Universitária é encontrada morta no porta-malas do carro do namorado

EM FORTALEZA

Universitária é encontrada morta no porta-malas do carro do namorado

Namorado foi indiciado por ocultação de cadáver, pois permaneceu com corpo por mais de 12 horas dentro do veículo

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

2 de maio de 2016 às 16:58

Há 3 anos
Jovem era formada em Design de Moda, pela UFC (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Jovem era formada em Design de Moda, pela UFC (FOTO: Reprodução/ Facebook)

A universitária Yrna de Sousa Castro, 27 anos, foi encontrada morta dentro do carro do namorado, no Bairro Dionísio Torres, na madrugada deste domingo (1º). De acordo com a Polícia Civil, a jovem morreu na madrugada de sábado (30), no apartamento do namorado, com quem tinha um relacionamento desde 2015.

O homem foi indiciado por ocultação de cadáver por permanecer com o corpo de Yrna Castro por mais de 12 horas dentro do seu carro e não ter informado à polícia e aos familiares sobre a morte. Ele compareceu à sede da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, localizada no Bairro de Fátima, juntamente com dois advogados, onde prestou esclarecimentos à polícia e foi liberado por se apresentar espontaneamente.

A universitária, que apresentava sinais de overdose, era formada em Design de Moda pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e estudava administração na Faculdade Estácio de Sá. A jovem namorava o empresário Greg Donizetti. Segundo amigos, Yrna tinha costume de frequentar festas raves.

De acordo com o depoimento do empresário, o casal teria ido para uma festa na noite de sábado e, em seguida, para seu apartamento. Eles realizaram uso de entorpecentes e, durante a madrugada, Yrna teria passado mal e falecido. Ao perceber a morte, o namorado da jovem escondeu o corpo no porta-malas de seu carro, que estava estacionado na garagem de seu prédio. 

Com a informação da localização do corpo, uma equipe composta pela Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e por investigadores da DHPP foram até o local recolher o corpo e iniciar a investigação. A jovem não tinha marcas de violência nem perfuração.

O corpo foi levado para a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), onde passará por exames cadavéricos, que identificam as causas da morte. O namorado de Yrna foi liberado pela polícia e deve aguardar a conclusão do inquérito.

Publicidade

Dê sua opinião

EM FORTALEZA

Universitária é encontrada morta no porta-malas do carro do namorado

Namorado foi indiciado por ocultação de cadáver, pois permaneceu com corpo por mais de 12 horas dentro do veículo

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

2 de maio de 2016 às 16:58

Há 3 anos
Jovem era formada em Design de Moda, pela UFC (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Jovem era formada em Design de Moda, pela UFC (FOTO: Reprodução/ Facebook)

A universitária Yrna de Sousa Castro, 27 anos, foi encontrada morta dentro do carro do namorado, no Bairro Dionísio Torres, na madrugada deste domingo (1º). De acordo com a Polícia Civil, a jovem morreu na madrugada de sábado (30), no apartamento do namorado, com quem tinha um relacionamento desde 2015.

O homem foi indiciado por ocultação de cadáver por permanecer com o corpo de Yrna Castro por mais de 12 horas dentro do seu carro e não ter informado à polícia e aos familiares sobre a morte. Ele compareceu à sede da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, localizada no Bairro de Fátima, juntamente com dois advogados, onde prestou esclarecimentos à polícia e foi liberado por se apresentar espontaneamente.

A universitária, que apresentava sinais de overdose, era formada em Design de Moda pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e estudava administração na Faculdade Estácio de Sá. A jovem namorava o empresário Greg Donizetti. Segundo amigos, Yrna tinha costume de frequentar festas raves.

De acordo com o depoimento do empresário, o casal teria ido para uma festa na noite de sábado e, em seguida, para seu apartamento. Eles realizaram uso de entorpecentes e, durante a madrugada, Yrna teria passado mal e falecido. Ao perceber a morte, o namorado da jovem escondeu o corpo no porta-malas de seu carro, que estava estacionado na garagem de seu prédio. 

Com a informação da localização do corpo, uma equipe composta pela Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e por investigadores da DHPP foram até o local recolher o corpo e iniciar a investigação. A jovem não tinha marcas de violência nem perfuração.

O corpo foi levado para a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), onde passará por exames cadavéricos, que identificam as causas da morte. O namorado de Yrna foi liberado pela polícia e deve aguardar a conclusão do inquérito.