Focos de Aedes aegypti podem estar em lugares inusitados; saiba como prevenir

ALERTA

Focos de Aedes aegypti podem estar em lugares inusitados; saiba como prevenir

O foco do Aedes Aegypti pode estar em locais que você nem imagina. É preciso ter cuidado!

Por Nordestv em Nordestv Notícias

9 de Maio de 2017 às 17:54

Há 7 meses
Aedes Aegypti pode estar em locais inusitados (FOTO: Reprodução Nordestv)

Aedes aegypti pode estar em locais inusitados (FOTO: Reprodução/Nordestv)

O mosquito Aedes aegypti consegue se reproduzir e colocar seus ovos em pequenas quantidades de água parada. Para evitar focos do mosquito, é preciso manter a cidade e, principalmente, de forma particular, as residências sem nenhuma água acumulada.

De acordo com a Secretaria de Saúde, mais de 80% dos focos do mosquito são encontrados nos domicílios.

Durante as visitas às casas, os agentes de endemias encontram focos também em lugares inusitados. É preciso verificar com frequência a bandeja de água que geralmente fica atrás das geladeiras, os aparadores de água e também ter todo o cuidado com quintais.

Segundo o último boletim da Secretaria de Saúde do Estado, este ano já foram confirmados mais de 6 mil casos de dengue, mais de 10.500 casos de chikungunya e 12 confirmados de Zica.

Veja todos os detalhes no vídeo do Nordestv Notícias, da Nordestv/Band:

Veja outros vídeos Nordestv Notícias.

Publicidade

Dê sua opinião

ALERTA

Focos de Aedes aegypti podem estar em lugares inusitados; saiba como prevenir

O foco do Aedes Aegypti pode estar em locais que você nem imagina. É preciso ter cuidado!

Por Nordestv em Nordestv Notícias

9 de Maio de 2017 às 17:54

Há 7 meses
Aedes Aegypti pode estar em locais inusitados (FOTO: Reprodução Nordestv)

Aedes aegypti pode estar em locais inusitados (FOTO: Reprodução/Nordestv)

O mosquito Aedes aegypti consegue se reproduzir e colocar seus ovos em pequenas quantidades de água parada. Para evitar focos do mosquito, é preciso manter a cidade e, principalmente, de forma particular, as residências sem nenhuma água acumulada.

De acordo com a Secretaria de Saúde, mais de 80% dos focos do mosquito são encontrados nos domicílios.

Durante as visitas às casas, os agentes de endemias encontram focos também em lugares inusitados. É preciso verificar com frequência a bandeja de água que geralmente fica atrás das geladeiras, os aparadores de água e também ter todo o cuidado com quintais.

Segundo o último boletim da Secretaria de Saúde do Estado, este ano já foram confirmados mais de 6 mil casos de dengue, mais de 10.500 casos de chikungunya e 12 confirmados de Zica.

Veja todos os detalhes no vídeo do Nordestv Notícias, da Nordestv/Band:

Veja outros vídeos Nordestv Notícias.