Mec recorre de decisão sobre correções da redação do Enem - Vídeos

Mec recorre de decisão sobre correções da redação do Enem

O Ministério da Educação encaminhou, nesta sexta-feira (4), recurso contra a decisão da Justiça Federal do Ceará divulgada na quinta-feira (3), que determina a divulgação das correções das redações do Enem 2012. O Mec aguarda parecer do tribunal. O problema é que o ministério deu prazo até o dia 6 de fevereiro para disponibilizar as […]

Por helton em Jornal Jangadeiro 2ª edição

4 de janeiro de 2013 às 19:04

Há 5 anos

O Ministério da Educação encaminhou, nesta sexta-feira (4), recurso contra a decisão da Justiça Federal do Ceará divulgada na quinta-feira (3), que determina a divulgação das correções das redações do Enem 2012. O Mec aguarda parecer do tribunal. O problema é que o ministério deu prazo até o dia 6 de fevereiro para disponibilizar as provas, mas as inscrições no Sisu vão ser oferecidas entre os dias 7 e 11 de janeiro, ou seja, antes de os estudantes poderem ter acesso às redações. O procurador Oscar Costa filho, responsável pela ação, falou com nossa equipe sobre o assunto.

Publicidade

Dê sua opinião

Mec recorre de decisão sobre correções da redação do Enem

O Ministério da Educação encaminhou, nesta sexta-feira (4), recurso contra a decisão da Justiça Federal do Ceará divulgada na quinta-feira (3), que determina a divulgação das correções das redações do Enem 2012. O Mec aguarda parecer do tribunal. O problema é que o ministério deu prazo até o dia 6 de fevereiro para disponibilizar as […]

Por helton em Jornal Jangadeiro 2ª edição

4 de janeiro de 2013 às 19:04

Há 5 anos

O Ministério da Educação encaminhou, nesta sexta-feira (4), recurso contra a decisão da Justiça Federal do Ceará divulgada na quinta-feira (3), que determina a divulgação das correções das redações do Enem 2012. O Mec aguarda parecer do tribunal. O problema é que o ministério deu prazo até o dia 6 de fevereiro para disponibilizar as provas, mas as inscrições no Sisu vão ser oferecidas entre os dias 7 e 11 de janeiro, ou seja, antes de os estudantes poderem ter acesso às redações. O procurador Oscar Costa filho, responsável pela ação, falou com nossa equipe sobre o assunto.