Águeda Muniz: “Dias melhores, pra sempre!”
CIDADES EM TRANSFORMAÇÃO

Águeda Muniz: “Dias melhores, pra sempre!”

O ano de 2017 chega cheio de esperança que o mundo pode ser melhor. E o desejo para a cidade de Fortaleza é justamente esse

Por Tribuna do Ceará em Águeda Muniz

3 de janeiro de 2017 às 08:38

Há 2 meses

Por Águeda Muniz

Estamos vivendo dias desafiadores. Para muitos de nós, o pensamento que nos permeia é: “Ufa! 2016 se foi!”. E 2017 chega cheio de expectativa, de esperança que o mundo pode ser melhor.No Brasil, gestões municipais se iniciam, ou mesmo reiniciam, continuam. Prefeitos tentam reinventar suas cidades.

Em meio a uma crise política que vem abalando a credibilidade da Administração Pública em nosso país, uma crise financeira reduziu investimentos e, mais ainda, está impossibilitando que várias cidades possam cumprir suas obrigações, por exemplo, o pagamento dos salários do funcionalismo público. Esta é a realidade de muitas cidades brasileiras.

Em meio ao corte de gastos obrigatório nestes tempos de crise, muitos dos prefeitos eleitos e reeleitos se viram obrigados a tomar medidas necessárias, ou melhor, imprescindíveis. Medidas estas que vão de eliminar os resquícios de benefícios imputados as autoridades até novas formas de custear ações prestadas pela Administração Pública.

fortaleza-flickr

O desejo para a cidade de Fortaleza é de “dias melhores pra sempre” (FOTO: Flickr/ Creative Commons/ Fernanda Gonçalves)

Ou seja, com a criatividade necessária, várias cidades estão adotando arranjos público-privados para manter suas praças, suas infraestruturas. Com a austeridade necessária, várias cidades estão deixando benefícios outrora dados ao chamado “primeiro escalão” do governo, demonstrando que se pode otimizar a máquina pública e se ter uma cidade mais justa, menos desigual. Mais que isto, a Administração Pública em muitas cidades brasileiras vem se colocando a serviço de quem realmente mais interessa: o cidadão!

Se pensarmos bem, na maioria das cidades brasileiras, a Prefeitura Municipal é a maior empresa prestadora de serviços, pois é uma das que mais emprega, uma das que mais arrecada e é composta de milhares ou como no caso de Fortaleza e outras cidades, milhões de sócios que a cada quatro anos elege um gerente para administrar seu patrimônio.

É por isso que os novos administradores públicos vêm, ultimamente, tentando implantar uma gestão por resultados. Novos prefeitos vêm claramente com a ideia de servir, trabalhar e atender às demandas de uma população que, como sócia, exige melhores serviços, melhor atendimento, uma cidade melhor!

Em Fortaleza, o prefeito reeleito Roberto Cláudio anunciou que incentivos fiscais para novos negócios, arranjos público-privados, desburocratização e capacitação em especial para o primeiro emprego serão uma das formas de Fortaleza driblar a crise financeira, reduzir seus gastos de custeios e promover o desenvolvimento, o bem estar e a melhoria da qualidade de vida em nossa cidade.

Fortaleza quer ser para seu cidadão, a cidade das oportunidades! E como diz a letra da música de autoria de Rogério Flausino: “Dias melhores, pra sempre”. Portanto, Fortaleza, que 2017 traga pra você e os seus “DIAS MELHORES, PRA SEMPRE”!

* Águeda Muniz é Doutora em Arquitetura e Urbanismo e titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza.

A coluna “Cidades em Transformação” é publicada no Tribuna do Ceará, às terça-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7) às 9h10 de terça-feira.

Publicidade

Dê sua opinião

CIDADES EM TRANSFORMAÇÃO

Águeda Muniz: “Dias melhores, pra sempre!”

O ano de 2017 chega cheio de esperança que o mundo pode ser melhor. E o desejo para a cidade de Fortaleza é justamente esse

Por Tribuna do Ceará em Águeda Muniz

3 de janeiro de 2017 às 08:38

Há 2 meses

Por Águeda Muniz

Estamos vivendo dias desafiadores. Para muitos de nós, o pensamento que nos permeia é: “Ufa! 2016 se foi!”. E 2017 chega cheio de expectativa, de esperança que o mundo pode ser melhor.No Brasil, gestões municipais se iniciam, ou mesmo reiniciam, continuam. Prefeitos tentam reinventar suas cidades.

Em meio a uma crise política que vem abalando a credibilidade da Administração Pública em nosso país, uma crise financeira reduziu investimentos e, mais ainda, está impossibilitando que várias cidades possam cumprir suas obrigações, por exemplo, o pagamento dos salários do funcionalismo público. Esta é a realidade de muitas cidades brasileiras.

Em meio ao corte de gastos obrigatório nestes tempos de crise, muitos dos prefeitos eleitos e reeleitos se viram obrigados a tomar medidas necessárias, ou melhor, imprescindíveis. Medidas estas que vão de eliminar os resquícios de benefícios imputados as autoridades até novas formas de custear ações prestadas pela Administração Pública.

fortaleza-flickr

O desejo para a cidade de Fortaleza é de “dias melhores pra sempre” (FOTO: Flickr/ Creative Commons/ Fernanda Gonçalves)

Ou seja, com a criatividade necessária, várias cidades estão adotando arranjos público-privados para manter suas praças, suas infraestruturas. Com a austeridade necessária, várias cidades estão deixando benefícios outrora dados ao chamado “primeiro escalão” do governo, demonstrando que se pode otimizar a máquina pública e se ter uma cidade mais justa, menos desigual. Mais que isto, a Administração Pública em muitas cidades brasileiras vem se colocando a serviço de quem realmente mais interessa: o cidadão!

Se pensarmos bem, na maioria das cidades brasileiras, a Prefeitura Municipal é a maior empresa prestadora de serviços, pois é uma das que mais emprega, uma das que mais arrecada e é composta de milhares ou como no caso de Fortaleza e outras cidades, milhões de sócios que a cada quatro anos elege um gerente para administrar seu patrimônio.

É por isso que os novos administradores públicos vêm, ultimamente, tentando implantar uma gestão por resultados. Novos prefeitos vêm claramente com a ideia de servir, trabalhar e atender às demandas de uma população que, como sócia, exige melhores serviços, melhor atendimento, uma cidade melhor!

Em Fortaleza, o prefeito reeleito Roberto Cláudio anunciou que incentivos fiscais para novos negócios, arranjos público-privados, desburocratização e capacitação em especial para o primeiro emprego serão uma das formas de Fortaleza driblar a crise financeira, reduzir seus gastos de custeios e promover o desenvolvimento, o bem estar e a melhoria da qualidade de vida em nossa cidade.

Fortaleza quer ser para seu cidadão, a cidade das oportunidades! E como diz a letra da música de autoria de Rogério Flausino: “Dias melhores, pra sempre”. Portanto, Fortaleza, que 2017 traga pra você e os seus “DIAS MELHORES, PRA SEMPRE”!

* Águeda Muniz é Doutora em Arquitetura e Urbanismo e titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza.

A coluna “Cidades em Transformação” é publicada no Tribuna do Ceará, às terça-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7) às 9h10 de terça-feira.