"Não existe dor maior do que a de perder um filho", desabafa mãe de modelo assassinado há 2 anos

SAUDADE

“Não existe dor maior do que a de perder um filho”, desabafa mãe de modelo assassinado há 2 anos

Johnny Moura foi morto na madrugada do dia 27 de dezembro de 2015 quando saía de uma festa em um buffet

Por TV Jangadeiro em Barra Pesada

30 de dezembro de 2017 às 07:00

Há 3 semanas
Johnny Moura tinha 22 anos (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Johnny Moura tinha 22 anos (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Há dois anos, o modelo Johnny Moura, de apenas 22 anos, foi assassinado na saída de uma festa em Fortaleza. O acusado foi preso após o crime, mas atualmente segue solto.

A mãe do modelo, Patrícia Moura, falou com a equipe de reportagem do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT,  sobre a saudade do filho e aproveitou para mandar mensagem a todas as mães que passam pelo mesmo sofrimento.

“Eu acredito que não exista dor maior do que perder um filho. O que eu digo sempre é que eliminemos de nossa vidas qualquer sentimento negativo, porque quando deixamos esse sentimento penetrar em nós, abrimos espaço para o inimigo”.

Relembre o crime

O modelo Johnny Moura foi morto na madrugada do dia 27 de dezembro de 2015 quando saía de uma festa no La Maison Buffet, na Avenida Engenheiro Luís Vieira, Dunas, em Fortaleza.

Já no fim da festa, fora do buffet, Johnny estava no banco de passageiros do carro que a namorada dirigia, quando baixou o vidro cerca de “cinco dedos”. A delegada conta que o assassino puxou a cabeça da vítima e disparou apenas um tiro a queima-roupa.

Johnny Moura era modelo, promotor de eventos e atleta de polo aquático. Ele chegou a ser levado para o Instituto Dr. José Frota (IJF), mas não resistiu aos ferimentos. O corpo do jovem foi enterrado no cemitério São João Batista, no Centro de Fortaleza.

Veja todos os detalhes no vídeo do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT: 

Veja outros vídeos do Barra Pesada.

Publicidade

Dê sua opinião

SAUDADE

“Não existe dor maior do que a de perder um filho”, desabafa mãe de modelo assassinado há 2 anos

Johnny Moura foi morto na madrugada do dia 27 de dezembro de 2015 quando saía de uma festa em um buffet

Por TV Jangadeiro em Barra Pesada

30 de dezembro de 2017 às 07:00

Há 3 semanas
Johnny Moura tinha 22 anos (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Johnny Moura tinha 22 anos (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Há dois anos, o modelo Johnny Moura, de apenas 22 anos, foi assassinado na saída de uma festa em Fortaleza. O acusado foi preso após o crime, mas atualmente segue solto.

A mãe do modelo, Patrícia Moura, falou com a equipe de reportagem do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT,  sobre a saudade do filho e aproveitou para mandar mensagem a todas as mães que passam pelo mesmo sofrimento.

“Eu acredito que não exista dor maior do que perder um filho. O que eu digo sempre é que eliminemos de nossa vidas qualquer sentimento negativo, porque quando deixamos esse sentimento penetrar em nós, abrimos espaço para o inimigo”.

Relembre o crime

O modelo Johnny Moura foi morto na madrugada do dia 27 de dezembro de 2015 quando saía de uma festa no La Maison Buffet, na Avenida Engenheiro Luís Vieira, Dunas, em Fortaleza.

Já no fim da festa, fora do buffet, Johnny estava no banco de passageiros do carro que a namorada dirigia, quando baixou o vidro cerca de “cinco dedos”. A delegada conta que o assassino puxou a cabeça da vítima e disparou apenas um tiro a queima-roupa.

Johnny Moura era modelo, promotor de eventos e atleta de polo aquático. Ele chegou a ser levado para o Instituto Dr. José Frota (IJF), mas não resistiu aos ferimentos. O corpo do jovem foi enterrado no cemitério São João Batista, no Centro de Fortaleza.

Veja todos os detalhes no vídeo do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT: 

Veja outros vídeos do Barra Pesada.