Projeto da UFC lança aplicativo que indica os direitos do idoso
TERCEIRA IDADE

Projeto da UFC lança aplicativo que indica os direitos do idoso

Ferramenta busca assegurar o direito dos idosos, disponibilizando o acesso rápido a leis em smartphone

Por Matheus Ribeiro em Tecnologia

30 de setembro de 2016 às 14:55

Há 7 meses
App busca garantir os direitos dos idosos (FOTO: Camila Cabral)

App busca garantir os direitos dos idosos (FOTO: Camila Cabral)

Garantir o respeito durante a terceira idade é o objetivo de muitas pessoas que possuem o privilégio de chegar nesta faixa etária. Com a intenção de desafiar a sociedade a deixar de ter estereótipos negativos contra as pessoas mais velhas e contra o processo de envelhecimento, a Organização das Nações Unidas comemora neste dia 1º de outubro o Dia Mundial do Idoso.

Assim como diversas partes do mundo, Fortaleza deve receber ações em prol da terceira idade. Nesta sábado (1º), a Universidade Federal do Ceará (UFC) pretende contribuir para este desafio ao lançar um aplicativo chamado Cartilha do Idoso. Este aplicativo pretende ser um instrumento de cidadania, contribuindo para assegurar o direito dos idosos, disponibilizando o acesso rápido às leis por meio de um smartphone.

Segundo a coordenadora do projeto, Inga Saboia, o app possui um objetivo específico. “A cartilha tem como objetivo informar, em linguagem de fácil entendimento, os direitos dos idosos, além de indicar os locais de atendimento no caso de sua violação. É possível encontrar orientações sobre os benefícios sociais, esclarecimentos sobre os tipos de aposentadoria existentes e explicações sobre a proibição de discriminação às pessoas idosas nos planos de saúde”, destaca. 

O aplicativo traz uma série de funcionalidades pensadas para que os próprios seniores sejam os usuários. Dessa forma, o foco principal foi a acessibilidade, em que pensou-se na facilidade de uso e em funções que trouxessem valor à vida das pessoas. Assim, o projeto permitirá um cálculo do tempo para aposentadoria, acesso rápido aos direitos do idoso através de uma busca e categorias, além de disponibilização das leis na íntegra.

Parceria

A Cartilha do Idoso é fruto de uma parceria entre dois grupos de extensão da Universidade Federal do Ceará. O primeiro foi o Prisma, Programa de Inclusão Social na Maturidade, responsável pelo estudo dos direitos dos idosos e pela reformulação do conteúdo em uma linguagem mais acessível, sob a coordenação do professor Felipe Braga Albuquerque.

O segundo foi Formigra, Formação de Interfaces Gráficas, encarregado de todo o desenvolvimento do aplicativo. O projeto ainda contou com a parceria da Universidade Sem Fronteiras e com o apoio do Ricardo Timóteo, que há mais de 20 anos incentiva o uso das novas tecnologias pelos idosos.

O aplicativo estará disponível para smartphones com sistema operativo Android na Playstore a partir deste sábado (1) e será gratuito, bastando procurar pelo nome Cartilha do Idoso e o encontrará em poucos segundos.

Publicidade

Dê sua opinião

TERCEIRA IDADE

Projeto da UFC lança aplicativo que indica os direitos do idoso

Ferramenta busca assegurar o direito dos idosos, disponibilizando o acesso rápido a leis em smartphone

Por Matheus Ribeiro em Tecnologia

30 de setembro de 2016 às 14:55

Há 7 meses
App busca garantir os direitos dos idosos (FOTO: Camila Cabral)

App busca garantir os direitos dos idosos (FOTO: Camila Cabral)

Garantir o respeito durante a terceira idade é o objetivo de muitas pessoas que possuem o privilégio de chegar nesta faixa etária. Com a intenção de desafiar a sociedade a deixar de ter estereótipos negativos contra as pessoas mais velhas e contra o processo de envelhecimento, a Organização das Nações Unidas comemora neste dia 1º de outubro o Dia Mundial do Idoso.

Assim como diversas partes do mundo, Fortaleza deve receber ações em prol da terceira idade. Nesta sábado (1º), a Universidade Federal do Ceará (UFC) pretende contribuir para este desafio ao lançar um aplicativo chamado Cartilha do Idoso. Este aplicativo pretende ser um instrumento de cidadania, contribuindo para assegurar o direito dos idosos, disponibilizando o acesso rápido às leis por meio de um smartphone.

Segundo a coordenadora do projeto, Inga Saboia, o app possui um objetivo específico. “A cartilha tem como objetivo informar, em linguagem de fácil entendimento, os direitos dos idosos, além de indicar os locais de atendimento no caso de sua violação. É possível encontrar orientações sobre os benefícios sociais, esclarecimentos sobre os tipos de aposentadoria existentes e explicações sobre a proibição de discriminação às pessoas idosas nos planos de saúde”, destaca. 

O aplicativo traz uma série de funcionalidades pensadas para que os próprios seniores sejam os usuários. Dessa forma, o foco principal foi a acessibilidade, em que pensou-se na facilidade de uso e em funções que trouxessem valor à vida das pessoas. Assim, o projeto permitirá um cálculo do tempo para aposentadoria, acesso rápido aos direitos do idoso através de uma busca e categorias, além de disponibilização das leis na íntegra.

Parceria

A Cartilha do Idoso é fruto de uma parceria entre dois grupos de extensão da Universidade Federal do Ceará. O primeiro foi o Prisma, Programa de Inclusão Social na Maturidade, responsável pelo estudo dos direitos dos idosos e pela reformulação do conteúdo em uma linguagem mais acessível, sob a coordenação do professor Felipe Braga Albuquerque.

O segundo foi Formigra, Formação de Interfaces Gráficas, encarregado de todo o desenvolvimento do aplicativo. O projeto ainda contou com a parceria da Universidade Sem Fronteiras e com o apoio do Ricardo Timóteo, que há mais de 20 anos incentiva o uso das novas tecnologias pelos idosos.

O aplicativo estará disponível para smartphones com sistema operativo Android na Playstore a partir deste sábado (1) e será gratuito, bastando procurar pelo nome Cartilha do Idoso e o encontrará em poucos segundos.