Posts com a tag: governo federal

 

Falta de pagamento da Operação Carro-Pipa deixa moradores de Campos Sales sem água

De acordo com o prefeito da cidade, o repasse está atrasado há três meses

Ceará sofre uma das piores secas dos últimos 60 anos (Foto: Divulgação)

Ceará sofre uma das piores secas dos últimos 60 anos (Foto: Divulgação)

Moradores do município de Campos Sales, interior do Ceará sofrem com a falta de água desde o início da semana. O serviço de distribuição de água por meio de carros-pipa, que atende a população durante o período de seca, foi suspenso devido a falta de repasse financeiro do Governo Federal. Os  17 “pipeiros”, proprietários de carros-pipa que transportam a água do município, paralisaram a distribuição por conta do atraso no pagamento do serviço.

Operação Carro-Pipa

A operação distribui água potável por meio de carro-pipa para a população situada nas regiões afetadas pela seca ou estiagem, especialmente no Semiárido nordestino e norte de Minas Gerais. A ação é uma parceria do Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil, com o Exército Brasileiro. A execução do programa, incluindo contratação, seleção, fiscalização e pagamento dos pipeiros, é de responsabilidade do Comando de Operações Terrestres do Exército Brasileiro (Coter).

De acordo com o prefeito da cidade, Moésio Loiola, o repasse está atrasado há três meses. A informação é confirmada pelo pipeiro Luís Cláudio. “O último pagamento que recebemos foi em setembro. Fizemos uma parceria com o dono do posto de combustíveis da cidade para não ter que parar o serviço, o que estava dando certo até alguns dias. Mas como estamos há três meses sem pagá-lo, ele nos informou que não pode aumentar o prazo para não ficar no prejuízo. Só para abastecer o meu caminhão, nesses 90 dias, ele teve um prejuízo de 12 mil reais.”

O diretor da Defesa Civil do município, Afonso Carlos, informou que o pagamento será regularizado a partir de hoje:

“O coordenador da Operação, Capitão Mota, me ligou hoje, informando que o exército já conseguiu garantir o recurso com o Governo Federal e garantiu que o valor referente ao mês de outubro cairá na conta dos pipeiros na segunda-feira e o do mês de novembro cairá até sexta-feira.”

Seca no Ceará
Segundo a Fundação Cearense de Recursos Hídricos (Funceme), o Ceará sofre uma das piores secas dos últimos 60 anos. 178 das 184 cidades do estado decretaram situação de emergência e 32 delas são abastecidas pela Operação Carro-Pipa.

Ceará ganha mais um instrumento no combate à violência contra mulheres

A Casa da Mulher Brasileira é um espaço com serviços de delegacia especializada, juizados e varas, defensorias, promotorias, equipe psicossocial e orientação ao emprego e renda

A luta das mulheres no Ceará ganhou um forte aliado nesta segunda-feira (11). O Estado agora faz parte do programa federal “Mulher, viver sem violência” que irá implantar a Casa da Mulher Brasileira, um espaço com serviços de delegacia especializada, juizados e varas, defensorias, promotorias, equipe psicossocial e orientação ao emprego e renda. O termo de adesão foi assinado pelo governador Cid Gomes com o objetivo de ampliar os instrumentos de combate à violência contra mulheres.

Governador Cid Gomes assinou o termo de adesão ao programa “Mulher, viver sem violência”, com o objetivo de ampliar os instrumentos de combate à violência contra mulheres (FOTO: Divulgação)

Governador Cid Gomes assinou o termo de adesão ao programa “Mulher, viver sem violência”, com o objetivo de ampliar os instrumentos de combate à violência contra mulheres (FOTO: Divulgação)

De acordo com o governador, um dos grandes benefícios da Casa da Mulher Brasileira é o fato de centralizar todas as demandas em um só local. “Vamos começar por Fortaleza, mas queremos poder atender todas as mulheres do Estado. Por isso, o Interior tem recebido atenção com a implantação das delegacias da mulher”.

