Incêndio nos Correios: OAB esclarece que quem comprou pela internet deve procurar fornecedor

CARGA PERDIDA

Incêndio nos Correios: OAB esclarece que quem comprou pela internet deve procurar fornecedor

Os Correios informam que farão um levantamento da carga postal atingida para avaliar eventuais indenizações

Por Nordestv em Nordestv Notícias

16 de Fevereiro de 2018 às 07:00

Há 4 meses
Renata Kelly esperava uma compra que fez na intermete para seu bebê (FOTO: Reprodução Nordestv)

Renata Kelly esperava uma compra que fez na internet para seu bebê (FOTO: Reprodução Nordestv)

Depois do incêndio no Centro de Distribuição dos Correios, muitas pessoas se questionam sobre o que devem fazer para ter acesso a encomendas e correspondências que estavam no galpão. Se esse é o seu caso, a matéria exibida no programa Nordestv Notícias, da Nordestv/Band, nesta quinta-feira (15,) explica o que deve ser feito.

Por nota, os Correios informaram que será feito um levantamento da carga postal atingida e, para avaliar eventuais indenizações, é preciso aguardar os resultados das perícias técnicas que vão ser realizadas pelas autoridades.

O presidente da comissão de defesa do consumidor da OAB esclarece que: quem fez uma compra pela internet, por exemplo, deve procurar o fornecedor. Já o remetente que foi aos Correios e enviou uma encomenda deve procurar o próprio Centro de Distribuição. É preciso ficar atento aos casos em que cabe pedir indenizações por danos materiais ou morais.

Os Correios orientam que os remetentes registrem uma manifestação em alguns dos canais da empresa se o prazo de entrega já estiver vencido.

Veja todos os detalhes no vídeo do Nordestv Notícias, da Nordestsv/Band:

Veja outros vídeos Nordestv Notícias.

Publicidade

Dê sua opinião

CARGA PERDIDA

Incêndio nos Correios: OAB esclarece que quem comprou pela internet deve procurar fornecedor

Os Correios informam que farão um levantamento da carga postal atingida para avaliar eventuais indenizações

Por Nordestv em Nordestv Notícias

16 de Fevereiro de 2018 às 07:00

Há 4 meses
Renata Kelly esperava uma compra que fez na intermete para seu bebê (FOTO: Reprodução Nordestv)

Renata Kelly esperava uma compra que fez na internet para seu bebê (FOTO: Reprodução Nordestv)

Depois do incêndio no Centro de Distribuição dos Correios, muitas pessoas se questionam sobre o que devem fazer para ter acesso a encomendas e correspondências que estavam no galpão. Se esse é o seu caso, a matéria exibida no programa Nordestv Notícias, da Nordestv/Band, nesta quinta-feira (15,) explica o que deve ser feito.

Por nota, os Correios informaram que será feito um levantamento da carga postal atingida e, para avaliar eventuais indenizações, é preciso aguardar os resultados das perícias técnicas que vão ser realizadas pelas autoridades.

O presidente da comissão de defesa do consumidor da OAB esclarece que: quem fez uma compra pela internet, por exemplo, deve procurar o fornecedor. Já o remetente que foi aos Correios e enviou uma encomenda deve procurar o próprio Centro de Distribuição. É preciso ficar atento aos casos em que cabe pedir indenizações por danos materiais ou morais.

Os Correios orientam que os remetentes registrem uma manifestação em alguns dos canais da empresa se o prazo de entrega já estiver vencido.

Veja todos os detalhes no vídeo do Nordestv Notícias, da Nordestsv/Band:

Veja outros vídeos Nordestv Notícias.