Reportagem mostra a triste realidade de mulheres vítimas da violência

FEMINICÍDIO

Reportagem especial mostra a triste realidade de mulheres vítimas da violência no Ceara

Só em 2016, foram mais de 300 mulheres mortas. Quando não são assassinadas, muitas delas são vítimas de violência doméstica

Por TV Jangadeiro em Barra Pesada

8 de junho de 2018 às 17:33

Há 5 meses
Mulheres vítimas da violência no Ceará (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O número de mulheres vítimas da violência cresce a cada dia (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Você sabia que, a cada hora, 503 mulheres no Brasil são agredidas fisicamente? No Ceará, nos últimos meses tem crescido o número de mulheres vítimas da violência.

Só em 2016, foram mais de 300 mulheres mortas. Quando não são assassinadas, muitas delas são vítimas de violência doméstica. Nesse caso, os próprios companheiros são os acusados dessas agressões.

A matéria especial do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, desta sexta-feira (8), mostra como essa violência acontece, quais as consequências e o que pode ser feito para mudar essa triste realidade.

Uma pesquisa feita pela Universidade Federal do Ceará, em parceria com o Instituto Maria da Penha, realizada com mais de 10 mil mulheres, de 15 a 49 anos, dos 9 estados do Nordeste, mostra que 3 em cada 10 mulheres já sofreram algum episódio de violência doméstica ao longo da vida.

A violência contra a mulher pode ser classificadas em 5 tipos: física, psicológica emocional, sexual, oral e patrimonial. No Ceará, três tipos se destacam e causam preocupação.

Veja mais destalhes no vídeo do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT: 

Veja outros vídeos do Barra Pesada.

Publicidade

Dê sua opinião

FEMINICÍDIO

Reportagem especial mostra a triste realidade de mulheres vítimas da violência no Ceara

Só em 2016, foram mais de 300 mulheres mortas. Quando não são assassinadas, muitas delas são vítimas de violência doméstica

Por TV Jangadeiro em Barra Pesada

8 de junho de 2018 às 17:33

Há 5 meses
Mulheres vítimas da violência no Ceará (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O número de mulheres vítimas da violência cresce a cada dia (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Você sabia que, a cada hora, 503 mulheres no Brasil são agredidas fisicamente? No Ceará, nos últimos meses tem crescido o número de mulheres vítimas da violência.

Só em 2016, foram mais de 300 mulheres mortas. Quando não são assassinadas, muitas delas são vítimas de violência doméstica. Nesse caso, os próprios companheiros são os acusados dessas agressões.

A matéria especial do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, desta sexta-feira (8), mostra como essa violência acontece, quais as consequências e o que pode ser feito para mudar essa triste realidade.

Uma pesquisa feita pela Universidade Federal do Ceará, em parceria com o Instituto Maria da Penha, realizada com mais de 10 mil mulheres, de 15 a 49 anos, dos 9 estados do Nordeste, mostra que 3 em cada 10 mulheres já sofreram algum episódio de violência doméstica ao longo da vida.

A violência contra a mulher pode ser classificadas em 5 tipos: física, psicológica emocional, sexual, oral e patrimonial. No Ceará, três tipos se destacam e causam preocupação.

Veja mais destalhes no vídeo do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT: 

Veja outros vídeos do Barra Pesada.