Apesar da chegada da Força Nacional, homicídios crescem em Fortaleza

PREOCUPANTE

Apesar da chegada da Força Tarefa Nacional, número de homicídios segue crescendo em Fortaleza

A força tarefa do Governo Federal chegou ao Ceará no dia 19 de fevereiro, quatro dias após as mortes de integrantes do PCC

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

9 de Março de 2018 às 19:23

Há 3 meses
mortes força tarefa

Número de mortes segue crescendo (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Mesmo com a chegada da força tarefa do Governo Federal, o número de homicídios continua crescendo no Ceará. Uma semana antes da operação começar, foram registradas 68 mortes, na semana seguinte o número subiu para 98. O aumento foi de 39%.

Na última quarta-feira (7), dois detentos foram mortos e outros 11 ficaram feridos na cadeia de Pentecoste, quatro continuam internados em estado grave.

A força-tarefa do Governo Federal chegou ao Ceará no dia 19 de fevereiro, quatro dias após as mortes de Rogério Jeremias de Simone (Gegê do Mangue) e Fabiano Alves de Souza (Paca), do PCC.

O presidente Conselho Estadual de Segurança Pública, Leandro Vasques, alerta que é preciso mudar as estratégias. “É recente pra se avaliar, mas realmente os índices estão aumentando e a tendencia será aumentar mais”, afirma.

Confira mais detalhes na matéria do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

PREOCUPANTE

Apesar da chegada da Força Tarefa Nacional, número de homicídios segue crescendo em Fortaleza

A força tarefa do Governo Federal chegou ao Ceará no dia 19 de fevereiro, quatro dias após as mortes de integrantes do PCC

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

9 de Março de 2018 às 19:23

Há 3 meses
mortes força tarefa

Número de mortes segue crescendo (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Mesmo com a chegada da força tarefa do Governo Federal, o número de homicídios continua crescendo no Ceará. Uma semana antes da operação começar, foram registradas 68 mortes, na semana seguinte o número subiu para 98. O aumento foi de 39%.

Na última quarta-feira (7), dois detentos foram mortos e outros 11 ficaram feridos na cadeia de Pentecoste, quatro continuam internados em estado grave.

A força-tarefa do Governo Federal chegou ao Ceará no dia 19 de fevereiro, quatro dias após as mortes de Rogério Jeremias de Simone (Gegê do Mangue) e Fabiano Alves de Souza (Paca), do PCC.

O presidente Conselho Estadual de Segurança Pública, Leandro Vasques, alerta que é preciso mudar as estratégias. “É recente pra se avaliar, mas realmente os índices estão aumentando e a tendencia será aumentar mais”, afirma.

Confira mais detalhes na matéria do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: