"Apesar de tudo, eu sou feliz", ensina homem que ficou cego após brincadeira na infância
SUPERAÇÃO

“Apesar de tudo, eu sou feliz”, ensina homem que ficou cego após brincadeira na infância

Aos 39 anos, ele nunca baixou a cabeça e tira o sustento vendendo amendoim na praia

Por TV Jangadeiro em Barra Pesada

29 de setembro de 2017 às 17:46

Há 3 semanas

Márcio é um exemplo de superação (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Diariamente, pequenas dificuldades podem atrapalhar o dia de qualquer pessoa. Diante de pequenos problemas, lamentações acabam sendo frequentes. Márcio Rocha, 39 anos, é um exemplo vivo que as dificuldades existem para serem superadas. Aos 12 anos, em uma brincadeira, uma pedra acabou atingindo o seu olho esquerdo. Com o passar o tempo, o problema se agravou.

Um buraco macular progrediu no olho esquerdo e acabou passando para o outro olho. Márcio ficou cego. “Um dia, senti dificuldade na minha visão e eu via tudo embaçado. Eu pensei que era uma simples labirintite, mas minha visão não retornou”, conta.

Apesar da gravidade do problema, ele nunca se deixou abater. “No meu coração, veio a sensação de querer lutar, e estou lutando com a ajuda de vocês. Digo ‘vocês’ porque sempre tem alguém que me ajuda a atravessar uma rua ou a pegar um ônibus. Todos precisamos um dos outros, eu agradeço à todos por isso”, revela Márcio.

Aos 39 anos, ele nunca baixou a cabeça e tira o seu sustento vendendo amendoim na praia. “Nunca desista dos seus sonhos, nunca se sinta derrotado diante de um obstáculo. Nada vem fácil, tudo é difícil. Apesar tudo, eu sou um homem feliz. Tenho uma família com saúde, eu tenho saúde e tenho uma família linda. O que eu quero mais? Reclamar de quê? Todo dia eu tenho o meu pão e minha cama”, conta com emoção.

Confira mais detalhes no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

SUPERAÇÃO

“Apesar de tudo, eu sou feliz”, ensina homem que ficou cego após brincadeira na infância

Aos 39 anos, ele nunca baixou a cabeça e tira o sustento vendendo amendoim na praia

Por TV Jangadeiro em Barra Pesada

29 de setembro de 2017 às 17:46

Há 3 semanas

Márcio é um exemplo de superação (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Diariamente, pequenas dificuldades podem atrapalhar o dia de qualquer pessoa. Diante de pequenos problemas, lamentações acabam sendo frequentes. Márcio Rocha, 39 anos, é um exemplo vivo que as dificuldades existem para serem superadas. Aos 12 anos, em uma brincadeira, uma pedra acabou atingindo o seu olho esquerdo. Com o passar o tempo, o problema se agravou.

Um buraco macular progrediu no olho esquerdo e acabou passando para o outro olho. Márcio ficou cego. “Um dia, senti dificuldade na minha visão e eu via tudo embaçado. Eu pensei que era uma simples labirintite, mas minha visão não retornou”, conta.

Apesar da gravidade do problema, ele nunca se deixou abater. “No meu coração, veio a sensação de querer lutar, e estou lutando com a ajuda de vocês. Digo ‘vocês’ porque sempre tem alguém que me ajuda a atravessar uma rua ou a pegar um ônibus. Todos precisamos um dos outros, eu agradeço à todos por isso”, revela Márcio.

Aos 39 anos, ele nunca baixou a cabeça e tira o seu sustento vendendo amendoim na praia. “Nunca desista dos seus sonhos, nunca se sinta derrotado diante de um obstáculo. Nada vem fácil, tudo é difícil. Apesar tudo, eu sou um homem feliz. Tenho uma família com saúde, eu tenho saúde e tenho uma família linda. O que eu quero mais? Reclamar de quê? Todo dia eu tenho o meu pão e minha cama”, conta com emoção.

Confira mais detalhes no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT: