Rosier Alexandre: “Se não tentar, não acontece”

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “Se não tentar, não acontece”

Mesmo vindo de uma família bem pobre, eu sempre acreditei que poderia mudar fortemente o rumo da minha história

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

2 de outubro de 2017 às 10:53

Há 2 meses

Por Rosier Alexandre

Essa semana ouvi uma pessoa falar uma frase que achei muito interessante: “se não tentar, não acontece”. Ficou marcada na minha cabeça. A identificação ocorreu porque sempre usei essa linha de raciocínio na minha vida. Mesmo vindo de uma família bem pobre, eu sempre acreditei que poderia mudar fortemente o rumo da minha história. Mesmo sabendo que seria difícil, entendia que só havia um caminho: tentar e fazer isso dando o melhor de mim.

Eu nunca tive ajuda financeira externa, mas, em casa, tive uma família equilibrada. Meus pais sempre viveram em harmonia, jamais se desrespeitaram. Eu cresci em um ambiente pobre materialmente, mas era um ambiente saudável psicologicamente e isso ajudou a fortalecer um conjunto de crenças positivas que me fizeram acreditar em possibilidades até bem ousadas.

Enquanto muita gente se limita a crer apenas no conhecido, eu sempre achei que poderia desbravar o desconhecido. Eu acredito que sempre posso ir além e – sabendo que, “se não tentar, não acontece”, nunca deixei de tentar e sempre tentei dando o melhor de mim.

Algumas vezes cheguei a errar e não consegui o que queria na hora planejada, mas, na grande maioria das vezes, eu consegui o que queria e, nas vezes em que não consegui, me serviram de reflexão e aprendizado. Descobri novos caminhos e novas formas de fazer algo e esta experiência foi enriquecedora.

Escalando as maiores montanhas da terra eu tive alguns insucessos, mas todos foram temporários porque jamais deixei de tentar e tentar novamente se necessário. Em todas as montanhas que me propus a escalar, eu coloquei meus pés no seu cume, mesmo exigindo até três suadas tentativas.

Espero e desejo que você sonhe bastante e, principalmente, nunca deixe de tentar, mesmo que necessite tentar duas, três ou mais vezes, porque “se não tentar, não acontece”.

*Rosier Alexandre é graduado em marketing, palestrante, consultor organizacional e alpinista profissional.

A coluna “Qual o seu Everest?” é publicada no Tribuna do Ceará todas as segundas-feiras e também vai ao ar na Tribuna BandNews (FM 101.7), às 9h10.

Publicidade

Dê sua opinião

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “Se não tentar, não acontece”

Mesmo vindo de uma família bem pobre, eu sempre acreditei que poderia mudar fortemente o rumo da minha história

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

2 de outubro de 2017 às 10:53

Há 2 meses

Por Rosier Alexandre

Essa semana ouvi uma pessoa falar uma frase que achei muito interessante: “se não tentar, não acontece”. Ficou marcada na minha cabeça. A identificação ocorreu porque sempre usei essa linha de raciocínio na minha vida. Mesmo vindo de uma família bem pobre, eu sempre acreditei que poderia mudar fortemente o rumo da minha história. Mesmo sabendo que seria difícil, entendia que só havia um caminho: tentar e fazer isso dando o melhor de mim.

Eu nunca tive ajuda financeira externa, mas, em casa, tive uma família equilibrada. Meus pais sempre viveram em harmonia, jamais se desrespeitaram. Eu cresci em um ambiente pobre materialmente, mas era um ambiente saudável psicologicamente e isso ajudou a fortalecer um conjunto de crenças positivas que me fizeram acreditar em possibilidades até bem ousadas.

Enquanto muita gente se limita a crer apenas no conhecido, eu sempre achei que poderia desbravar o desconhecido. Eu acredito que sempre posso ir além e – sabendo que, “se não tentar, não acontece”, nunca deixei de tentar e sempre tentei dando o melhor de mim.

Algumas vezes cheguei a errar e não consegui o que queria na hora planejada, mas, na grande maioria das vezes, eu consegui o que queria e, nas vezes em que não consegui, me serviram de reflexão e aprendizado. Descobri novos caminhos e novas formas de fazer algo e esta experiência foi enriquecedora.

Escalando as maiores montanhas da terra eu tive alguns insucessos, mas todos foram temporários porque jamais deixei de tentar e tentar novamente se necessário. Em todas as montanhas que me propus a escalar, eu coloquei meus pés no seu cume, mesmo exigindo até três suadas tentativas.

Espero e desejo que você sonhe bastante e, principalmente, nunca deixe de tentar, mesmo que necessite tentar duas, três ou mais vezes, porque “se não tentar, não acontece”.

*Rosier Alexandre é graduado em marketing, palestrante, consultor organizacional e alpinista profissional.

A coluna “Qual o seu Everest?” é publicada no Tribuna do Ceará todas as segundas-feiras e também vai ao ar na Tribuna BandNews (FM 101.7), às 9h10.