Bebês prematuros correm riscos por falta de vaga em UTIs neonatais no Ceará

DESCASO

Bebês prematuros correm riscos por falta de vaga em UTIs neonatais no Ceará

Segundo a Sociedade de Pediatria, em Fortaleza existem atualmente 137 leitos de UTI neonatal, mas deveriam existir no mínimo 160 leitos

Por Nordestv em Nordestv Notícias

13 de Abril de 2018 às 07:15

Há 6 meses
Falta UTI's neonatal no Ceará (FOTO: Reprodução Nordestv)

Falta UTI’s neonatal no Ceará (FOTO: Reprodução Nordestv)

O Brasil tem um déficit de mais de 3.300 leitos de UTIs neonatal, de acordo com dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde. No Ceará, a situação também é grave.

As crianças que nascem antes de 37 semanas e que apresentam quadros clínicos graves ou que precisem de observação, devem ser acolhidas em unidades de tratamento intensivo, as UTI’s. Mas muitos prematuros cearenses ficam sem leitos. Situação de sofrimento para famílias e para profissionais de saúde.

Segundo a Sociedade de Pediatria, em Fortaleza existem atualmente 137 leitos de UTI neonatal, mas deveriam existir no mínimo 160 leitos.

De acordo com nota da Secretaria de Saúde do Estado, são hospitais de referência para este tipo de atendimento neonatal, geridos pelo Governo do Estado, os hospitais: Dr. César Cals, Hospital Geral e Hospital Regional Norte. Juntas, essas três unidades de saúde possuem atualmente 48 leitos de UTI neonatal .

Porém ainda segundo nota da Secretaria, contando com todos os serviços SUS e particular, o estado teria 175 leitos de UTI. Está prevista a abertura de mais leitos na rede estadual no Hospital Regional do Sertão Central.

Veja mais detalhes no vídeo da matéria do programa Nordestv Notícias da Nordestv/BAND: 

Veja outros vídeos Nordestv Notícias.

 

Publicidade

Dê sua opinião

DESCASO

Bebês prematuros correm riscos por falta de vaga em UTIs neonatais no Ceará

Segundo a Sociedade de Pediatria, em Fortaleza existem atualmente 137 leitos de UTI neonatal, mas deveriam existir no mínimo 160 leitos

Por Nordestv em Nordestv Notícias

13 de Abril de 2018 às 07:15

Há 6 meses
Falta UTI's neonatal no Ceará (FOTO: Reprodução Nordestv)

Falta UTI’s neonatal no Ceará (FOTO: Reprodução Nordestv)

O Brasil tem um déficit de mais de 3.300 leitos de UTIs neonatal, de acordo com dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde. No Ceará, a situação também é grave.

As crianças que nascem antes de 37 semanas e que apresentam quadros clínicos graves ou que precisem de observação, devem ser acolhidas em unidades de tratamento intensivo, as UTI’s. Mas muitos prematuros cearenses ficam sem leitos. Situação de sofrimento para famílias e para profissionais de saúde.

Segundo a Sociedade de Pediatria, em Fortaleza existem atualmente 137 leitos de UTI neonatal, mas deveriam existir no mínimo 160 leitos.

De acordo com nota da Secretaria de Saúde do Estado, são hospitais de referência para este tipo de atendimento neonatal, geridos pelo Governo do Estado, os hospitais: Dr. César Cals, Hospital Geral e Hospital Regional Norte. Juntas, essas três unidades de saúde possuem atualmente 48 leitos de UTI neonatal .

Porém ainda segundo nota da Secretaria, contando com todos os serviços SUS e particular, o estado teria 175 leitos de UTI. Está prevista a abertura de mais leitos na rede estadual no Hospital Regional do Sertão Central.

Veja mais detalhes no vídeo da matéria do programa Nordestv Notícias da Nordestv/BAND: 

Veja outros vídeos Nordestv Notícias.