Tio das crianças que morreram carbonizadas estava dormindo quando incêndio começou

TRAGÉDIA

Tio das crianças que morreram carbonizadas estava dormindo quando incêndio começou

Segundo o homem em entrevista ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, ao abrir a porta do quarto das crianças, o fogo já havia se alastrado pelo cômodo

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

5 de junho de 2018 às 11:40

Há 3 semanas
crianças, incêndio

Três irmãos morreram carbonizados enquanto dormiam em casa. (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Um tio das três crianças que morreram enquanto dormiam, que optou por não se identificar, afirmou que estava na residência no momento da tragédia, mas não conseguiu salvar as crianças, pois o fogo já havia se alastrado no quarto. Os primeiros relatos apontaram que as crianças estavam sozinhas, mas o familiar garantiu que estava na residência. As informações são do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

“Eu acordei e não tinha como fazer mais nada, infelizmente. Eu vi e, quando abri a porta, o fogo estava rapidamente alastrado. Eu percebi na hora que começaram a bater na porta”, comentou para o Barra Pesada. Segundo ele, outras pessoas tentaram debelar o fogo, mas não conseguiram.

As crianças de 2, 5 e 6 anos estavam dormindo no mesmo quarto e tiveram os seus corpos carbonizados por conta das chamas. A delegacia municipal de Itaitinga, responsável pelo caso, está ouvindo os depoimentos dos pais dos familiares, testemunhas e vizinhos para saber se a tragédia se configura crime de abandono de incapaz.

Há suspeita é de que o incêndio teria sido causado por um curto circuito em um ventilador ligado por volta das 3h, mas a Delegacia de Itaitinga aguarda o resultado do laudo pericial para saber as causas da tragédia. Os corpos de Antony Rua, de 5 anos, e Maria Eloá, de 2, logo foram encontrados pelos bombeiros. A última a ser achada foi a filha mais velha, Maria Estela, de 6. O corpo da menina estava embaixo dos escombros do teto do quarto onde dormia com os irmãos, que acabou desmoronando com o incêndio.

Por meio de nota, o Corpo de Bombeiros informou e lamentou a ocorrência, confirmando os três óbitos.

“É com muito pesar que o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará informa que, na madrugada desta segunda-feira (4), às 2h50min, foi acionado para o atendimento de um incêndio em residência na rua Sete, bairro Barrocão, no município de Itaitinga. O incêndio, que teve início em um quarto onde dormiam três crianças, alastrou-se rapidamente e, segundo os vizinhos, quando perceberam o fogo, já não havia mais tempo de retirá-las. O CBMCE enviou três viaturas ao local: um caminhão de combate a incêndio (AT 21), uma viatura de Salvamento (Salvamento 02) e uma Resgate (Alfa 04). Foi confirmado o óbito das três vítimas que tinham 6, 5 e 2 anos, respectivamente.”

Publicidade

Dê sua opinião

TRAGÉDIA

Tio das crianças que morreram carbonizadas estava dormindo quando incêndio começou

Segundo o homem em entrevista ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, ao abrir a porta do quarto das crianças, o fogo já havia se alastrado pelo cômodo

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

5 de junho de 2018 às 11:40

Há 3 semanas
crianças, incêndio

Três irmãos morreram carbonizados enquanto dormiam em casa. (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Um tio das três crianças que morreram enquanto dormiam, que optou por não se identificar, afirmou que estava na residência no momento da tragédia, mas não conseguiu salvar as crianças, pois o fogo já havia se alastrado no quarto. Os primeiros relatos apontaram que as crianças estavam sozinhas, mas o familiar garantiu que estava na residência. As informações são do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

“Eu acordei e não tinha como fazer mais nada, infelizmente. Eu vi e, quando abri a porta, o fogo estava rapidamente alastrado. Eu percebi na hora que começaram a bater na porta”, comentou para o Barra Pesada. Segundo ele, outras pessoas tentaram debelar o fogo, mas não conseguiram.

As crianças de 2, 5 e 6 anos estavam dormindo no mesmo quarto e tiveram os seus corpos carbonizados por conta das chamas. A delegacia municipal de Itaitinga, responsável pelo caso, está ouvindo os depoimentos dos pais dos familiares, testemunhas e vizinhos para saber se a tragédia se configura crime de abandono de incapaz.

Há suspeita é de que o incêndio teria sido causado por um curto circuito em um ventilador ligado por volta das 3h, mas a Delegacia de Itaitinga aguarda o resultado do laudo pericial para saber as causas da tragédia. Os corpos de Antony Rua, de 5 anos, e Maria Eloá, de 2, logo foram encontrados pelos bombeiros. A última a ser achada foi a filha mais velha, Maria Estela, de 6. O corpo da menina estava embaixo dos escombros do teto do quarto onde dormia com os irmãos, que acabou desmoronando com o incêndio.

Por meio de nota, o Corpo de Bombeiros informou e lamentou a ocorrência, confirmando os três óbitos.

“É com muito pesar que o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará informa que, na madrugada desta segunda-feira (4), às 2h50min, foi acionado para o atendimento de um incêndio em residência na rua Sete, bairro Barrocão, no município de Itaitinga. O incêndio, que teve início em um quarto onde dormiam três crianças, alastrou-se rapidamente e, segundo os vizinhos, quando perceberam o fogo, já não havia mais tempo de retirá-las. O CBMCE enviou três viaturas ao local: um caminhão de combate a incêndio (AT 21), uma viatura de Salvamento (Salvamento 02) e uma Resgate (Alfa 04). Foi confirmado o óbito das três vítimas que tinham 6, 5 e 2 anos, respectivamente.”