Cearense desenvolve aplicativo financeiro que ajuda a controlar dívidas


Cearense desenvolve aplicativo financeiro que ajuda a controlar dívidas

Com o gerenciador, é possível saber exatamente onde você está gastando e no que deve economizar

Por Roberta Tavares em Tecnologia

16 de outubro de 2014 às 08:00

Há 4 anos
Carlos Terceiro (com tablet), ao lado dos amigos idealizadores do app (FOTO: Arquivo pessoal)

Carlos Terceiro (com tablet), ao lado dos amigos idealizadores do app (FOTO: Arquivo pessoal)

Muitas pessoas se envergonham de ter dívidas. O importante, na verdade, é buscar a solução do problema, seja com a ajuda de familiares, amigos ou de um aplicativo. Isso mesmo! O cearense Carlos Terceiro, de apenas 23 anos, desenvolveu o Gerenciador Financeiro Mobills, que pode ajudá-lo a lidar melhor com o seu dinheiro.

O aplicativo foi desenvolvido em um ano, inicialmente apenas para utilização do próprio criador cearense. “Eu sempre gostei muito da parte de finanças e procurava me informar para ter uma educação financeira. Pensei, então, em criar um app. No começo era bem simples, só para cadastrar os meus gastos. Acabei disponibilizando no Google Play e percebi que as pessoas baixavam, usavam e davam sugestões”, explica o Analista de Sistema. A participação foi crescendo, até que Carlos decidiu atualizar o app com as sugestões dos usuários. Criou-se, assim, o Mobills.

Mobills possibilita que o internauta saiba como deve economizar

Mobills possibilita que o internauta saiba como deve economizar

Com o gerenciador, é possível saber exatamente onde você está gastando e no que deve economizar, de maneira prática e detalhada. Dá para assumir o controle dos seus gastos com supermercado, lazer, cabeleireiro, transporte, contas de luz, água e telefone, e ainda acompanhar o fluxo de dinheiro da sua vida por meio de gráficos simples e objetivos.

“A grande dificuldade das pessoas para controlarem as finanças é a perda da motivação. É preciso ter uma certa habilidade. O aplicativo ajuda, inclusive com gráfico de progressão de saldo”, conta o idealizador. Todas as transações são categorizadas e calculadas em tempo real. Os gráficos interativos analisam os gastos e podem até ser exportados para Excel. Sincronizando os dados na nuvem, com o sistema web Mobills, os relatórios poderão ser acessados pelo computador.

Como funciona

Para utilizar o aplicativo, o usuário deve fazer um cadastro. É possível colocar nele um orçamento mensal e receber um alerta quando 80% desse valor já tiver sido gasto. O aplicativo divide os gastos em um gráfico de acordo com o tipo de despesa, além de alertar sobre contas pendentes e mostrar o saldo final do mês. Também permite visualizar o status atual do orçamento planejado. O app está disponível para Android e pode ser acessado no computador.

Ao todo, mais de 600 mil downloads foram feitos. Em média, existem 30 mil usuários ativos. O app tem a versão gratuita e a paga. A diferença entre elas é o módulo de cartão de crédito. “Os assinantes têm a possibilidade de gerenciar o cartão de crédito, fazendo a projeção no futuro. Você vai gastando e vai sabendo o que vai vir na fatura do próximo mês. Além de ter um suporte personalizado somente para assinantes”. A intenção é que seja disponibilizada, em breve, a versão iOS.

Publicidade

Dê sua opinião

Cearense desenvolve aplicativo financeiro que ajuda a controlar dívidas

Com o gerenciador, é possível saber exatamente onde você está gastando e no que deve economizar

Por Roberta Tavares em Tecnologia

16 de outubro de 2014 às 08:00

Há 4 anos
Carlos Terceiro (com tablet), ao lado dos amigos idealizadores do app (FOTO: Arquivo pessoal)

Carlos Terceiro (com tablet), ao lado dos amigos idealizadores do app (FOTO: Arquivo pessoal)

Muitas pessoas se envergonham de ter dívidas. O importante, na verdade, é buscar a solução do problema, seja com a ajuda de familiares, amigos ou de um aplicativo. Isso mesmo! O cearense Carlos Terceiro, de apenas 23 anos, desenvolveu o Gerenciador Financeiro Mobills, que pode ajudá-lo a lidar melhor com o seu dinheiro.

O aplicativo foi desenvolvido em um ano, inicialmente apenas para utilização do próprio criador cearense. “Eu sempre gostei muito da parte de finanças e procurava me informar para ter uma educação financeira. Pensei, então, em criar um app. No começo era bem simples, só para cadastrar os meus gastos. Acabei disponibilizando no Google Play e percebi que as pessoas baixavam, usavam e davam sugestões”, explica o Analista de Sistema. A participação foi crescendo, até que Carlos decidiu atualizar o app com as sugestões dos usuários. Criou-se, assim, o Mobills.

Mobills possibilita que o internauta saiba como deve economizar

Mobills possibilita que o internauta saiba como deve economizar

Com o gerenciador, é possível saber exatamente onde você está gastando e no que deve economizar, de maneira prática e detalhada. Dá para assumir o controle dos seus gastos com supermercado, lazer, cabeleireiro, transporte, contas de luz, água e telefone, e ainda acompanhar o fluxo de dinheiro da sua vida por meio de gráficos simples e objetivos.

“A grande dificuldade das pessoas para controlarem as finanças é a perda da motivação. É preciso ter uma certa habilidade. O aplicativo ajuda, inclusive com gráfico de progressão de saldo”, conta o idealizador. Todas as transações são categorizadas e calculadas em tempo real. Os gráficos interativos analisam os gastos e podem até ser exportados para Excel. Sincronizando os dados na nuvem, com o sistema web Mobills, os relatórios poderão ser acessados pelo computador.

Como funciona

Para utilizar o aplicativo, o usuário deve fazer um cadastro. É possível colocar nele um orçamento mensal e receber um alerta quando 80% desse valor já tiver sido gasto. O aplicativo divide os gastos em um gráfico de acordo com o tipo de despesa, além de alertar sobre contas pendentes e mostrar o saldo final do mês. Também permite visualizar o status atual do orçamento planejado. O app está disponível para Android e pode ser acessado no computador.

Ao todo, mais de 600 mil downloads foram feitos. Em média, existem 30 mil usuários ativos. O app tem a versão gratuita e a paga. A diferença entre elas é o módulo de cartão de crédito. “Os assinantes têm a possibilidade de gerenciar o cartão de crédito, fazendo a projeção no futuro. Você vai gastando e vai sabendo o que vai vir na fatura do próximo mês. Além de ter um suporte personalizado somente para assinantes”. A intenção é que seja disponibilizada, em breve, a versão iOS.