Águeda Muniz: "Planejamento e Gestão Urbanos"
CIDADES EM TRANSFORMAÇÃO

Águeda Muniz: “Planejamento e Gestão Urbanos”

O processo de planejamento e gestão da Coca-Cola, uma das maiores empresas do mundo e sua similaridade com o fazer cidade

Por Tribuna do Ceará em Águeda Muniz

19 de setembro de 2017 às 09:23

Há 1 mês

Por Águeda Muniz

Design to Grow. Poderia ser um livro de planejamento urbano. Mas não é. A obra de David Butler e Linda Tischler, diz respeito à Coca-Cola e sobre como uma das maiores empresas do mundo aprendeu a combinar escala e agilidade. Butler, que é Vice-Presidente de Inovação e Empreendedorismo da Companhia, apresenta a estratégia da empresa que tem a terceira marca mais valiosa do mundo, avaliada em cerca de US$ 75 bilhões e está presente em praticamente todos os países. Somente Cuba e Coreia do Norte, ou seja, dois países, não disponibilizam o produto, devido aos embargos comerciais dos Estados Unidos.

Grande e rápida, complexa e focada no produto e no cliente, apresenta uma enorme escala, mas é ágil para atender a toda sua clientela. A pergunta então é: Como a estratégia de desenvolvimento e inovação de uma megacompanhia de refrigerantes pode estar relacionada com o tema cidade? A reposta é simples: Muito mais do que imaginamos.

A companhia utilizou o design thinking, método que busca solução de problemas ou formas de melhorar continuamente o desempenho de empresas, envolvendo o comprometimento das pessoas, clientes e colaboradores, como peça-chave no desenvolvimento do produto. Ou seja, quando se aborda o tema cidade, quem é a peça-chave em seu desenvolvimento? O cidadão, que é usuário e que também faz a cidade.

Butler e Tischler afirmam que: “toda companhia deve buscar o atendimento em escala e de forma rápida para vencer”, “deve-se pensar a empresa de forma holística”, “simplificar, padronizar, integrar”, “pensar grande, mas começar de forma pontual”… São impressões que podem ser aplicadas a uma cidade, ou não?

Observa-se que governos do mundo inteiro, de diversas ideologias, buscam nos instrumentos da gestão empresarial respostas para as demandas da cidade contemporânea. Tornou-se imprescindível a necessidade de um novo modelo de gestão, que, em princípio, baseia-se no planejamento do processo de produção da cidade, que pode e deve ser estratégico, mas que necessariamente deve ser apoiado por uma nova governança. Contudo, além do desafio da problemática do planejamento, no novo modelo de gestão há também a necessidade de promoção da imagem da cidade e do valor de sua população.

A iniciativa de promover a imagem da cidade e o valor de sua população será sempre benéfica e, nesse contexto da cidade contemporânea, torna-se necessária para intensificar o caráter coletivo do “fazer cidade” e para atrair investimentos, internos e externos, além de promover o sentimento de pertencimento de seus cidadãos.

* Águeda Muniz é Doutora em Arquitetura e Urbanismo e titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza.

A coluna “Cidades em Transformação” é publicada no Tribuna do Ceará, às terça-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7) às 9h10 de terça-feira.

Publicidade

Dê sua opinião

CIDADES EM TRANSFORMAÇÃO

Águeda Muniz: “Planejamento e Gestão Urbanos”

O processo de planejamento e gestão da Coca-Cola, uma das maiores empresas do mundo e sua similaridade com o fazer cidade

Por Tribuna do Ceará em Águeda Muniz

19 de setembro de 2017 às 09:23

Há 1 mês

Por Águeda Muniz

Design to Grow. Poderia ser um livro de planejamento urbano. Mas não é. A obra de David Butler e Linda Tischler, diz respeito à Coca-Cola e sobre como uma das maiores empresas do mundo aprendeu a combinar escala e agilidade. Butler, que é Vice-Presidente de Inovação e Empreendedorismo da Companhia, apresenta a estratégia da empresa que tem a terceira marca mais valiosa do mundo, avaliada em cerca de US$ 75 bilhões e está presente em praticamente todos os países. Somente Cuba e Coreia do Norte, ou seja, dois países, não disponibilizam o produto, devido aos embargos comerciais dos Estados Unidos.

Grande e rápida, complexa e focada no produto e no cliente, apresenta uma enorme escala, mas é ágil para atender a toda sua clientela. A pergunta então é: Como a estratégia de desenvolvimento e inovação de uma megacompanhia de refrigerantes pode estar relacionada com o tema cidade? A reposta é simples: Muito mais do que imaginamos.

A companhia utilizou o design thinking, método que busca solução de problemas ou formas de melhorar continuamente o desempenho de empresas, envolvendo o comprometimento das pessoas, clientes e colaboradores, como peça-chave no desenvolvimento do produto. Ou seja, quando se aborda o tema cidade, quem é a peça-chave em seu desenvolvimento? O cidadão, que é usuário e que também faz a cidade.

Butler e Tischler afirmam que: “toda companhia deve buscar o atendimento em escala e de forma rápida para vencer”, “deve-se pensar a empresa de forma holística”, “simplificar, padronizar, integrar”, “pensar grande, mas começar de forma pontual”… São impressões que podem ser aplicadas a uma cidade, ou não?

Observa-se que governos do mundo inteiro, de diversas ideologias, buscam nos instrumentos da gestão empresarial respostas para as demandas da cidade contemporânea. Tornou-se imprescindível a necessidade de um novo modelo de gestão, que, em princípio, baseia-se no planejamento do processo de produção da cidade, que pode e deve ser estratégico, mas que necessariamente deve ser apoiado por uma nova governança. Contudo, além do desafio da problemática do planejamento, no novo modelo de gestão há também a necessidade de promoção da imagem da cidade e do valor de sua população.

A iniciativa de promover a imagem da cidade e o valor de sua população será sempre benéfica e, nesse contexto da cidade contemporânea, torna-se necessária para intensificar o caráter coletivo do “fazer cidade” e para atrair investimentos, internos e externos, além de promover o sentimento de pertencimento de seus cidadãos.

* Águeda Muniz é Doutora em Arquitetura e Urbanismo e titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza.

A coluna “Cidades em Transformação” é publicada no Tribuna do Ceará, às terça-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7) às 9h10 de terça-feira.