Denúncias

Embora o programa seja fundamental no combate desse tipo de violência, segundo a ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, o programa está além da implementação das Casas. Segundo ela, também será ampliada a Central de Atendimento 180, adequar IMLs e hospitais, ampliar e criar centros de atendimento às mulheres e campanhas de conscientização.

Para o procurador geral de Justiça do Estado, Ricardo Machado, o ideal seria não chegar ao ponto de a justiça se fazer necessária, por isso a importância das campanhas. Porém, o Estado está preparado para fazer valer a lei. No entanto, em casos de violência, a ministra destaca a importância de denunciar na central. “É importante salientar que a denúncia é anônima, portanto não hesite em denunciar vizinhos, familiares, o importante é não fechar os olhos”.

Em setembro deste ano, Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres divulgou dados segundo o qual houve uma diminuição no número de denúncias no Ceará. O Tribuna do Ceará conversou com Clarissa Carvalho, coordenadora da Central de Atendimento à Mulher, que atribuiu esse resultado à falta de campanhas sobre o tema.

Programa

“Mulher, Viver sem Violência” é um programa coordenado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM/PR). Ele prevê a criação de centros integrados de serviços especializados, humanização do atendimento em saúde, cooperação técnica com o sistema de justiça e campanhas educativas de prevenção e enfrentamento à violência de gênero por meio de parceria realizada com o Governo Federal.

Com informações do Governo do Ceará

Fortaleza recebe mais 236 médicos cubanos para avaliação

São 3 mil médicos chegando ao país até o final desta semana para participar do módulo de acolhimento e avaliação sobre saúde pública e língua portuguesa

Os médicos cubanos que vão ocupar as vagas ociosas da segunda etapa do Programa Mais Médicos chegaram a Fortaleza nesta segunda-feira (11). O grupo de 236 profissionais foi recebido no Aeroporto Internacional pelo secretário de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde, Odorico Andrade.

Ao todo, são 3 mil médicos chegando ao país até o final desta semana para participar do módulo de acolhimento e avaliação sobre saúde pública e língua portuguesa. Além de Fortaleza, outras quatro capitais recebem os médicos: Brasília, com 1.872 profissionais; Vitória (400), São Paulo (300) e Belo Horizonte (192).

No Ceará já temos 350 médicos atuando pelo programa. Nós esperamos, até março, preencher todas as vagas apontadas pelos municípios”, disse Odorico. A aprovação na etapa de avaliação é condição para a emissão do registro profissional provisório pelo Ministério da Saúde, sem o qual os médicos estrangeiros não podem atuar no Brasil.

Com a chegada de mais 3 mil médicos cubanos, o programa chegará ao final de 2013 com mais de 6,6 mil profissionais atuando. Atualmente, 3.663 profissionais participam do programa, sendo 819 brasileiros e 2.844 estrangeiros. A meta do Governo Federal é atender a demanda por 13 mil médicos até o final de março de 2014.

Esses médicos estão atendendo a população de 1.098 municípios, a maioria deles no Norte e Nordeste.  Os profissionais do programa recebem bolsa de R$ 10 mil por mês e ajuda de custo.

As informações são da Agência Saúde.

Bolsa Família: mais de 73 mil famílias ainda não atualizaram cadastro no Ceará

Quem não atender à convocação poderá ficar sem receber o benefício a partir de janeiro de 2014

Termina em 13 de dezembro o prazo para a revisão cadastral no programa Bolsa Família. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), 73.214 famílias residentes no Ceará ainda não atualizaram os dados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

No Brasil, cerca de 1,1 milhão de famílias não realizaram o cadastro. Os que se encontram nessa situação devem procurar o setor responsável pelo Bolsa Família para informar qualquer mudança com relação aos dados pessoais e à situação familiar, como, por exemplo, mudança de endereço, nascimento de um filho, casamento, viuvez, entre outros.

