Facções e empresários ameaçam eleitores para votar em determinados candidatos

AFIRMA MINISTÉRIO

Facções e empresários ameaçam eleitores para votar em determinados candidatos

De acordo com o Ministério Público Estadual, empresários cearenses estariam ameaçando funcionários de demissão se não votarem em determinados candidatos

Por jangadeiro em Jornal Jangadeiro

6 de outubro de 2018 às 07:00

Há 2 semanas

Em 2016, o TRE registrou 64 crimes eleitorais (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Domingo é dia de eleger o próximo presidente, governador e os parlamentares estaduais e federais. É nessa hora que o eleitor pode fazer a diferença, escolhendo com cuidado cada candidato e votando com consciência.

De acordo com o Ministério Público Estadual, empresários cearenses estariam ameaçando funcionários de demissão se não votarem em determinados candidatos. Em alguns bairros dominados por facções criminosas, moradores estariam sendo intimados a votar em quem o grupo indicar.

Essa intimidação é crime e, por isso, tropas federais foram solicitadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará para atuar em cinco municípios cearenses: Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Juazeiro do Norte e Sobral. O Ministério Público lembra que a urna é sigilosa e, na cabine de votação, ninguém é capaz de ver quem o eleitor vai escolher.

Veja também:
Aplicativo permite que eleitores notifiquem irregularidades durante as eleições
Saiba o que pode e o que não pode nas eleições

Nas eleições municipais de 2016, o Tribunal Regional Eleitoral registrou 64 crimes eleitorais no Ceará. Os mais comuns foram compra de votos e boca de urna, 32 pessoas foram presas.

O caso de maior repercussão aconteceu em Barbalha, no Cariri, quando três pessoas foram presas em flagrante por suspeita de compra de votos para Fernando Santana, do PT, cunhado do governador Camilo Santana, candidato a prefeito do município, que acabou derrotado nas urnas. Entre as vantagens oferecidas para os eleitores estavam o pagamento de contas, a oferta de madeira, violões e bolas de futebol.

Veja mais detalhes no vídeo do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

AFIRMA MINISTÉRIO

Facções e empresários ameaçam eleitores para votar em determinados candidatos

De acordo com o Ministério Público Estadual, empresários cearenses estariam ameaçando funcionários de demissão se não votarem em determinados candidatos

Por jangadeiro em Jornal Jangadeiro

6 de outubro de 2018 às 07:00

Há 2 semanas

Em 2016, o TRE registrou 64 crimes eleitorais (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Domingo é dia de eleger o próximo presidente, governador e os parlamentares estaduais e federais. É nessa hora que o eleitor pode fazer a diferença, escolhendo com cuidado cada candidato e votando com consciência.

De acordo com o Ministério Público Estadual, empresários cearenses estariam ameaçando funcionários de demissão se não votarem em determinados candidatos. Em alguns bairros dominados por facções criminosas, moradores estariam sendo intimados a votar em quem o grupo indicar.

Essa intimidação é crime e, por isso, tropas federais foram solicitadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará para atuar em cinco municípios cearenses: Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Juazeiro do Norte e Sobral. O Ministério Público lembra que a urna é sigilosa e, na cabine de votação, ninguém é capaz de ver quem o eleitor vai escolher.

Veja também:
Aplicativo permite que eleitores notifiquem irregularidades durante as eleições
Saiba o que pode e o que não pode nas eleições

Nas eleições municipais de 2016, o Tribunal Regional Eleitoral registrou 64 crimes eleitorais no Ceará. Os mais comuns foram compra de votos e boca de urna, 32 pessoas foram presas.

O caso de maior repercussão aconteceu em Barbalha, no Cariri, quando três pessoas foram presas em flagrante por suspeita de compra de votos para Fernando Santana, do PT, cunhado do governador Camilo Santana, candidato a prefeito do município, que acabou derrotado nas urnas. Entre as vantagens oferecidas para os eleitores estavam o pagamento de contas, a oferta de madeira, violões e bolas de futebol.

Veja mais detalhes no vídeo do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: