Último policial acusado por Chacina de Messejana deve ser solto a qualquer momento
EXPECTATIVA DA DEFESA

Último policial acusado por Chacina de Messejana deve ser solto a qualquer momento

Os outros 43 policiais presos nas investigações da Chacina de Messejana já foram soltos

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

8 de agosto de 2017 às 16:01

Há 2 meses
Soldado Marcilio Costa Andrade deve ser solto a qualquer momento (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Soldado Marcilio Costa Andrade deve ser solto a qualquer momento (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Deve ser solto a qualquer momento o soldado Marcilio Costa Andrade, preso acusado de participação na chacina de Messejana.

Somente o soldado Marcilio Costa Andrade permanece atrás das grades no 5º Batalhão da PM. Os outros 43 policiais presos nas investigações da Chacina de Messejana já foram soltos.

A expectativa da defesa é que ele seja solto a qualquer momento. “Não foi dado pela comissão o direito do Marcilio responder em liberdade”, fala o advogado Paulo Pimentel.

Marcílio e os outros policiais foram presos em agosto do de 2016. O crime havia sido registrado em novembro de 2015, quando 11 pessoas foram mortas em comunidades da Grande Messejana. Além da chacina, Marcilio também teria participado de um assassinato no mês anterior. Em outubro de 2015, foi morto um homem conhecido como Neném.

De acordo com as investigações, essa morte aconteceu logo após Marcilio discutir com um morador do Curió. Depois da discussão, o policial teria ido com um amigo até a casa do morador. No local também estaria Neném, que acabou morto a tiros num suposto erro de execução. O fato desencadeou uma rivalidade entre traficantes, policiais e moradores, até culminar com a chacina. A defesa de Marcilio ainda entrou com outro recurso.

Veja todos os detalhes no vídeo do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.

Publicidade

Dê sua opinião

EXPECTATIVA DA DEFESA

Último policial acusado por Chacina de Messejana deve ser solto a qualquer momento

Os outros 43 policiais presos nas investigações da Chacina de Messejana já foram soltos

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

8 de agosto de 2017 às 16:01

Há 2 meses
Soldado Marcilio Costa Andrade deve ser solto a qualquer momento (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Soldado Marcilio Costa Andrade deve ser solto a qualquer momento (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Deve ser solto a qualquer momento o soldado Marcilio Costa Andrade, preso acusado de participação na chacina de Messejana.

Somente o soldado Marcilio Costa Andrade permanece atrás das grades no 5º Batalhão da PM. Os outros 43 policiais presos nas investigações da Chacina de Messejana já foram soltos.

A expectativa da defesa é que ele seja solto a qualquer momento. “Não foi dado pela comissão o direito do Marcilio responder em liberdade”, fala o advogado Paulo Pimentel.

Marcílio e os outros policiais foram presos em agosto do de 2016. O crime havia sido registrado em novembro de 2015, quando 11 pessoas foram mortas em comunidades da Grande Messejana. Além da chacina, Marcilio também teria participado de um assassinato no mês anterior. Em outubro de 2015, foi morto um homem conhecido como Neném.

De acordo com as investigações, essa morte aconteceu logo após Marcilio discutir com um morador do Curió. Depois da discussão, o policial teria ido com um amigo até a casa do morador. No local também estaria Neném, que acabou morto a tiros num suposto erro de execução. O fato desencadeou uma rivalidade entre traficantes, policiais e moradores, até culminar com a chacina. A defesa de Marcilio ainda entrou com outro recurso.

Veja todos os detalhes no vídeo do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.