Vídeo mostra preso sendo torturado barbaramente; Sejus não confirma se caso foi no Ceará
OLHOS ARRANCADOS

Vídeo mostra preso sendo torturado barbaramente; Sejus não confirma se caso foi no Ceará

No vídeo, que o Tribuna do Ceará opta por não publicar, o preso é agredido até a morte e tem os olhos arrancados

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

6 de julho de 2017 às 12:29

Há 3 meses
Ele foi encontrado morto na CPPL 3 (FOTO: Divulgação)

Sejus confirma somente que um homem foi encontrado morto na CPPL III, em Itaitinga (FOTO: Divulgação)

Vídeo divulgado nesta quinta-feira (6) via Whatsapp mostra um preso sendo torturado barbaramente. Em outro vídeo, que seria de momento anterior, um preso que seria o mesmo da outra gravação diz que está na Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor José Jucá Neto (CPPL III), em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza, e informa que está trocando de facção criminosa porque não concorda com sua atuação.

Procurada pelo Tribuna do Ceará, a Secretaria de Justiça do Ceará (Sejus) não confirma se esses vídeos foram gravados na CPPL III, e nem se um preso com tais sinais de tortura foi encontrado em inspeção.

Por meio de nota, a secretaria informa somente que um preso foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira (6), na CPPL III. O corpo do homem, identificado como Willamy Rocha Castro, estava dentro de um túnel que estava sendo escavado. Ele tinha 33 anos e respondia por tráfico de drogas.

A Sejus não confirma se Willamy é o homem que aparece nos vídeos da troca de facção e da tortura. Os vídeos foram encaminhados à equipe do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

A emissora e o Tribuna do Ceará optam por não divulgar o vídeo da tortura, em virtude do alto grau de violência. O preso é morto após golpes na cabeça, e também tem os olhos arrancados.

No vídeo em que o preso fala sobre a troca de facções, o homem diz que está deixando a FDN da Facção Família do Norte 15, uma alusão ao PCC, o Primeiro Comando da Capital. O homem que grava o vídeo chega a perguntar ao preso se ele está sendo forçado a dar a declaração. “Não, estou dizendo de coração”, responde.

Veja matéria do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT, que mostra somente um dos vídeos:

 

Visão da OAB-CE

A Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE) informa que várias inspeções foram feitas em unidades prisionais do Ceará e que foi detectado um quadro de superlotação. Ainda na visão do presidente da Comissão de Direito Penitenciário, Márcio Vitor, é urgente que exista uma contratação imediata de agentes penitenciários.

“Estamos com uma grande carência no Ceará. É necessário a contratação de pelo menos 1.500 agentes penitenciários e também a realização de mais audiências de custódia”, afirma. O presidente reiterou que, sempre que existem denúncias de tortura e mortes nos presídios, a OAB procura a verdade.

Publicidade

Dê sua opinião

OLHOS ARRANCADOS

Vídeo mostra preso sendo torturado barbaramente; Sejus não confirma se caso foi no Ceará

No vídeo, que o Tribuna do Ceará opta por não publicar, o preso é agredido até a morte e tem os olhos arrancados

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

6 de julho de 2017 às 12:29

Há 3 meses
Ele foi encontrado morto na CPPL 3 (FOTO: Divulgação)

Sejus confirma somente que um homem foi encontrado morto na CPPL III, em Itaitinga (FOTO: Divulgação)

Vídeo divulgado nesta quinta-feira (6) via Whatsapp mostra um preso sendo torturado barbaramente. Em outro vídeo, que seria de momento anterior, um preso que seria o mesmo da outra gravação diz que está na Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor José Jucá Neto (CPPL III), em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza, e informa que está trocando de facção criminosa porque não concorda com sua atuação.

Procurada pelo Tribuna do Ceará, a Secretaria de Justiça do Ceará (Sejus) não confirma se esses vídeos foram gravados na CPPL III, e nem se um preso com tais sinais de tortura foi encontrado em inspeção.

Por meio de nota, a secretaria informa somente que um preso foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira (6), na CPPL III. O corpo do homem, identificado como Willamy Rocha Castro, estava dentro de um túnel que estava sendo escavado. Ele tinha 33 anos e respondia por tráfico de drogas.

A Sejus não confirma se Willamy é o homem que aparece nos vídeos da troca de facção e da tortura. Os vídeos foram encaminhados à equipe do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

A emissora e o Tribuna do Ceará optam por não divulgar o vídeo da tortura, em virtude do alto grau de violência. O preso é morto após golpes na cabeça, e também tem os olhos arrancados.

No vídeo em que o preso fala sobre a troca de facções, o homem diz que está deixando a FDN da Facção Família do Norte 15, uma alusão ao PCC, o Primeiro Comando da Capital. O homem que grava o vídeo chega a perguntar ao preso se ele está sendo forçado a dar a declaração. “Não, estou dizendo de coração”, responde.

Veja matéria do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT, que mostra somente um dos vídeos:

 

Visão da OAB-CE

A Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE) informa que várias inspeções foram feitas em unidades prisionais do Ceará e que foi detectado um quadro de superlotação. Ainda na visão do presidente da Comissão de Direito Penitenciário, Márcio Vitor, é urgente que exista uma contratação imediata de agentes penitenciários.

“Estamos com uma grande carência no Ceará. É necessário a contratação de pelo menos 1.500 agentes penitenciários e também a realização de mais audiências de custódia”, afirma. O presidente reiterou que, sempre que existem denúncias de tortura e mortes nos presídios, a OAB procura a verdade.