Rosier Alexandre: "As adversidades ensinam mais que as facilidades"

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “As adversidades ensinam mais que as facilidades”

As adversidades despertam em nós forças que jamais saberíamos tê-las em condições de conforto

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

22 de outubro de 2018 às 15:38

Há 4 semanas

Ninguém gosta de dificuldades ou sente prazer em tê-las. Porém, querendo ou não, elas vão surgir na sua vida. Luther King dizia: “A verdadeira medida de um homem não é como ele se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas como ele se mantém em tempos de controvérsia e desafio”.

As adversidades despertam em nós forças que jamais saberíamos tê-las em condições de conforto. E, quanto maior a dificuldade, maior o aprendizado. Enquanto fugir, não fará ela deixar de existir, apenas vai prolongar o seu sofrimento.

Eu escalei as maiores montanhas da terra, isso é um feito extraordinário. Mas o que nem sempre as pessoas veem ou sabem é o preço que eu paguei por cada conquista, as dificuldades que superei. Em três montanhas, não consegui chegar ao cume numa primeira expedição. No Everest, foram três expedições. Cada tentativa, sem um aparente sucesso, me ensinou e fortaleceu mais do que qualquer outra montanha que tive facilidades para chegar ao cume. Tudo isso me fortaleceu, acumulei novos aprendizados e sabedoria para entender que tudo tem um preço.

Diante de dificuldades, algo que abrevia as soluções era manter o equilíbrio emocional, saber que todos nós estamos sujeitos a grandes catástrofes, como guerras, crises políticas, financeiras e até conflitos de ordem familiar, que podem nos afetar ainda mais.

Busque inspiração em pessoas que já superaram desafios que pareciam intransponíveis e construíram uma vida produtiva e de sucesso. Você não vai resolver os seus problemas admirando o feito e as conquistas de outras pessoas, mas pode descobrir estratégias, ferramentas e comportamentos que podem te ajudar.

Tudo tem um propósito, até a dor. Aceite tomar o “remédio amargo” e verá surgir os resultados desejados.

Te desejo uma excelente semana com o meu abraço do tamanho do Everest.

Publicidade

Dê sua opinião

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “As adversidades ensinam mais que as facilidades”

As adversidades despertam em nós forças que jamais saberíamos tê-las em condições de conforto

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

22 de outubro de 2018 às 15:38

Há 4 semanas

Ninguém gosta de dificuldades ou sente prazer em tê-las. Porém, querendo ou não, elas vão surgir na sua vida. Luther King dizia: “A verdadeira medida de um homem não é como ele se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas como ele se mantém em tempos de controvérsia e desafio”.

As adversidades despertam em nós forças que jamais saberíamos tê-las em condições de conforto. E, quanto maior a dificuldade, maior o aprendizado. Enquanto fugir, não fará ela deixar de existir, apenas vai prolongar o seu sofrimento.

Eu escalei as maiores montanhas da terra, isso é um feito extraordinário. Mas o que nem sempre as pessoas veem ou sabem é o preço que eu paguei por cada conquista, as dificuldades que superei. Em três montanhas, não consegui chegar ao cume numa primeira expedição. No Everest, foram três expedições. Cada tentativa, sem um aparente sucesso, me ensinou e fortaleceu mais do que qualquer outra montanha que tive facilidades para chegar ao cume. Tudo isso me fortaleceu, acumulei novos aprendizados e sabedoria para entender que tudo tem um preço.

Diante de dificuldades, algo que abrevia as soluções era manter o equilíbrio emocional, saber que todos nós estamos sujeitos a grandes catástrofes, como guerras, crises políticas, financeiras e até conflitos de ordem familiar, que podem nos afetar ainda mais.

Busque inspiração em pessoas que já superaram desafios que pareciam intransponíveis e construíram uma vida produtiva e de sucesso. Você não vai resolver os seus problemas admirando o feito e as conquistas de outras pessoas, mas pode descobrir estratégias, ferramentas e comportamentos que podem te ajudar.

Tudo tem um propósito, até a dor. Aceite tomar o “remédio amargo” e verá surgir os resultados desejados.

Te desejo uma excelente semana com o meu abraço do tamanho do Everest.