Segundo o coordenador-geral de Revisão de Benefícios do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Roberto Pojo, o objetivo da revisão cadastral é garantir a qualidade das informações das pessoas atendidas pelo Bolsa Família, além do cumprimento das regras do programa.

“Com as informações atualizadas, é possível avaliar se as famílias cumprem os pré-requisitos para o recebimento dos benefícios financeiros e atender com mais eficiência a população em situação de pobreza em todo o país”.

Quem não atender à convocação poderá ficar sem receber o benefício a partir de janeiro de 2014.

Governo cumpre 66% da meta de entrega de cisternas no Ceará

Já a meta de entrega de cisternas apenas em 2013 para o estado é de 48.789, das quais foram entregues até setembro 34.290

Cisternas restantes devem ser entregues até o próximo ano (FOTO: Flickr/Creative Commons/Elói Corrêa)

50 mil cisternas restantes devem ser entregues até o próximo ano (FOTO: Flickr/Creative Commons/Elói Corrêa)

O Governo Federal cumpriu 66% da meta de entrega de cisternas no Ceará, prevista para 2014. O estado possui demanda total de 151.947 cisternas, de acordo com o CadÚnico.

De 2011 até setembro deste ano, foram entregues 101.006, representando 66% da quantidade total prevista. O Ministério da Integração assegura, no entanto, que as 50 mil restantes serão entregues até o próximo ano.

Já a meta de entrega de cisternas apenas em 2013 para o estado é de 48.789, das quais foram entregues até setembro 34.290. O investimento na aquisição dos reservatórios de polietileno no Ceará é de aproximadamente R$ 92 milhões.

Promessa

Dilma Rousseff havia prometido em um evento realizado no Ceará que seriam entregues 130 mil cisternas até julho aos atingidos pela seca no Nordeste. Dos reservatórios de água prometidos pela presidente no dia 2 de abril, 111.978 foram entregues no prazo.

“As metas do programa Água para Todos para 2013 e 2014 serão alcançadas, conforme programação anunciada”, informou o Ministério da Integração, por meio de nota.

A ideia de acelerar a entrega de cisternas até meados do ano tinha um motivo climático. É nesse período que se encerra a época de chuvas – ainda que escassas – na região do semiárido. Os moradores que receberam as cisternas no prazo e tiveram a sorte de contar com alguma chuva conseguiram armazenar essa água para enfrentar mais um período de meses de estiagem.

Implantação de cisternas

Segundo o Ministério da Integração, a implantação de cisternas de polietileno no estado do Ceará ocorre por meio de celebração de Termo de Convênio com o governo do estado e da descentralização de crédito para o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS). A execução física propriamente é feita por empresas contratadas pelo estado e pelo DNOCS, vencedoras das licitações promovidas.

A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) também trabalha com implantação de cisternas de polietileno. Das quase 2 mil cisternas previstas para o município de Canindé, por exemplo, pouco mais de 500 foram concluídas, 72 estão em execução e mais de 1,4 mil não foram iniciadas. O órgão alega falta de mão-de-obra para a conclusão do trabalho.

Carros-pipa

Fora do período de chuvas, o sertanejo depende apenas dos carros-pipa para abastecer seus reservatórios. Uma opção são os veículos contratados pelo Exército. A operação carro-pipa distribui água em 108 municípios do Ceará. Ao todo, são 951 carros-pipa, que atendem 803.333 pessoas nas zonas rurais dos municípios.

Dos 174 municípios em situação de emergência, aqueles que não são atendidos pelo Exército estão sendo atendidos pela Defesa Civil Estadual. Mas nem sempre há equipes e água suficientes. Muitas famílias do interior do Ceará têm de pagar pelo abastecimento a carros-pipa de particulares (cerca de R$ 100 para encher o reservatório).

