Rosier Alexandre: Xô Crise!

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “Xô Crise!”

Muitas pessoas falam demais em crise a todo momento, uns para barganhar algo, outros para justificar os seus insucessos e por aí vai

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

6 de novembro de 2017 às 08:55

Há 2 semanas

Está na moda falar e exaltar a crise. A maioria dos telejornais e os principais portais de notícias não conseguem fugir deste assunto, sempre dão ênfase aos escândalos políticos, à violência e a outros assuntos indesejados.

Concordo que tudo precisa ser noticiado, porém a forma como é feita poucas vezes é informativa, é na maioria das vezes puramente sensacionalista. Muitas pessoas falam demais em crise a todo momento, uns para barganhar algo, outros para justificar os seus insucessos e por aí vai. Não importa a razão, não acho saudável destinar tanto tempo falando disso, a não ser em um momento específico de debate.

Vale ressaltar que o mundo vive de crises, uma seguida de outra, uma crise é uma mudança brusca ou uma alteração importante no desenvolvimento de um evento ou acontecimento qualquer. Até o surgimento de uma nova tecnologia a serviço da vida gera uma crise, tornando algo automático e fazendo desaparecer empregos. A Dell Technologies patrocinou um estudo feito pelo Institute For The Future e este estudo prevê que 85% das profissões que estarão trabalhando em 2030, ainda não existem hoje. Estamos falando em um cenário de apenas 13 anos a nossa frente, isso já é uma crise e é inevitável.

A quem diga que as máquinas e a automação já estão tirando empregos, na verdade toda mudança de comportamento e principalmente tecnológica exige novas habilidade de todos nós. Lamento quando vejo pessoas resistentes à mudanças, sofrendo grande impacto, enquanto outros que se ocupam em produzir mudanças se adaptam com maior facilidade, e seguem o seu rumo com desafios e dificuldades mas sem maiores problemas. Foi jogando neste segundo time que cheguei ao cume da maior montanha da terra e realizei diversos outros sonhos bem ousados.

Sabendo que falar de crise gera pessimismo e não produz resultados, eu quero te fazer um convite: vem comigo fazer parte do time dos que trabalham para produzir as mudanças necessárias e não perdem tempo falando de crise. Então, xô coisa ruim.

Te desejo uma excelente semana com o meu abraço do tamanho do Everest.

*Rosier Alexandre é graduado em marketing, palestrante, consultor organizacional e alpinista profissional.

A coluna “Qual o seu Everest?” é publicada no Tribuna do Ceará todas as segundas-feiras e também vai ao ar na Tribuna BandNews (FM 101.7), às 9h10.

Publicidade

Dê sua opinião

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “Xô Crise!”

Muitas pessoas falam demais em crise a todo momento, uns para barganhar algo, outros para justificar os seus insucessos e por aí vai

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

6 de novembro de 2017 às 08:55

Há 2 semanas

Está na moda falar e exaltar a crise. A maioria dos telejornais e os principais portais de notícias não conseguem fugir deste assunto, sempre dão ênfase aos escândalos políticos, à violência e a outros assuntos indesejados.

Concordo que tudo precisa ser noticiado, porém a forma como é feita poucas vezes é informativa, é na maioria das vezes puramente sensacionalista. Muitas pessoas falam demais em crise a todo momento, uns para barganhar algo, outros para justificar os seus insucessos e por aí vai. Não importa a razão, não acho saudável destinar tanto tempo falando disso, a não ser em um momento específico de debate.

Vale ressaltar que o mundo vive de crises, uma seguida de outra, uma crise é uma mudança brusca ou uma alteração importante no desenvolvimento de um evento ou acontecimento qualquer. Até o surgimento de uma nova tecnologia a serviço da vida gera uma crise, tornando algo automático e fazendo desaparecer empregos. A Dell Technologies patrocinou um estudo feito pelo Institute For The Future e este estudo prevê que 85% das profissões que estarão trabalhando em 2030, ainda não existem hoje. Estamos falando em um cenário de apenas 13 anos a nossa frente, isso já é uma crise e é inevitável.

A quem diga que as máquinas e a automação já estão tirando empregos, na verdade toda mudança de comportamento e principalmente tecnológica exige novas habilidade de todos nós. Lamento quando vejo pessoas resistentes à mudanças, sofrendo grande impacto, enquanto outros que se ocupam em produzir mudanças se adaptam com maior facilidade, e seguem o seu rumo com desafios e dificuldades mas sem maiores problemas. Foi jogando neste segundo time que cheguei ao cume da maior montanha da terra e realizei diversos outros sonhos bem ousados.

Sabendo que falar de crise gera pessimismo e não produz resultados, eu quero te fazer um convite: vem comigo fazer parte do time dos que trabalham para produzir as mudanças necessárias e não perdem tempo falando de crise. Então, xô coisa ruim.

Te desejo uma excelente semana com o meu abraço do tamanho do Everest.

*Rosier Alexandre é graduado em marketing, palestrante, consultor organizacional e alpinista profissional.

A coluna “Qual o seu Everest?” é publicada no Tribuna do Ceará todas as segundas-feiras e também vai ao ar na Tribuna BandNews (FM 101.7), às 9h10.