Flávia Castelo: "LET IT BE (em quatro atos)"

ALDEIA GLOCAL

Flávia Castelo: “LET IT BE (em quatro atos)”

Segundo ato: apocalipse.

Por Tribuna do Ceará em Flávia Castelo

18 de Abril de 2018 às 18:15

Há 1 mês

Por Flávia Castelo
…Aquela palavra não me saiu da cabeça. A-P-O-C-A-L-I-P-S-E…

Principalmente agora, lendo “Saturação” e ouvindo “Let it be”.

Oh, let it be, let it be, let it be, let it be/ Whisper words of wisdom, let it be.

Tanto o prefácio da edição brasileira da obra de Mafessoli, quanto a música dos Beatles faz o convite: “refletir sobre aquilo que está sendo amplamente vivido”. Pretensão, penso eu, que não desce redondo no ambiente proposto. Não porque brasileiro não saiba ou não goste de pensar. Mas porque lhe assaltaram o tempo: são oito horas trabalhando; quatro na faculdade ou outro curso – seja técnico, profissionalizante, de atualização ou pós-graduação; sete dormindo (a National Sleep Foundation recomenda de sete à nove); cinco para se alimentar, transportar, higienizar, fazer as necessidade fisiológicas básicas, descansar, dedicar à família, socializar, ter lazer, tempo para o ócio, se dedicar a uma atividade física e às artes, ter contato com a natureza e refletir sobre o que está passando, vivendo.

Hierarquizando cada ato, tendo a acreditar que o pensamento fica em último lugar. Repito: não porque o brasileiro não saiba refletir. Ou não goste. Mas porque roubaram-lhe as horas. Estas que poderiam servir para descerrar os olhos, como descreveu Saramago, face ao risco de uma situação terminal marginalizada. Fim do mundo?

Esta coluna é a segunda parte de uma ‘tetralogia’ baseada em: Maffesoli, Michel, 1944-Saturação / Michel Maffesoli ; tradução de Ana Goldberger. — São Paulo : Iluminuras : Itaú Cultural, 2010.

Urbi et orbi e faça parte da ALDEIA GLOCAL em aldeiaglocal.com.br, afinal, quanto mais global, mais local.

*Flávia Castelo é Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal do Ceará e Doutora em Biotecnologia pela mesma instituição e pela Universidade de Antuérpia/Bélgica. Flávia é advogada, professora e mãe.

A coluna “Aldeia Glocal” é publicada no Tribuna do Ceará, às quartas-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7), às 9h10 e 18:10h.

Publicidade

Dê sua opinião

ALDEIA GLOCAL

Flávia Castelo: “LET IT BE (em quatro atos)”

Segundo ato: apocalipse.

Por Tribuna do Ceará em Flávia Castelo

18 de Abril de 2018 às 18:15

Há 1 mês

Por Flávia Castelo
…Aquela palavra não me saiu da cabeça. A-P-O-C-A-L-I-P-S-E…

Principalmente agora, lendo “Saturação” e ouvindo “Let it be”.

Oh, let it be, let it be, let it be, let it be/ Whisper words of wisdom, let it be.

Tanto o prefácio da edição brasileira da obra de Mafessoli, quanto a música dos Beatles faz o convite: “refletir sobre aquilo que está sendo amplamente vivido”. Pretensão, penso eu, que não desce redondo no ambiente proposto. Não porque brasileiro não saiba ou não goste de pensar. Mas porque lhe assaltaram o tempo: são oito horas trabalhando; quatro na faculdade ou outro curso – seja técnico, profissionalizante, de atualização ou pós-graduação; sete dormindo (a National Sleep Foundation recomenda de sete à nove); cinco para se alimentar, transportar, higienizar, fazer as necessidade fisiológicas básicas, descansar, dedicar à família, socializar, ter lazer, tempo para o ócio, se dedicar a uma atividade física e às artes, ter contato com a natureza e refletir sobre o que está passando, vivendo.

Hierarquizando cada ato, tendo a acreditar que o pensamento fica em último lugar. Repito: não porque o brasileiro não saiba refletir. Ou não goste. Mas porque roubaram-lhe as horas. Estas que poderiam servir para descerrar os olhos, como descreveu Saramago, face ao risco de uma situação terminal marginalizada. Fim do mundo?

Esta coluna é a segunda parte de uma ‘tetralogia’ baseada em: Maffesoli, Michel, 1944-Saturação / Michel Maffesoli ; tradução de Ana Goldberger. — São Paulo : Iluminuras : Itaú Cultural, 2010.

Urbi et orbi e faça parte da ALDEIA GLOCAL em aldeiaglocal.com.br, afinal, quanto mais global, mais local.

*Flávia Castelo é Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal do Ceará e Doutora em Biotecnologia pela mesma instituição e pela Universidade de Antuérpia/Bélgica. Flávia é advogada, professora e mãe.

A coluna “Aldeia Glocal” é publicada no Tribuna do Ceará, às quartas-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7), às 9h10 e 18:10h.