Rosier Alexandre: “A arte da reclamação"
QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “A arte da reclamação”

Encontramos motivos de sobra para reclamar e com propriedade, mas é pura perda de tempo

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

6 de fevereiro de 2017 às 06:15

Há 2 meses

Por Rosier Alexandre

O Brasil está mostrando pequenos sinais de recuperação da economia, mas ainda temos um longo caminho pela frente. O desemprego está muito alto, os juros acima do Everest, a infraestrutura do país é uma lástima, até as obras da Copa do Mundo de 2014 ainda estão inacabadas. A podridão no mundo da política parece que nenhuma “lava jato” consegue limpar, e por aí vai.

Se você quiser se especializar em ser um reclamador oficial, isso é muito fácil. Encontramos motivos de sobra para reclamar e com propriedade, mas é pura perda de tempo. Ninguém vai te remunerar pela sua competência em reclamar.

Conheço alguns empresários que desenvolveram a arte da reclamação. Quando pergunto que livros ele leu ou que cursos ele fez nos últimos anos, ele não consegue me falar nenhum. O seu negócio está mal e ele só consegue atribuir a culpa ao governo e à crise política.

Este perfil de empresário vai ver esta crise política passar e ele ficará mais triste, por não encontrar mais tantos motivos para reclamar. Ele não percebe que o problema é ele mesmo, pois não estuda, não se recicla, está ultrapassado e desatualizado. Ele trabalha demais, porém sem foco e sem estratégia, não produz aquilo que deseja e em vez de estudar o seu próprio negócio e mudar de atitude, só consegue reclamar.

Se você quer ter sucesso, tranquilidade financeira para cuidar da vida, o caminho é outro completamente diferente. Estude, se capacite, capacite a sua equipe, pesquise, trabalhe em cima de planejamento e estratégia para crescer e se sobressair apesar do cenário.

Para escalar o Everest eu passei anos planejando e mais alguns anos treinando, porém eu cheguei lá e te garanto: você também pode chegar onde quiser.

Tenha uma excelente semana com o meu abraço do tamanho do Everest.

*Rosier Alexandre é graduado em marketing, palestrante, consultor organizacional e alpinista profissional.

A coluna “Qual o seu Everest?” é publicada no Tribuna do Ceará todas as segundas-feiras e também vai ao ar na Tribuna BandNews (FM 101.7), às 9h10.

Publicidade

Dê sua opinião

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “A arte da reclamação”

Encontramos motivos de sobra para reclamar e com propriedade, mas é pura perda de tempo

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

6 de fevereiro de 2017 às 06:15

Há 2 meses

Por Rosier Alexandre

O Brasil está mostrando pequenos sinais de recuperação da economia, mas ainda temos um longo caminho pela frente. O desemprego está muito alto, os juros acima do Everest, a infraestrutura do país é uma lástima, até as obras da Copa do Mundo de 2014 ainda estão inacabadas. A podridão no mundo da política parece que nenhuma “lava jato” consegue limpar, e por aí vai.

Se você quiser se especializar em ser um reclamador oficial, isso é muito fácil. Encontramos motivos de sobra para reclamar e com propriedade, mas é pura perda de tempo. Ninguém vai te remunerar pela sua competência em reclamar.

Conheço alguns empresários que desenvolveram a arte da reclamação. Quando pergunto que livros ele leu ou que cursos ele fez nos últimos anos, ele não consegue me falar nenhum. O seu negócio está mal e ele só consegue atribuir a culpa ao governo e à crise política.

Este perfil de empresário vai ver esta crise política passar e ele ficará mais triste, por não encontrar mais tantos motivos para reclamar. Ele não percebe que o problema é ele mesmo, pois não estuda, não se recicla, está ultrapassado e desatualizado. Ele trabalha demais, porém sem foco e sem estratégia, não produz aquilo que deseja e em vez de estudar o seu próprio negócio e mudar de atitude, só consegue reclamar.

Se você quer ter sucesso, tranquilidade financeira para cuidar da vida, o caminho é outro completamente diferente. Estude, se capacite, capacite a sua equipe, pesquise, trabalhe em cima de planejamento e estratégia para crescer e se sobressair apesar do cenário.

Para escalar o Everest eu passei anos planejando e mais alguns anos treinando, porém eu cheguei lá e te garanto: você também pode chegar onde quiser.

Tenha uma excelente semana com o meu abraço do tamanho do Everest.

*Rosier Alexandre é graduado em marketing, palestrante, consultor organizacional e alpinista profissional.

A coluna “Qual o seu Everest?” é publicada no Tribuna do Ceará todas as segundas-feiras e também vai ao ar na Tribuna BandNews (FM 101.7), às 9h10.