Conta de água e esgoto pode ter reajuste 5 vezes maior que a inflação

IMPACTO NO BOLSO

Conta de água e esgoto pode ter reajuste 5 vezes maior que a inflação

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará propôs reajuste de 15,86% nos serviços de fornecimento de água e esgotamento sanitários prestados pela Cagece

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

23 de janeiro de 2019 às 16:10

Há 3 meses
Veja todos os detalhes no vídeo do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O Decon se manifestou contra a proposta (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O consumidor não está nada satisfeito com a possibilidade de aumento na conta de água e esgoto cinco vezes maior que a inflação.

Na casa do representante comercial Adriano Caetano, a fatura que costuma ser em torno de R$ 100, pode passar para quase R$ 116, isso sem contar com o adicional da tarifa de contingência. Valor que vai impactar no orçamento familiar.

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará propôs reajuste de 15,86% nos serviços de fornecimento de água e esgotamento sanitários prestados pela Cagece. Com esse percentual, bem maior que a inflação do ano passado, que foi de 2,9%, a tarifa média por m³ passaria de R$ 3,55 para R$ 4,11. A Arce afirma que levou em consideração quesitos como custos e despesas da companhia.

O Decon se manifestou contra a proposta e recomendou que a tarifa seja reajustada apenas após Arce e Cagece apresentarem explicações sobre como o cálculo foi feito, para que haja transparência no reajuste.

O Decon também questiona o aumento nos preços cobrados pelos serviços indiretos prestados pela Cagece, como verificação de vazamentos e ligação de água e esgoto. Em alguns casos, o reajuste é de quase 100%. É o caso da instalação de hidrômetros, que pode subir de R$ 35 para R$ 61,57.

A Agência explica que todas as informações sobre os cálculos estão detalhadas na nota técnica publicada na página da Arce na internet. Especificamente sobre o reajuste dos serviços indiretos prestados pela Cagece, a justificativa é que os valores estavam defasados desde 2008 e agora foram apenas atualizados.

A proposta e as considerações do Ministério Público vão ser avaliadas antes da reunião do Conselho Diretor da Agência, que é quem define o percentual final. Apenas depois da decisão, a Cagece vai ser comunicada e, após 30 dias, pode praticar os novos valores.

Veja todos os detalhes no vídeo do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.

Publicidade

Dê sua opinião

IMPACTO NO BOLSO

Conta de água e esgoto pode ter reajuste 5 vezes maior que a inflação

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará propôs reajuste de 15,86% nos serviços de fornecimento de água e esgotamento sanitários prestados pela Cagece

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

23 de janeiro de 2019 às 16:10

Há 3 meses
Veja todos os detalhes no vídeo do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O Decon se manifestou contra a proposta (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O consumidor não está nada satisfeito com a possibilidade de aumento na conta de água e esgoto cinco vezes maior que a inflação.

Na casa do representante comercial Adriano Caetano, a fatura que costuma ser em torno de R$ 100, pode passar para quase R$ 116, isso sem contar com o adicional da tarifa de contingência. Valor que vai impactar no orçamento familiar.

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará propôs reajuste de 15,86% nos serviços de fornecimento de água e esgotamento sanitários prestados pela Cagece. Com esse percentual, bem maior que a inflação do ano passado, que foi de 2,9%, a tarifa média por m³ passaria de R$ 3,55 para R$ 4,11. A Arce afirma que levou em consideração quesitos como custos e despesas da companhia.

O Decon se manifestou contra a proposta e recomendou que a tarifa seja reajustada apenas após Arce e Cagece apresentarem explicações sobre como o cálculo foi feito, para que haja transparência no reajuste.

O Decon também questiona o aumento nos preços cobrados pelos serviços indiretos prestados pela Cagece, como verificação de vazamentos e ligação de água e esgoto. Em alguns casos, o reajuste é de quase 100%. É o caso da instalação de hidrômetros, que pode subir de R$ 35 para R$ 61,57.

A Agência explica que todas as informações sobre os cálculos estão detalhadas na nota técnica publicada na página da Arce na internet. Especificamente sobre o reajuste dos serviços indiretos prestados pela Cagece, a justificativa é que os valores estavam defasados desde 2008 e agora foram apenas atualizados.

A proposta e as considerações do Ministério Público vão ser avaliadas antes da reunião do Conselho Diretor da Agência, que é quem define o percentual final. Apenas depois da decisão, a Cagece vai ser comunicada e, após 30 dias, pode praticar os novos valores.

Veja todos os detalhes no vídeo do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.