Águeda Muniz: "Inovar é preciso!"

CIDADES EM TRANSFORMAÇÃO

Águeda Muniz: “Inovar é preciso!”

Quando a inovação é capaz transformar a vida nas cidades

Por Tribuna do Ceará em Águeda Muniz

19 de dezembro de 2017 às 10:52

Há 10 meses

Falemos em inovação. E como a inovação pode transformar nossas cidades. Como o conhecimento e a tecnologia pode garantir a função social da cidade brasileira?

Você sabe o que acontece na internet em 60 segundos? Muita coisa… São 2,4 milhões de buscas sendo realizadas no site da Google, quase 40 mil postagens no Instagram, 150 milhões de e-mails enviados, mais de 20 milhões de mensagens enviadas pelo aplicativo WhatsApp… A internet em 60 segundos pode ser muito mais que isto quando sabemos que ela encurta distâncias e une cidades, países, continentes!

E os 60 segundos na internet apesar de circularem em fluxos virtuais, nós, usuários deste modal de transporte de informações estamos situados em cidades. Os mais de 200 mil dólares em compra por minuto no sitio eletrônico da Amazon são produtos que rapidamente estarão sendo distribuídos em nossas casas. Ou seja, chegam as nossas cidades. Enfim, a internet em 60 segundos é o resultado de muita inovação – conhecimento aliado à tecnologia.

Características da internet rapidamente se incorporaram a alma da cidade contemporânea que pode ser considerada dinâmica, complexa, multidimensional e fruto de uma ação coletiva e que busca na inovação a resposta para vencer desafios intrínsecos a sua época. Se a cidade moderna nasceu a partir da revolução industrial, a cidade contemporânea tem a inovação como sua promotora no século XXI. Foi a inovação que nos permitiu a globalização, ter uma sociedade informacional e o surgimento de uma nova economia. Tudo isto baseado no fluxo de informações, reduzindo distâncias, prazos, otimizando a vida das pessoas.

A diminuição das distâncias e prazos fez com que a troca de conhecimento (em tempo real) sobre “todas as coisas” – economia, meio ambiente, cultura, negócios, se tornasse realidade. Isto gerou novos negócios, infraestruturas, novas relações e por que não novas formas de viver a cidade!
Seria muita pretensão falar que no Brasil, a inovação é uma prioridade nossa. Afinal são séculos buscando garantir aquilo que o Estatuto da Cidade preconiza como função social da cidade, o que significa promover o acesso da população à vida urbana, por meio de cidades acessíveis, infraestruturas de qualidade, habitação, trabalho e renda para todos, espaços públicos estruturados e gestão democrática por meio da participação da população.

Sabemos que as economias nacionais bem-sucedidas no século XXI são cada vez mais medidas pela capacidade de gerar riqueza através da inovação gerando a economia do conhecimento. O valor hoje é dado às ideias, ao conhecimento, que são gerados a partir de inovação, invenção e patentes. O mundo está mudando, sobretudo nas cidades, onde as novas tecnologias, modelos de negócios, estilos de vida e as atitudes estão se unindo para reeditar as regras que distinguem o sucesso da mediocridade. Inovar é preciso!

* Águeda Muniz é Doutora em Arquitetura e Urbanismo e titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza.

A coluna “Cidades em Transformação” é publicada no Tribuna do Ceará, às terça-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7) às 9h10 de terça-feira.

Publicidade

Dê sua opinião

CIDADES EM TRANSFORMAÇÃO

Águeda Muniz: “Inovar é preciso!”

Quando a inovação é capaz transformar a vida nas cidades

Por Tribuna do Ceará em Águeda Muniz

19 de dezembro de 2017 às 10:52

Há 10 meses

Falemos em inovação. E como a inovação pode transformar nossas cidades. Como o conhecimento e a tecnologia pode garantir a função social da cidade brasileira?

Você sabe o que acontece na internet em 60 segundos? Muita coisa… São 2,4 milhões de buscas sendo realizadas no site da Google, quase 40 mil postagens no Instagram, 150 milhões de e-mails enviados, mais de 20 milhões de mensagens enviadas pelo aplicativo WhatsApp… A internet em 60 segundos pode ser muito mais que isto quando sabemos que ela encurta distâncias e une cidades, países, continentes!

E os 60 segundos na internet apesar de circularem em fluxos virtuais, nós, usuários deste modal de transporte de informações estamos situados em cidades. Os mais de 200 mil dólares em compra por minuto no sitio eletrônico da Amazon são produtos que rapidamente estarão sendo distribuídos em nossas casas. Ou seja, chegam as nossas cidades. Enfim, a internet em 60 segundos é o resultado de muita inovação – conhecimento aliado à tecnologia.

Características da internet rapidamente se incorporaram a alma da cidade contemporânea que pode ser considerada dinâmica, complexa, multidimensional e fruto de uma ação coletiva e que busca na inovação a resposta para vencer desafios intrínsecos a sua época. Se a cidade moderna nasceu a partir da revolução industrial, a cidade contemporânea tem a inovação como sua promotora no século XXI. Foi a inovação que nos permitiu a globalização, ter uma sociedade informacional e o surgimento de uma nova economia. Tudo isto baseado no fluxo de informações, reduzindo distâncias, prazos, otimizando a vida das pessoas.

A diminuição das distâncias e prazos fez com que a troca de conhecimento (em tempo real) sobre “todas as coisas” – economia, meio ambiente, cultura, negócios, se tornasse realidade. Isto gerou novos negócios, infraestruturas, novas relações e por que não novas formas de viver a cidade!
Seria muita pretensão falar que no Brasil, a inovação é uma prioridade nossa. Afinal são séculos buscando garantir aquilo que o Estatuto da Cidade preconiza como função social da cidade, o que significa promover o acesso da população à vida urbana, por meio de cidades acessíveis, infraestruturas de qualidade, habitação, trabalho e renda para todos, espaços públicos estruturados e gestão democrática por meio da participação da população.

Sabemos que as economias nacionais bem-sucedidas no século XXI são cada vez mais medidas pela capacidade de gerar riqueza através da inovação gerando a economia do conhecimento. O valor hoje é dado às ideias, ao conhecimento, que são gerados a partir de inovação, invenção e patentes. O mundo está mudando, sobretudo nas cidades, onde as novas tecnologias, modelos de negócios, estilos de vida e as atitudes estão se unindo para reeditar as regras que distinguem o sucesso da mediocridade. Inovar é preciso!

* Águeda Muniz é Doutora em Arquitetura e Urbanismo e titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza.

A coluna “Cidades em Transformação” é publicada no Tribuna do Ceará, às terça-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7) às 9h10 de terça-feira.