Tempo seco aumenta risco de doenças respiratórias, afirmam especialistas

ALERTA!

Tempo seco aumenta risco de doenças respiratórias, afirmam especialistas

A umidade agradável para o ser humano é em torno de 60%. A previsão da Funceme para o período é de umidade de 20% no interior cearense

Por Nordestv em Barra Pesada

9 de julho de 2018 às 07:00

Há 2 meses
Clima seco aumenta doenças (FOTO: Reprodução Nordestv)

Clima seco aumenta doenças (FOTO: Reprodução Nordestv)

Alerta de clima seco. Esse período do ano é considerado pelos especialistas o mais seco do ano, com umidade chegando a 20%. Com isso, é preciso redobrar a atenção com a saúde. Pessoas com problemas alérgicos, sinusite, asma, crianças em geral, idosos e grávidas são as que mais sofrem com o clima seco. Segundo o clínico geral Ítalo Jorge Noroes, nesse período o melhor é mesmo a hidratação.

De acordo com a Funceme, a umidade relativa baixa é comum no segundo semestre do ano, principalmente pela ausência de chuvas. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a umidade agradável para o ser humano é em torno de 60%.

Porém, a previsão da Funceme para o período é que a umidade no interior cearense chegue a 20%. Então, o melhor é preparar as garrafinhas de água e se hidratar bem.

Veja mais detalhes no vídeo do Nordestv Notícias, da Nordestv/Band:

Veja outros vídeos Nordestv Notícias.

Publicidade

Dê sua opinião

ALERTA!

Tempo seco aumenta risco de doenças respiratórias, afirmam especialistas

A umidade agradável para o ser humano é em torno de 60%. A previsão da Funceme para o período é de umidade de 20% no interior cearense

Por Nordestv em Barra Pesada

9 de julho de 2018 às 07:00

Há 2 meses
Clima seco aumenta doenças (FOTO: Reprodução Nordestv)

Clima seco aumenta doenças (FOTO: Reprodução Nordestv)

Alerta de clima seco. Esse período do ano é considerado pelos especialistas o mais seco do ano, com umidade chegando a 20%. Com isso, é preciso redobrar a atenção com a saúde. Pessoas com problemas alérgicos, sinusite, asma, crianças em geral, idosos e grávidas são as que mais sofrem com o clima seco. Segundo o clínico geral Ítalo Jorge Noroes, nesse período o melhor é mesmo a hidratação.

De acordo com a Funceme, a umidade relativa baixa é comum no segundo semestre do ano, principalmente pela ausência de chuvas. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a umidade agradável para o ser humano é em torno de 60%.

Porém, a previsão da Funceme para o período é que a umidade no interior cearense chegue a 20%. Então, o melhor é preparar as garrafinhas de água e se hidratar bem.

Veja mais detalhes no vídeo do Nordestv Notícias, da Nordestv/Band:

Veja outros vídeos Nordestv Notícias.