A coordenação da operação informa que, para evitar casos como esses, a distribuição de água “obedece um planejamento criterioso realizado pelas Organizações Militares do Exército, que se baseia na quantidade de pessoas beneficiadas pela operação e na quantidade diária de água que cada pessoa tem direito (20 L/dia). Baseado nessas informações cedidas pelas Coordenadorias Municipais de Defesa Civil dos municípios é que se chega à periodicidade a ser seguida pelos carros-pipa na distribuição de água”, finaliza.

Governo divulga gabarito do Enem

O resultado final do exame do Enem será divulgado apenas na primeira semana de janeiro

Os candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já podem consultar o gabarito na internet. O resultado final do exame será divulgado apenas na primeira semana de janeiro.

Mesmo com o gabarito em mãos os candidatos não conseguirão saber a nota que tiraram, porque o sistema de correção do Enem usa metodologia em que o valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item.

O Enem foi aplicado no último final de semana a mais de 5 milhões de estudantes em 1,1 mil cidades em todo o país.

Com informações da Agência Brasil

Bairros mais pobres de Fortaleza são beneficiados com recursos do PAC 2

Regiões mais pobres de Fortaleza ganharão em breve obras de drenagem e pavimentação. Coaçu, Lagoa Redonda, Curió, Paupina e Messejana são alguns dos beneficiados

Áreas pobres de Fortaleza é beneficiada com recursos do PAC 2 (FOTO: Divulgação)

Áreas pobres de Fortaleza é beneficiada com recursos do PAC 2 (FOTO: Divulgação)

Regiões mais pobres de Fortaleza ganharão em breve obras de drenagem e pavimentação. A medida faz parte da segunda etapa do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e foi anunciada nesta quinta-feira (24) pela presidente Dilma Rousseff. Entre os bairros que receberão as obras estão Coaçu, Lagoa Redonda, Curió, Paupina, Messejana, Ancuri, Presidente Vargas, Mondubim, Parque São José, Canindezinho e Jangurussu.

Em todo o Brasil, 1.198 municípios serão beneficiados com um investimento total de R$ 13,5 bilhões. Os recursos serão destinados para obras de pavimentação de vias, recapeamento e implantação de ciclovias, além da colocação de calçadas, sinalização, guias rebaixadas para acessibilidade e faixas de pedestres. Na área de saneamento, os valores serão utilizados em obras de sistemas de drenagem de águas pluviais e esgotamento sanitário.

O prefeito Roberto Cláudio, que esteve em Brasília para acompanhar a solenidade, destacou a importância dos investimentos. “São recursos que servirão para assegurar melhores condições de vida para as populações de bairros pobres de Fortaleza, muitos deles sem a mínima infraestrutura de saneamento e pavimentação. Certamente essas obras vão trazer mais dignidade a essas pessoas, melhorando a saúde e as condições de habitação”, afirmou.

A presidenta Dilma Rousseff destacou a importância das obras nas capitais brasileiras. “Temos de reconhecer as metrópoles desse País onde vivem milhões de brasileiros. Nas cidades buscamos um padrão de vida digno e decente para as nossas famílias. Temos de saldar os projetos nas capitais. Aprovamos 310 propostas no total de 13,5 bilhões que trarão vários benefícios ao nosso povo”, destacou.

Com informações da Prefeitura de Fortaleza

Transposição do Rio São Francisco avança somente 1% em 2013

Enquanto os efeitos da seca no Nordeste se intensificam – no Ceará o nível dos açudes é o mais baixo da história –, a Transposição do Rio São Francisco, principal promessa do governo federal para a convivência com períodos de estiagem na região do semiárido brasileiro, continua empacada.

A primeiro trecho da obra, iniciado pelo ex-presidente Lula em 2007 e que corta os estados de Pernambuco e Paraíba, deveria ter ficado pronto em 2010, mas a previsão mais otimista agora é que seja inaugurada apenas em 2015. É a obra avançou somente 1% no último ano, desempenho que comprometeu o objetivo de concluí-la até o fim do mandato da presidente Dilma Rousseff.

