Cearense inventa ventilador com controle remoto

Cearense inventa ventilador com controle remoto

Rômulo Ferrer criou o aparelho pensando principalmente no conforto para os idosos e deficientes

Por Renata Monte em Tecnologia

29 de setembro de 2014 às 10:00

Há 3 anos
Rômulo Ferrer e o ventilador que funciona com qualquer controle remoto. (Foto: Divulgação)

Rômulo Ferrer e o ventilador que funciona com qualquer controle remoto. (Foto: Divulgação)

O que era sonho de consumo de muita gente virou realidade. Agora não é mais preciso levantar pra ligar, desligar ou mudar velocidade de ventilador. O cearense Rômulo Ferrer fez com que isso fosse possível. O Smart Fan, idealizado por ele, funciona com qualquer controle remoto e já está disponível no mercado.

O produto funciona de maneira bem simples, basta pressionar tecla de qualquer controle remoto durante alguns segundos, sendo possível, por exemplo, ligar a TV e o ventilador pelo mesmo equipamento. Além disso, o aparelho deu adeus ao botão que comanda as velocidades. Com painel sensível ao toque, o ventilador muda sua celeridade.

Segundo Ferrer, a ideia surgiu quando ele ainda estava no curso técnico de Telecomunicações, no Instituto Federal de Ciência, Educação e Tecnologia do Ceará (IFCE) e passava as tardes com a avó. “Minha avó ficava ‘ô, meu filho, liga ali o ventilador’ ou ‘ô, meu filho, tá muito forte esse vento, diminua'”, relembra. Na época, ele tinha aulas de Microcontroladores e decidiu mexer na estrutura do controle remoto, adaptando para o ventilador. A ideia só foi colocada para frente há alguns anos, quando montou sua empresa genuinamente cearense com um amigo e o ex-professor.

A visão do trio é de contribuir com a sociedade, levando conforto e comodidade, criando produtos que sejam acessíveis à todos. Rômulo explica que pensou, principalmente, em deficientes e idosos ao idealizar o Smart Fan. “O produto entra como um acessório de mobilidade, para que as pessoas não dependam de outras. Você tá com a perna quebrada, com problema de mobilidade e não tem mais que chamar alguém pra ligar o ventilador”, explica.

O produto custa entre R$ 169 e R$ 189 e já está sendo vendido em outros estados do nordeste também, em processo de expansão comercial. Ferrer garante que as invenções não vão parar. Em breve, outros produtos com o mesmo valor de comodidade e acessibilidade estarão sendo lançados.

Publicidade

Dê sua opinião

Cearense inventa ventilador com controle remoto

Rômulo Ferrer criou o aparelho pensando principalmente no conforto para os idosos e deficientes

Por Renata Monte em Tecnologia

29 de setembro de 2014 às 10:00

Há 3 anos
Rômulo Ferrer e o ventilador que funciona com qualquer controle remoto. (Foto: Divulgação)

Rômulo Ferrer e o ventilador que funciona com qualquer controle remoto. (Foto: Divulgação)

O que era sonho de consumo de muita gente virou realidade. Agora não é mais preciso levantar pra ligar, desligar ou mudar velocidade de ventilador. O cearense Rômulo Ferrer fez com que isso fosse possível. O Smart Fan, idealizado por ele, funciona com qualquer controle remoto e já está disponível no mercado.

O produto funciona de maneira bem simples, basta pressionar tecla de qualquer controle remoto durante alguns segundos, sendo possível, por exemplo, ligar a TV e o ventilador pelo mesmo equipamento. Além disso, o aparelho deu adeus ao botão que comanda as velocidades. Com painel sensível ao toque, o ventilador muda sua celeridade.

Segundo Ferrer, a ideia surgiu quando ele ainda estava no curso técnico de Telecomunicações, no Instituto Federal de Ciência, Educação e Tecnologia do Ceará (IFCE) e passava as tardes com a avó. “Minha avó ficava ‘ô, meu filho, liga ali o ventilador’ ou ‘ô, meu filho, tá muito forte esse vento, diminua'”, relembra. Na época, ele tinha aulas de Microcontroladores e decidiu mexer na estrutura do controle remoto, adaptando para o ventilador. A ideia só foi colocada para frente há alguns anos, quando montou sua empresa genuinamente cearense com um amigo e o ex-professor.

A visão do trio é de contribuir com a sociedade, levando conforto e comodidade, criando produtos que sejam acessíveis à todos. Rômulo explica que pensou, principalmente, em deficientes e idosos ao idealizar o Smart Fan. “O produto entra como um acessório de mobilidade, para que as pessoas não dependam de outras. Você tá com a perna quebrada, com problema de mobilidade e não tem mais que chamar alguém pra ligar o ventilador”, explica.

O produto custa entre R$ 169 e R$ 189 e já está sendo vendido em outros estados do nordeste também, em processo de expansão comercial. Ferrer garante que as invenções não vão parar. Em breve, outros produtos com o mesmo valor de comodidade e acessibilidade estarão sendo lançados.