Suspeito de matar a menina Débora Lohany é levado para delegacia de Fortaleza

INVESTIGAÇÃO

Suspeito de matar a menina Débora Lohany é levado para delegacia de Fortaleza

O homem chegou à Divisão de Homicídios junto com o secretário de segurança do Ceará

Por Deborah Tavares em Segurança Pública

13 de Abril de 2017 às 15:35

Há 1 ano

A criança desapareceu na noite da segunda-feira (27) (FOTO: Arquivo pessoal)

Um homem suspeito de matar Débora Lohany, de 4 anos, foi capturado pelo Departamento de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública, nesta quinta-feira (13). Ele estaria em Parnaíba, no Piauí, e chegou à Divisão de Homicídios junto ao secretário de segurança, André Costa.

Débora Lohany desapareceu na noite do dia 27 de março,  na Avenida Raul Barbosa, no Bairro Aerolândia, em Fortaleza, enquanto brincava próxima a sua casa. A mãe sentiu falta da garota, por volta das 19h, quando chamou Débora para ir jantar, mas ela não estava no lugar como de costume.

No dia 7 de abril, o corpo de uma criança foi encontrado em meio ao lixo, entre a Via Expressa e a Avenida Pontes Vieira, no Bairro Dionísio Torres. Um exame de DNA confirmou as suspeitas de que o corpo encontrado era da menina. Traumatismo craniano é a mais provável causa da morte.

Publicidade

Dê sua opinião

INVESTIGAÇÃO

Suspeito de matar a menina Débora Lohany é levado para delegacia de Fortaleza

O homem chegou à Divisão de Homicídios junto com o secretário de segurança do Ceará

Por Deborah Tavares em Segurança Pública

13 de Abril de 2017 às 15:35

Há 1 ano

A criança desapareceu na noite da segunda-feira (27) (FOTO: Arquivo pessoal)

Um homem suspeito de matar Débora Lohany, de 4 anos, foi capturado pelo Departamento de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública, nesta quinta-feira (13). Ele estaria em Parnaíba, no Piauí, e chegou à Divisão de Homicídios junto ao secretário de segurança, André Costa.

Débora Lohany desapareceu na noite do dia 27 de março,  na Avenida Raul Barbosa, no Bairro Aerolândia, em Fortaleza, enquanto brincava próxima a sua casa. A mãe sentiu falta da garota, por volta das 19h, quando chamou Débora para ir jantar, mas ela não estava no lugar como de costume.

No dia 7 de abril, o corpo de uma criança foi encontrado em meio ao lixo, entre a Via Expressa e a Avenida Pontes Vieira, no Bairro Dionísio Torres. Um exame de DNA confirmou as suspeitas de que o corpo encontrado era da menina. Traumatismo craniano é a mais provável causa da morte.