Águeda Muniz: Gentileza, gera Gentileza

CIDADES EM TRANSFORMAÇÃO

Águeda Muniz: “Gentileza, gera Gentileza”

Hoje, 25 de julho, oficialmente, é o dia da Gentileza Urbana na cidade de Fortaleza

Por Tribuna do Ceará em Águeda Muniz

25 de julho de 2017 às 09:30

Há 2 anos

Por Águeda Muniz

Hoje, 25 de julho, oficialmente, é o dia da Gentileza Urbana na cidade de Fortaleza. A data estimula atitudes individuais e coletivas, que propiciem um olhar mais generoso sobre as pessoas e sobre a cidade.

Quem são os gentis de nossa cidade? Certamente, não são o estereótipo do “homem cordial” a que se refere Sergio Buarque de Holanda em sua obra Raízes do Brasil. Segundo o autor, para o “homem cordial”, há uma extensão natural entre o público e o privado. Os gentis de nossa cidade, devem ser como os moradores da polis, os politikos da Grécia Antiga, aqueles que exercem a cidadania.

Fazer parte da cidade é muito mais que tirar proveito do que ela nos oferece, ao contrário, é contribuir, é compartilhar, é cooperar, … E nossa cidade – nossa polis –, comemora o retorno dos cidadãos aos espaços públicos, sejam parques, praças e áreas verdes, graças a esses gentis urbanos. Cidadãos que, por meio do voluntariado, passaram cuidar da cidade em parceria com o poder público.

flor-gentileza

(FOTO: Flickr/ Creative Commons/ Pedronchi)

Hoje é dia de comemorar a Gentileza Urbana com Maria Vital, professora universitária, servidora pública e cidadã de Fortaleza a implantação do Parklet Prof. Agerson Tabosa, na rua que também leva o nome do conceituado jurista e acadêmico. Rua que a Profa. Maria, para homenagear seu saudoso esposo, adotou e que em pouco tempo transformou-se no espaço da convivência, no espaço do pré-carnaval, no espaço da festa junina, … e agora irá também ser o espaço do “saber urbano”, já que o parklet implantado é dotado de biblioteca circulante.

Hoje também é dia de comemorar a Gentileza Urbana com Honorato Alves, o sapateiro Alves, artista de rua, escritor de muros, que encanta com sua simplicidade, alegria e a obstinação de ser e fazer o outro feliz! O sapateiro Alves que se diz “amigo do pobre, conhecido do rico” e que encanta ao transmitir gentileza por meio de sua arte.

Cidadãos, gentis urbanos. Profa. Maria Vital e o Sapateiro Alves: pessoas que talvez não se conheçam, mas pessoas que fazem a diferença em nossa cidade! O gentis podemos ser eu, você, nós… Praticar a gentileza seja com o próximo, seja com a cidade é algo transformador!

* Águeda Muniz é Doutora em Arquitetura e Urbanismo e titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza.

A coluna “Cidades em Transformação” é publicada no Tribuna do Ceará, às terça-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7) às 9h10 de terça-feira.

Publicidade

Dê sua opinião

CIDADES EM TRANSFORMAÇÃO

Águeda Muniz: “Gentileza, gera Gentileza”

Hoje, 25 de julho, oficialmente, é o dia da Gentileza Urbana na cidade de Fortaleza

Por Tribuna do Ceará em Águeda Muniz

25 de julho de 2017 às 09:30

Há 2 anos

Por Águeda Muniz

Hoje, 25 de julho, oficialmente, é o dia da Gentileza Urbana na cidade de Fortaleza. A data estimula atitudes individuais e coletivas, que propiciem um olhar mais generoso sobre as pessoas e sobre a cidade.

Quem são os gentis de nossa cidade? Certamente, não são o estereótipo do “homem cordial” a que se refere Sergio Buarque de Holanda em sua obra Raízes do Brasil. Segundo o autor, para o “homem cordial”, há uma extensão natural entre o público e o privado. Os gentis de nossa cidade, devem ser como os moradores da polis, os politikos da Grécia Antiga, aqueles que exercem a cidadania.

Fazer parte da cidade é muito mais que tirar proveito do que ela nos oferece, ao contrário, é contribuir, é compartilhar, é cooperar, … E nossa cidade – nossa polis –, comemora o retorno dos cidadãos aos espaços públicos, sejam parques, praças e áreas verdes, graças a esses gentis urbanos. Cidadãos que, por meio do voluntariado, passaram cuidar da cidade em parceria com o poder público.

flor-gentileza

(FOTO: Flickr/ Creative Commons/ Pedronchi)

Hoje é dia de comemorar a Gentileza Urbana com Maria Vital, professora universitária, servidora pública e cidadã de Fortaleza a implantação do Parklet Prof. Agerson Tabosa, na rua que também leva o nome do conceituado jurista e acadêmico. Rua que a Profa. Maria, para homenagear seu saudoso esposo, adotou e que em pouco tempo transformou-se no espaço da convivência, no espaço do pré-carnaval, no espaço da festa junina, … e agora irá também ser o espaço do “saber urbano”, já que o parklet implantado é dotado de biblioteca circulante.

Hoje também é dia de comemorar a Gentileza Urbana com Honorato Alves, o sapateiro Alves, artista de rua, escritor de muros, que encanta com sua simplicidade, alegria e a obstinação de ser e fazer o outro feliz! O sapateiro Alves que se diz “amigo do pobre, conhecido do rico” e que encanta ao transmitir gentileza por meio de sua arte.

Cidadãos, gentis urbanos. Profa. Maria Vital e o Sapateiro Alves: pessoas que talvez não se conheçam, mas pessoas que fazem a diferença em nossa cidade! O gentis podemos ser eu, você, nós… Praticar a gentileza seja com o próximo, seja com a cidade é algo transformador!

* Águeda Muniz é Doutora em Arquitetura e Urbanismo e titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza.

A coluna “Cidades em Transformação” é publicada no Tribuna do Ceará, às terça-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7) às 9h10 de terça-feira.