Repórter comprova dificuldade de soldado em carregar cachorro policial

MARLEY

Repórter comprova dificuldade de soldado em carregar cachorro policial

Marley tem 32 kg e foi carregado nos braços durante o desfile de 7 de setembro. “É pesado, acho que não aguentaria muito. São 32 kg que parecem 50 kg”, brincou o repórter

Por TV Jangadeiro em Barra Pesada

13 de setembro de 2017 às 14:42

Há 2 meses
Marley foi carregado nos braços durante desfile de 7 de setembro (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Marley foi carregado nos braços durante desfile de 7 de setembro (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Após carregar nos braços o cachorrinho Marley, durante o desfile de 7 de setembro, o Soldado Braga demonstrou todo o amor que envolve a relação entre os policiais e seus mascotes.

A Companhia de Policiamento com Cães (CPCães), da Polícia Militar do Ceará, já é uma referência nacional no treinamento de cães para ações militares.

Atualmente, até militares de outros países estão buscando aprender um pouco mais com a CPCães.

A equipe de reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, foi conferir de perto como funciona essa interação entre cachorro e homem. O repórter Abraão Ramos ainda colocou Marley nos braços e comprovou a dificuldade em carregar o cão. “É pesado, acho que não aguentaria muito. De fato, a equipe está de parabéns. Ele tem 32 kg que parecem 50 kg”, brinca.

O soldado que carregou Marley explicou os motivos do ocorrido. “Todos os cães recebem essa proteção em forma de botinha, os enfermeiros fazem. Quando ele começou a marchar, eu vi que ela sacou fora, aí foi o momento que eu consegui carregá-lo durante o percurso”, conta Braga.

O Soldado ainda relata que o apoio da população ajudou na caminhada. “Com toda certeza! Cada grito me dava mais força para continuar marchando”. A companhia segue ideais de parceria e fidelidade com os cães. Diariamente, os animais são acompanhados por um corpo veterinário.

Saiba mais:
Cachorro carregado nos braços por PMs “aposentou-se” após anos como farejador de drogas

Veja todos os detalhes no vídeo do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

MARLEY

Repórter comprova dificuldade de soldado em carregar cachorro policial

Marley tem 32 kg e foi carregado nos braços durante o desfile de 7 de setembro. “É pesado, acho que não aguentaria muito. São 32 kg que parecem 50 kg”, brincou o repórter

Por TV Jangadeiro em Barra Pesada

13 de setembro de 2017 às 14:42

Há 2 meses
Marley foi carregado nos braços durante desfile de 7 de setembro (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Marley foi carregado nos braços durante desfile de 7 de setembro (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Após carregar nos braços o cachorrinho Marley, durante o desfile de 7 de setembro, o Soldado Braga demonstrou todo o amor que envolve a relação entre os policiais e seus mascotes.

A Companhia de Policiamento com Cães (CPCães), da Polícia Militar do Ceará, já é uma referência nacional no treinamento de cães para ações militares.

Atualmente, até militares de outros países estão buscando aprender um pouco mais com a CPCães.

A equipe de reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, foi conferir de perto como funciona essa interação entre cachorro e homem. O repórter Abraão Ramos ainda colocou Marley nos braços e comprovou a dificuldade em carregar o cão. “É pesado, acho que não aguentaria muito. De fato, a equipe está de parabéns. Ele tem 32 kg que parecem 50 kg”, brinca.

O soldado que carregou Marley explicou os motivos do ocorrido. “Todos os cães recebem essa proteção em forma de botinha, os enfermeiros fazem. Quando ele começou a marchar, eu vi que ela sacou fora, aí foi o momento que eu consegui carregá-lo durante o percurso”, conta Braga.

O Soldado ainda relata que o apoio da população ajudou na caminhada. “Com toda certeza! Cada grito me dava mais força para continuar marchando”. A companhia segue ideais de parceria e fidelidade com os cães. Diariamente, os animais são acompanhados por um corpo veterinário.

Saiba mais:
Cachorro carregado nos braços por PMs “aposentou-se” após anos como farejador de drogas

Veja todos os detalhes no vídeo do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT: