Garoto de 11 anos tenta reproduzir vídeo da internet e queima 40% do corpo

PERIGO!

Garoto de 11 anos tenta reproduzir vídeo da internet e queima 40% do corpo

A família lançou campanha de doação de sangue para Kauã, que terá de passar por várias cirurgias

Por Nordestv em Pode Contar

9 de Fevereiro de 2017 às 18:13

Há 10 meses
Menino Kauã precisa de doação de sangue (FOTO: Reprodução Nordestv)

Menino Kauã precisa de doação de sangue (FOTO: Reprodução Nordestv)

Uma brincadeira da internet que se transformou em tragédia. Kauã Peixoto, de 11 anos, teve 40% do corpo queimado ao tentar reproduzir um experimento visto em um canal de vídeos.

Ele foi até a cozinha da casa, pegou um recipiente de vidro e colocou álcool dentro. Em seguida, ateou fogo e colocou os dedos dentro da garrafa. A chamas se espalharam e atingiram a garrafa de álcool. O resultado foi uma explosão.

A ação gerou queimaduras de 2º e 3º graus no pescoço, braços, coxas, tórax e no lado direito do rosto do garoto.

Segundo o pai de Kauã, o menino já teria demonstrado gostar de fogo. Inclusive, um dia foi retirado de sala de aula por ter levado um isqueiro para o colégio.

Kauã terá que passar por vários procedimentos cirúrgicos, onde perde muito sangue. A família lançou uma campanha de doação de sangue para suprir a necessidade.

Veja mais detalhes no vídeo do Pode Contar, da Nordestv/Band:

Veja outros vídeos do Pode Contar.

Publicidade

Dê sua opinião

PERIGO!

Garoto de 11 anos tenta reproduzir vídeo da internet e queima 40% do corpo

A família lançou campanha de doação de sangue para Kauã, que terá de passar por várias cirurgias

Por Nordestv em Pode Contar

9 de Fevereiro de 2017 às 18:13

Há 10 meses
Menino Kauã precisa de doação de sangue (FOTO: Reprodução Nordestv)

Menino Kauã precisa de doação de sangue (FOTO: Reprodução Nordestv)

Uma brincadeira da internet que se transformou em tragédia. Kauã Peixoto, de 11 anos, teve 40% do corpo queimado ao tentar reproduzir um experimento visto em um canal de vídeos.

Ele foi até a cozinha da casa, pegou um recipiente de vidro e colocou álcool dentro. Em seguida, ateou fogo e colocou os dedos dentro da garrafa. A chamas se espalharam e atingiram a garrafa de álcool. O resultado foi uma explosão.

A ação gerou queimaduras de 2º e 3º graus no pescoço, braços, coxas, tórax e no lado direito do rosto do garoto.

Segundo o pai de Kauã, o menino já teria demonstrado gostar de fogo. Inclusive, um dia foi retirado de sala de aula por ter levado um isqueiro para o colégio.

Kauã terá que passar por vários procedimentos cirúrgicos, onde perde muito sangue. A família lançou uma campanha de doação de sangue para suprir a necessidade.

Veja mais detalhes no vídeo do Pode Contar, da Nordestv/Band:

Veja outros vídeos do Pode Contar.