente que está no crime”, relata o músico.

O jovem reconhece que é comum o contato com a violência, mas acredita na recuperação das pessoas. “Tenho amigos meus que trabalham em casa com menores que estavam na criminalidade, mas através do hip hop, do grafite e do rap eles conseguem transformar a vida desses caras”, revela o MC.

Confira mais detalhes na matéria do Pode Contar, da Nordestv/Band: