Polícia reforça segurança perto de escolas ameaçadas por facções

RESPOSTA

Polícia reforça segurança perto de escolas ameaçadas por facções

Moradores confessam que se sentem mais seguros e gostariam que a presença das autoridades fosse mantida

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

29 de setembro de 2017 às 16:22

Há 2 meses

Viaturas foram vistas nas proximidades da escola (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Após a Secretaria de Segurança Pública prometer intensificar o policiamento no bairro Cristo Redentor, as crianças voltaram para o colégio. Viaturas podem ser encontradas nas proximidades da escola Santa Tereza, um dos locais que sofreu ameaça de grupos criminosos.

“Eu já vi eles andando a pé por aqui”, conta a costureira Regina Maria, quando questionada sobre a presença de policiais. Moradores confessam que se sentem mais seguros e gostariam que a presença das autoridades fosse mantida.

“Eles ficam por aqui, rodam e param. Melhora muito, era bom se fosse assim todos os dias”, relata Lena Baltazar, dona de casa. De acordo com os moradores, a área é dividida entre facções criminosas rivais. Alunos que moram em um território de um grupo estariam proibidos de frequentar escolas localizadas em áreas da facção rival.

Confira mais detalhes na matéria do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

RESPOSTA

Polícia reforça segurança perto de escolas ameaçadas por facções

Moradores confessam que se sentem mais seguros e gostariam que a presença das autoridades fosse mantida

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

29 de setembro de 2017 às 16:22

Há 2 meses

Viaturas foram vistas nas proximidades da escola (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Após a Secretaria de Segurança Pública prometer intensificar o policiamento no bairro Cristo Redentor, as crianças voltaram para o colégio. Viaturas podem ser encontradas nas proximidades da escola Santa Tereza, um dos locais que sofreu ameaça de grupos criminosos.

“Eu já vi eles andando a pé por aqui”, conta a costureira Regina Maria, quando questionada sobre a presença de policiais. Moradores confessam que se sentem mais seguros e gostariam que a presença das autoridades fosse mantida.

“Eles ficam por aqui, rodam e param. Melhora muito, era bom se fosse assim todos os dias”, relata Lena Baltazar, dona de casa. De acordo com os moradores, a área é dividida entre facções criminosas rivais. Alunos que moram em um território de um grupo estariam proibidos de frequentar escolas localizadas em áreas da facção rival.

Confira mais detalhes na matéria do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: