Travesti denuncia agressão a pauladas no Centro de Fortaleza

SUPOSTA PROPINA

Travesti denuncia agressão a pauladas no Centro de Fortaleza

Segundo a vítima, a motivação teria sido a sua recusa ao suposto pagamento de propina para que ela pudesse fazer programa no trecho do bairro

Por TV Jangadeiro em Barra Pesada

30 de Janeiro de 2018 às 18:32

Há 7 meses
Travesti é agredido no Centro de Fortaleza (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Travesti é agredido no Centro de Fortaleza (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Uma travesti, que se identificou como Bruna “Cabra Velha”, denunciou agressão no Centro de Fortaleza por outras colegas de profissão.

Segundo a vítima, a motivação teria sido a sua recusa ao suposto pagamento de propina para que ela pudesse fazer programa no trecho do bairro.

Bruna, de 54 anos, diz que foi agredida a pauladas e tinha alguma marcas pelo corpo. Ela foi atendida por uma equipe do Samu e encaminhada ao Instituto Doutor José Frota (IJF).

A polícia estava presente, mas não havia informações sobre os agressores. A travesti relatou que a principal pessoa responsável pelo crime seria uma cafetina que cobraria dinheiro para que as travestis pudessem trabalhar na Rua Solon Pinheiro, Centro de Fortaleza.

Leia também:
Homem agride travesti, confessa crime e ri para repórteres: “eu sou frio e calculista”

Veja todos os detalhes no vídeo do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Barra Pesada.

Publicidade

Dê sua opinião

SUPOSTA PROPINA

Travesti denuncia agressão a pauladas no Centro de Fortaleza

Segundo a vítima, a motivação teria sido a sua recusa ao suposto pagamento de propina para que ela pudesse fazer programa no trecho do bairro

Por TV Jangadeiro em Barra Pesada

30 de Janeiro de 2018 às 18:32

Há 7 meses
Travesti é agredido no Centro de Fortaleza (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Travesti é agredido no Centro de Fortaleza (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Uma travesti, que se identificou como Bruna “Cabra Velha”, denunciou agressão no Centro de Fortaleza por outras colegas de profissão.

Segundo a vítima, a motivação teria sido a sua recusa ao suposto pagamento de propina para que ela pudesse fazer programa no trecho do bairro.

Bruna, de 54 anos, diz que foi agredida a pauladas e tinha alguma marcas pelo corpo. Ela foi atendida por uma equipe do Samu e encaminhada ao Instituto Doutor José Frota (IJF).

A polícia estava presente, mas não havia informações sobre os agressores. A travesti relatou que a principal pessoa responsável pelo crime seria uma cafetina que cobraria dinheiro para que as travestis pudessem trabalhar na Rua Solon Pinheiro, Centro de Fortaleza.

Leia também:
Homem agride travesti, confessa crime e ri para repórteres: “eu sou frio e calculista”

Veja todos os detalhes no vídeo do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT:

Veja outros vídeos do Barra Pesada.