“Chuvas que estão ocorrendo não mudaram o cenário dos reservatórios”, afirma Cogerh

SECA

“Chuvas que estão ocorrendo não mudaram o cenário dos reservatórios”, afirma Cogerh

Os 153 açudes monitorados pela Cogerh estão com volume de 1,18 bilhão de m³ cúbicos, representando 6,31%

Por Nordestv em Jornal Jangadeiro

20 de Fevereiro de 2017 às 17:01

Há 2 anos
Chuvas trouxe alívio para os reservatórios cearenses(FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Chuvas trouxe alívio para os reservatórios cearenses(FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

As chuvas trouxeram esperança e até um alívio para os reservatórios cearenses, mas a situação hídrica ainda é crítica. “Nós temos regiões que, se a gente tivesse vários aportes aliviaria o sistema. Mas a gente tem que estar consciente da economia de água, as chuvas que estão ocorrendo não mudaram o nosso cenário”, explica a diretora de operações da Cogerh. A reportagem é do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT.

Do início do ano até agora, o Castanhão teve uma recarga de 9 milhões de m³ de água, sendo 2 milhões apenas neste fim de semana. Pode parecer muito, mas representa apenas 0,1% da capacidade total de armazenamento. Em anos de chuvas dentro da média, o aporte chega a, no máximo, 1,2 bilhão de m³. Isso representa apenas 18% do que ele consegue acumular.

Os 153 açudes monitorados pela Cogerh estão com volume de 1,18 bilhão de m³ cúbicos, representando 6,31%. Trinta e seis açudes apresentaram aumento no volume de água com as últimas chuvas. A previsão da Funceme é de que precipitações dentro da média histórica, mas para que elas garantam o abastecimento é preciso que caiam nas regiões do alto, baixo e médio Jaguaribe.

Veja mais detalhes da reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.

Publicidade

Dê sua opinião

SECA

“Chuvas que estão ocorrendo não mudaram o cenário dos reservatórios”, afirma Cogerh

Os 153 açudes monitorados pela Cogerh estão com volume de 1,18 bilhão de m³ cúbicos, representando 6,31%

Por Nordestv em Jornal Jangadeiro

20 de Fevereiro de 2017 às 17:01

Há 2 anos
Chuvas trouxe alívio para os reservatórios cearenses(FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Chuvas trouxe alívio para os reservatórios cearenses(FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

As chuvas trouxeram esperança e até um alívio para os reservatórios cearenses, mas a situação hídrica ainda é crítica. “Nós temos regiões que, se a gente tivesse vários aportes aliviaria o sistema. Mas a gente tem que estar consciente da economia de água, as chuvas que estão ocorrendo não mudaram o nosso cenário”, explica a diretora de operações da Cogerh. A reportagem é do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT.

Do início do ano até agora, o Castanhão teve uma recarga de 9 milhões de m³ de água, sendo 2 milhões apenas neste fim de semana. Pode parecer muito, mas representa apenas 0,1% da capacidade total de armazenamento. Em anos de chuvas dentro da média, o aporte chega a, no máximo, 1,2 bilhão de m³. Isso representa apenas 18% do que ele consegue acumular.

Os 153 açudes monitorados pela Cogerh estão com volume de 1,18 bilhão de m³ cúbicos, representando 6,31%. Trinta e seis açudes apresentaram aumento no volume de água com as últimas chuvas. A previsão da Funceme é de que precipitações dentro da média histórica, mas para que elas garantam o abastecimento é preciso que caiam nas regiões do alto, baixo e médio Jaguaribe.

Veja mais detalhes da reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Jornal Jangadeiro.