A informação está nos balanços do Plano de Aceleração do Crescimento, o PAC, divulgados durante 2013. No final do ano passado, o percentual de execução da transposição era de 51%. No entanto, atualmente os balanços revelam que o percentual está paralisado em 52% desde fevereiro deste ano. Apesar da estagnação, o Ministério do Planejamento, responsável pelos balanços, avalia que o ritmo das obras passou do estágio de “atenção” para “adequado”.

Com informações da Folha de São Paulo.

Médicos que atuam no Ceará são suspeitos de falsificar diploma

Ao todo, 41 médicos encaminhados para 14 estados pelo Programa Mais Médicos, do Governo Federal, são suspeitos de falsificação do diploma

Dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Brejo Santo e Jaguaribe, como parte da operação Esculápio, da Polícia Federal. Ao todo, 41 médicos encaminhados para 14 estados pelo Programa Mais Médicos, do Governo Federal, são suspeitos de falsificação do diploma. Dois profissionais estão atuando no Ceará.

A investigação teve início depois que a Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) identificou 41 pessoas que se inscreveram no exame do Revalida com documentos de universidades estrangeiras que não confirmam a passagem deles pelas instituições. O exame, feito pela UFMT há 20 anos, autoriza formados no exterior a exercer a Medicina no país.

As três universidades, que costumam receber muitos brasileiros, são bolivianas: Universidad Nacional Ecológica, Universidad Técnico Privada Cosmos e Universidad Mayor de San Simon. Os acusados serão intimados pela Polícia Federal, podendo ser responsabilizados pelos crimes de uso de documento falso e falsidade ideológica.

Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 7ª Vara Criminal da Justiça Federal do Mato Grosso, que investiga o caso.

23% das obras do Anel Viário estão concluídas

Trecho da reforma, que faz parte do Plano de Logística de Transporte do Porto do Pecém, recebeu a visita do governador Cid Gomes e da ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior

Com três viadutos e três pontes concluídas, a obra de duplicação do Anel Viário está com 23% de execução segundo o superintendente do Departamento Estadual de Rodovias (DER), Sérgio Azevedo. Um trecho da reforma, que faz parte do Plano de Logística de Transporte do Porto do Pecém, recebeu a visita do governador Cid Gomes e da ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, na manhã desta quinta-feira (3).

Governador Cid Gomes e ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, visitam trecho da obra de duplicação do Anel Viário. (FOTO: Divulgação/ DRE)

Governador Cid Gomes e ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, visitam trecho da obra de duplicação do Anel Viário. (FOTO: Divulgação/ DRE)

Com previsão de entrega para novembro deste ano, o primeiro trecho visitado, entroncamento Tabapuá/BR-222, está na fase de execução dos serviços de base em solo brita e asfalto. Já o entroncamento BR-222/BR-020 até a CE-040 encontra-se em execução os serviços de terraplenagem, obras de artes correntes e especiais.

De acordo com Sérgio Azevedo, as obras de artes especiais concluídas correspondem a 60%, outras 10% estão em andamento. Em convênio assinado com o governo Federal, o Estado é responsável pela execução da obra que permitirá melhoria de tráfego, principalmente para o Distrito Industrial de Maracanaú, Maranguape e Ceasa.  Os recursos que somam mais de R$ 200 milhões serão repassados ao Estado pelo DNIT. A previsão de conclusão total da obra é em 2015.

Saiba mais

A nova pista será de pavimento de concreto, mais resistente e com maior durabilidade. A existente possui 11 metros de largura. Serão 16,5 metros de um lado e 16,5 metros do outro, totalizando 33 metros. A extensão inclui canteiro central, ciclovias laterais, retornos, acostamentos e nova sinalização.

O Anel viário compreende 32 km de extensão. Ele começa na CE-040 (Eusébio), cruza a BR-116 (Itaitinga), passando ainda pela CE-060
(Maracanaú), pela CE-065 (Maranguape) e pela BR-020 (Caucaia), indo até avenida Mister Hull (Tabapuá).

Com informação do DRE

Página 1 de 1412345...10...Última »