Quase metade dos presos ganha liberdade após a audiência de custódia no Ceará

SENSAÇÃO DE IMPUNIDADE

Quase metade dos presos ganha liberdade após a audiência de custódia no Ceará

O projeto das audiências de custódia foi implantado em 2015. Dos 20.500 presos neste período, 10.700 tiveram a prisão preventiva decretada

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

15 de Maio de 2018 às 07:15

Há 1 semana
Pressos passam são levados para audiência de custódia (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Pressos passam são levados para audiência de custódia (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Quase metade das pessoas presas no Ceará volta às ruas após audiências de custódia. O que estimula, entre a população, a sensação de que a polícia prende, mas a Justiça solta. “É a polícia enxugando gelo e a gente que é cidadão que paga o preço”, fala o motorista José Arlan,

A lei diz que todos os presos devem ser levados à audiência de custódia. Nela, um juiz avalia a legalidade e a necessidade da manutenção da prisão. “Toda e qualquer prisão, ela tem que submetida ao crivo do poder judiciário em no máximo 24 horas, mas isso nunca foi cumprido”, comenta o advogado Alexandre Sales.

O projeto das audiências de custódia foi implantado em 2015. Dos 20.500 presos neste período, 10.700 tiveram a prisão preventiva decretada. 59 foram beneficiados com relaxamento da prisão e 6.200 receberam medidas cautelares, sendo 1.781 aplicações de tornozeleiras eletrônicas.

Veja mais detalhes no vídeo do programa Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: 

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.

Publicidade

Dê sua opinião

SENSAÇÃO DE IMPUNIDADE

Quase metade dos presos ganha liberdade após a audiência de custódia no Ceará

O projeto das audiências de custódia foi implantado em 2015. Dos 20.500 presos neste período, 10.700 tiveram a prisão preventiva decretada

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

15 de Maio de 2018 às 07:15

Há 1 semana
Pressos passam são levados para audiência de custódia (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Pressos passam são levados para audiência de custódia (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Quase metade das pessoas presas no Ceará volta às ruas após audiências de custódia. O que estimula, entre a população, a sensação de que a polícia prende, mas a Justiça solta. “É a polícia enxugando gelo e a gente que é cidadão que paga o preço”, fala o motorista José Arlan,

A lei diz que todos os presos devem ser levados à audiência de custódia. Nela, um juiz avalia a legalidade e a necessidade da manutenção da prisão. “Toda e qualquer prisão, ela tem que submetida ao crivo do poder judiciário em no máximo 24 horas, mas isso nunca foi cumprido”, comenta o advogado Alexandre Sales.

O projeto das audiências de custódia foi implantado em 2015. Dos 20.500 presos neste período, 10.700 tiveram a prisão preventiva decretada. 59 foram beneficiados com relaxamento da prisão e 6.200 receberam medidas cautelares, sendo 1.781 aplicações de tornozeleiras eletrônicas.

Veja mais detalhes no vídeo do programa Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: 

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.