Viaduto que corre risco de desabar após ataque criminoso passa por operação emergencial

SEM PREVISÃO DE LIBERAÇÃO

Viaduto que corre risco de desabar após ataque criminoso passa por operação emergencial

Explosão danificou a base de uma das pilastras do viaduto. De acordo com o DNIT, é uma situação grave. “A gente não tem a menor possibilidade de liberar tráfego”

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

3 de janeiro de 2019 às 19:35

Há 5 meses
O viaduto fica entre a BR – 020 e BR -222. (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

O viaduto fica entre a BR-020 e a BR -222 (FOTO: Reprodução/Whatsapp)

O viaduto atingido por explosão na madruga desta quinta-feira (3) corre o risco de desabar. Bandidos explodiram uma das pilastras de sustentação do viaduto que fica entre a BR – 020 e BR -222.

De acordo com a superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Liris Campelo, existe um grande risco de desabamento. “Já começaram a chegar os equipamentos, pórticos hidráulicos, que vão fazer o escoramento para tentar salvar a estrutura”.

Ela informa, em entrevista à reportagem da TV Jangadeiro, que a equipe de engenharia do DNIT está acompanhando e, após o trabalho emergencial, pensará na solução para recuperação.

O bloqueio vai permanecer até a intervenção completa da estrutura. De acordo com a superintendente, é uma situação de emergência, atípica e grave. “A gente não tem a menor possibilidade de liberar o tráfego na situação que ficou a estrutura. Existe o risco, então a gente vai escorar o equipamento para que ele não venha a desabar e depois a gente entra com a solução de recuperação das peças que foram danificadas”.

A explosão do viaduto foi ouvida em vários pontos da cidade. Pessoas que moram nas proximidades relataram, inclusive, ter percebido tremores nas residências, e pensavam ter sido meteoro e até queda de avião.

Parte dos ferros ficaram expostos. A laje que recebia sustentação do pilar cedeu em até 30 centímetros. Moradores chegaram a pensar que fosse um meteoro ou a queda de um avião. No local, também foram encontradas cartas ameaçando o Governo por mudanças no sistema prisional.

Confira a cobertura sobre o caso:

3/1 – Casal de idosos e motorista ficam feridos após ataque a ônibus 

3/1 – Camilo Santana pede apoio da Força Nacional e do Exército após ataques no Ceará 

3/1 – “Pensei que era um meteoro”, diz moradora após explosão em viaduto de Caucaia

3/1 – Secretário opta por não comentar ataques registrados um dia após anunciar mudanças em presídios 

3/1 – Polícia prende 9 suspeitos de envolvimento na onda de ataques na Grande Fortaleza

3/1 – Cartas espalhadas em viaduto atacado ameaçam Governo por mudanças no sistema prisional 

3/1 – Ônibus de Fortaleza vão circular normalmente mesmo após ataques, garante Sindionibus

3/1 – General Theophilo oferece intervenção federal após ataques no Ceará: “Está na mão do governador”

3/1 – Grande Fortaleza sofre onda de ataques um dia após secretário anunciar fim da divisão de facções em presídios

2/1 – “Haverá matança, se juntar detentos de facções diferentes no mesmo presídio”, alerta Copen

2/1 – Novo secretário promete fim da divisão de presídios por facções no Ceará

Publicidade

Dê sua opinião

SEM PREVISÃO DE LIBERAÇÃO

Viaduto que corre risco de desabar após ataque criminoso passa por operação emergencial

Explosão danificou a base de uma das pilastras do viaduto. De acordo com o DNIT, é uma situação grave. “A gente não tem a menor possibilidade de liberar tráfego”

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

3 de janeiro de 2019 às 19:35

Há 5 meses
O viaduto fica entre a BR – 020 e BR -222. (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

O viaduto fica entre a BR-020 e a BR -222 (FOTO: Reprodução/Whatsapp)

O viaduto atingido por explosão na madruga desta quinta-feira (3) corre o risco de desabar. Bandidos explodiram uma das pilastras de sustentação do viaduto que fica entre a BR – 020 e BR -222.

De acordo com a superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Liris Campelo, existe um grande risco de desabamento. “Já começaram a chegar os equipamentos, pórticos hidráulicos, que vão fazer o escoramento para tentar salvar a estrutura”.

Ela informa, em entrevista à reportagem da TV Jangadeiro, que a equipe de engenharia do DNIT está acompanhando e, após o trabalho emergencial, pensará na solução para recuperação.

O bloqueio vai permanecer até a intervenção completa da estrutura. De acordo com a superintendente, é uma situação de emergência, atípica e grave. “A gente não tem a menor possibilidade de liberar o tráfego na situação que ficou a estrutura. Existe o risco, então a gente vai escorar o equipamento para que ele não venha a desabar e depois a gente entra com a solução de recuperação das peças que foram danificadas”.

A explosão do viaduto foi ouvida em vários pontos da cidade. Pessoas que moram nas proximidades relataram, inclusive, ter percebido tremores nas residências, e pensavam ter sido meteoro e até queda de avião.

Parte dos ferros ficaram expostos. A laje que recebia sustentação do pilar cedeu em até 30 centímetros. Moradores chegaram a pensar que fosse um meteoro ou a queda de um avião. No local, também foram encontradas cartas ameaçando o Governo por mudanças no sistema prisional.

Confira a cobertura sobre o caso:

3/1 – Casal de idosos e motorista ficam feridos após ataque a ônibus 

3/1 – Camilo Santana pede apoio da Força Nacional e do Exército após ataques no Ceará 

3/1 – “Pensei que era um meteoro”, diz moradora após explosão em viaduto de Caucaia

3/1 – Secretário opta por não comentar ataques registrados um dia após anunciar mudanças em presídios 

3/1 – Polícia prende 9 suspeitos de envolvimento na onda de ataques na Grande Fortaleza

3/1 – Cartas espalhadas em viaduto atacado ameaçam Governo por mudanças no sistema prisional 

3/1 – Ônibus de Fortaleza vão circular normalmente mesmo após ataques, garante Sindionibus

3/1 – General Theophilo oferece intervenção federal após ataques no Ceará: “Está na mão do governador”

3/1 – Grande Fortaleza sofre onda de ataques um dia após secretário anunciar fim da divisão de facções em presídios

2/1 – “Haverá matança, se juntar detentos de facções diferentes no mesmo presídio”, alerta Copen

2/1 – Novo secretário promete fim da divisão de presídios por facções no Ceará