Danielle Lodetti: "O quer comer para aumentar a massa muscular?"
COMER BEM, VIVER MELHOR

Danielle Lodetti: “O quer comer para aumentar a massa muscular?”

Ovo? Frango? Suplemento de proteína? Afinal, o que devemos comer para aumentar nossa massa muscular?

Por Tribuna do Ceará em Danielle Lodetti

27 de janeiro de 2017 às 09:06

Há 7 meses

Por Danielle Lodetti

Ovo? Frango? Suplemento de proteína? Afinal, o que devemos comer para aumentar nossa massa muscular? Gente, esta resposta não é assim tão simples. Quem está malhando e tentando ficar mais forte sabe o quanto esta massa muscular é difícil de ficar do jeito que a gente quer.

Na verdade, não existe UM ALIMENTO ESPECÍFICO que faça a massa muscular aumentar, e sim um conjunto de coisas que devemos fazer para que isto aconteça.

O primeiro, é treinar. Fazer atividade física resistida, com algum tipo de sobrecarga (e aí seu professor de educação física, treinador ou personal deve organizar uma rotina de treino adequada a você e ao que você quer. Não adianta pegar a ficha do amigo ou baixar na internet porque isto provavelmente não vai dar certo). Supondo que você esteja fazendo seus exercícios de forma correta, a alimentação deve estar organizada para seu objetivo. Malhar e comer errado provavelmente será uma combinação que não vai gerar bons resultados.

O exercício que você fez (voltado para aumento de massa muscular) irá gerar um sinal para que o músculo fabrique mais músculos (aumente a síntese proteica). Para que ele consiga fazer isto, nós temos que comer proteínas, que são a matéria prima para a síntese proteica. Mas não é só isso. Temos que comer carboidratos para dar aos músculos energia para fazer esta síntese. Temos que comer um pouco de gordura para gerar também energia e participar desta síntese. Temos que comer inúmeras vitaminas e minerais de que os músculos precisam. Temos que estar bem hidratados para que o sangue flua de forma adequada e leve aos músculos os nutrientes que você comeu.

E aí eu pergunto: você acha que, somente porque comeu 8 claras após o treino, vai dar certo? Claro que não. Aumentar a massa muscular envolve uma série de adaptações, nutrientes e exigências do organismo. Se a quantidade de calorias que você ingere no dia não estiver adequada, não adianta tomar 5 medidas de Whey Protein. Se você não fizer a refeições nas horas adequadas, também não. Após o treino, os músculos entram em um período de recuperação que pode durar 12 horas.

Então, se você treinou às 7h da manhã, sua alimentação deve estar adequada , pelo menos, até as 19h. Se você não dormir de forma adequada a chance de seu treino não render bons resultados aumenta. Precisamos de um conjunto de coisas para que você ganhe esta tão desejada massa muscular. E o treino e a dieta são INDIVIDUALIZADOS. Não existe um exercício mágico, um alimento mega power ou um suplemento milagroso. O que existe é um CONJUNTO DE CUIDADOS, TREINO, MUDANÇAS, ATITUDES E DEDICAÇÃO. E a genética conta demais!!! Por isso, vamos colocar o pé no chão, fazer a nossa parte, ter paciência e entender que nosso organismo é bem complexo. Mas, se a gente fizer tudo direitinho, os resultados vêm! Vai dar certo!

*Danielle Lodetti é nutricionista, especialista em fisiologia do exercício, nutrição estética, bioquímica aplicada à patologia, nutrição molecular e fitoterapia integrativa. Ela é sócia-proprietária da clínica Reviva Nutrição e proprietária da Reviva Sabor & Saúde.

A coluna “Comer bem, Viver melhor” é publicada no Tribuna do Ceará, às sextas-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7) nas segundas e quartas, às 8h45.

Publicidade

Dê sua opinião

COMER BEM, VIVER MELHOR

Danielle Lodetti: “O quer comer para aumentar a massa muscular?”

Ovo? Frango? Suplemento de proteína? Afinal, o que devemos comer para aumentar nossa massa muscular?

Por Tribuna do Ceará em Danielle Lodetti

27 de janeiro de 2017 às 09:06

Há 7 meses

Por Danielle Lodetti

Ovo? Frango? Suplemento de proteína? Afinal, o que devemos comer para aumentar nossa massa muscular? Gente, esta resposta não é assim tão simples. Quem está malhando e tentando ficar mais forte sabe o quanto esta massa muscular é difícil de ficar do jeito que a gente quer.

Na verdade, não existe UM ALIMENTO ESPECÍFICO que faça a massa muscular aumentar, e sim um conjunto de coisas que devemos fazer para que isto aconteça.

O primeiro, é treinar. Fazer atividade física resistida, com algum tipo de sobrecarga (e aí seu professor de educação física, treinador ou personal deve organizar uma rotina de treino adequada a você e ao que você quer. Não adianta pegar a ficha do amigo ou baixar na internet porque isto provavelmente não vai dar certo). Supondo que você esteja fazendo seus exercícios de forma correta, a alimentação deve estar organizada para seu objetivo. Malhar e comer errado provavelmente será uma combinação que não vai gerar bons resultados.

O exercício que você fez (voltado para aumento de massa muscular) irá gerar um sinal para que o músculo fabrique mais músculos (aumente a síntese proteica). Para que ele consiga fazer isto, nós temos que comer proteínas, que são a matéria prima para a síntese proteica. Mas não é só isso. Temos que comer carboidratos para dar aos músculos energia para fazer esta síntese. Temos que comer um pouco de gordura para gerar também energia e participar desta síntese. Temos que comer inúmeras vitaminas e minerais de que os músculos precisam. Temos que estar bem hidratados para que o sangue flua de forma adequada e leve aos músculos os nutrientes que você comeu.

E aí eu pergunto: você acha que, somente porque comeu 8 claras após o treino, vai dar certo? Claro que não. Aumentar a massa muscular envolve uma série de adaptações, nutrientes e exigências do organismo. Se a quantidade de calorias que você ingere no dia não estiver adequada, não adianta tomar 5 medidas de Whey Protein. Se você não fizer a refeições nas horas adequadas, também não. Após o treino, os músculos entram em um período de recuperação que pode durar 12 horas.

Então, se você treinou às 7h da manhã, sua alimentação deve estar adequada , pelo menos, até as 19h. Se você não dormir de forma adequada a chance de seu treino não render bons resultados aumenta. Precisamos de um conjunto de coisas para que você ganhe esta tão desejada massa muscular. E o treino e a dieta são INDIVIDUALIZADOS. Não existe um exercício mágico, um alimento mega power ou um suplemento milagroso. O que existe é um CONJUNTO DE CUIDADOS, TREINO, MUDANÇAS, ATITUDES E DEDICAÇÃO. E a genética conta demais!!! Por isso, vamos colocar o pé no chão, fazer a nossa parte, ter paciência e entender que nosso organismo é bem complexo. Mas, se a gente fizer tudo direitinho, os resultados vêm! Vai dar certo!

*Danielle Lodetti é nutricionista, especialista em fisiologia do exercício, nutrição estética, bioquímica aplicada à patologia, nutrição molecular e fitoterapia integrativa. Ela é sócia-proprietária da clínica Reviva Nutrição e proprietária da Reviva Sabor & Saúde.

A coluna “Comer bem, Viver melhor” é publicada no Tribuna do Ceará, às sextas-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7) nas segundas e quartas, às 8h45.