Fila para cirurgia de catarata chega a mais de 2 mil pessoas em Fortaleza

DEMORA

Fila para cirurgia de catarata chega a mais de 2 mil pessoas em Fortaleza

Ministério Público Federal (MPF) acompanha de perto o andamento da fila de cirurgia de catarata e cobra solução para demora

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

11 de outubro de 2018 às 07:00

Há 1 mês
Pacientes aguardam na fila de espera para fazerem a cirurgia de catarata  (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Pacientes aguardam na fila de espera para fazerem a cirurgia de catarata  (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Pacientes que precisam de cirurgia de catarata têm enfrentado demora para se submeter ao procedimento pelo Sistema Único de Saúde. O Ministério Público Federal cobra dos poderes Estadual e Municipal solução para o problema, já que a demora pode levar a pessoa a perder a visão.

O aposentado Francisco Almeida passou por cirurgia de catarata há uma semana. Mas teve que esperar mais de um ano para o procedimento pelo SUS. A permanência de Maria de Lourdes Soares na fila de espera foi de seis meses. Muito tempo para quem teve a rotina comprometida por limitações na visão.

A cirurgia de catarata foi um dos procedimentos com maior demanda em 2017, no Ceará. Segundo o Conselho Federal de Medicina, 5.569 pessoas estavam na fila. Os dados deste ano, da Secretaria Municipal de Saúde, apontam 2.263 pessoas na espera pela cirurgia. Por mês, são realizados – em média – 570 procedimentos.

Em 2015, a demanda por cirurgia de catarata em Fortaleza estava em 6 mil pessoas. Uma ação movida pelo Ministério Público Federal, no ano seguinte, exigia solução para o problema. Agora, com a sentença, Município e Estado têm a obrigação de elaborar um cronograma de execução de cirurgias de catarata no Ceará. O prazo para a conclusão é de 180 dias.

O Ministério Público Federal acompanha de perto o andamento da fila pela cirurgia eletiva para cobrar respostas do poder público.

Confira todos os detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.

Publicidade

Dê sua opinião

DEMORA

Fila para cirurgia de catarata chega a mais de 2 mil pessoas em Fortaleza

Ministério Público Federal (MPF) acompanha de perto o andamento da fila de cirurgia de catarata e cobra solução para demora

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

11 de outubro de 2018 às 07:00

Há 1 mês
Pacientes aguardam na fila de espera para fazerem a cirurgia de catarata  (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Pacientes aguardam na fila de espera para fazerem a cirurgia de catarata  (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Pacientes que precisam de cirurgia de catarata têm enfrentado demora para se submeter ao procedimento pelo Sistema Único de Saúde. O Ministério Público Federal cobra dos poderes Estadual e Municipal solução para o problema, já que a demora pode levar a pessoa a perder a visão.

O aposentado Francisco Almeida passou por cirurgia de catarata há uma semana. Mas teve que esperar mais de um ano para o procedimento pelo SUS. A permanência de Maria de Lourdes Soares na fila de espera foi de seis meses. Muito tempo para quem teve a rotina comprometida por limitações na visão.

A cirurgia de catarata foi um dos procedimentos com maior demanda em 2017, no Ceará. Segundo o Conselho Federal de Medicina, 5.569 pessoas estavam na fila. Os dados deste ano, da Secretaria Municipal de Saúde, apontam 2.263 pessoas na espera pela cirurgia. Por mês, são realizados – em média – 570 procedimentos.

Em 2015, a demanda por cirurgia de catarata em Fortaleza estava em 6 mil pessoas. Uma ação movida pelo Ministério Público Federal, no ano seguinte, exigia solução para o problema. Agora, com a sentença, Município e Estado têm a obrigação de elaborar um cronograma de execução de cirurgias de catarata no Ceará. O prazo para a conclusão é de 180 dias.

O Ministério Público Federal acompanha de perto o andamento da fila pela cirurgia eletiva para cobrar respostas do poder público.

Confira todos os detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.