Conheça a história do ex-catador de lixo que se tornou vendedor de picolé e garçom
SUPERAÇÃO

Conheça a história do ex-catador de lixo que se tornou vendedor de picolé e garçom

Ele catava lixo e se tornou divulgador, vendedor de picolé e garçom

Por Nordestv em Pode Contar

21 de fevereiro de 2017 às 16:16

Há 1 mês
Ele catava lixo e se tornou propagandista, vendedor de picolé (FOTO: Reprodução Nordestv)

Ele catava lixo e se tornou propagandista, vendedor de picolé (FOTO: Reprodução Nordestv)

O programa Pode Contar, da Nordestv/Band, foi até Tabuleiro do Norte, no interior do Ceará, para conhecer a história do “Felipão”, um homem de 29 anos batalhador e com muita força de vontade. Ele catava lixo e se tornou divulgador, vendedor de picolé e garçom.

“Eu catava lixo. Muita gente achava um trabalho feio e me chamava de mendigo. Mas era o meu trabalho. Depois me tornei entregador de fotos, vendedor de CDs e DVDs, mas era proibido e achei melhor sair dessa vida”, explica. O nome artístico “Felipão” é uma homenagem ao cantor de forró.

Veja mais detalhes na reportagem do programa Pode Contar, da Nordestv/Band:

Veja outros vídeos do Pode Contar.

Publicidade

Dê sua opinião

SUPERAÇÃO

Conheça a história do ex-catador de lixo que se tornou vendedor de picolé e garçom

Ele catava lixo e se tornou divulgador, vendedor de picolé e garçom

Por Nordestv em Pode Contar

21 de fevereiro de 2017 às 16:16

Há 1 mês
Ele catava lixo e se tornou propagandista, vendedor de picolé (FOTO: Reprodução Nordestv)

Ele catava lixo e se tornou propagandista, vendedor de picolé (FOTO: Reprodução Nordestv)

O programa Pode Contar, da Nordestv/Band, foi até Tabuleiro do Norte, no interior do Ceará, para conhecer a história do “Felipão”, um homem de 29 anos batalhador e com muita força de vontade. Ele catava lixo e se tornou divulgador, vendedor de picolé e garçom.

“Eu catava lixo. Muita gente achava um trabalho feio e me chamava de mendigo. Mas era o meu trabalho. Depois me tornei entregador de fotos, vendedor de CDs e DVDs, mas era proibido e achei melhor sair dessa vida”, explica. O nome artístico “Felipão” é uma homenagem ao cantor de forró.

Veja mais detalhes na reportagem do programa Pode Contar, da Nordestv/Band:

Veja outros vídeos do Pode Contar.