Secretário explica 'sumiço' durante caos em Fortaleza: "Primeiro trabalho, depois postagens"
OPERAÇÃO POLICIAL

Secretário explica ‘sumiço’ durante caos em Fortaleza: “Primeiro trabalho, depois postagens”

Depois de receber críticas sobre estar sumido, André Costa fez um “textão” dizendo que estava trabalhando nas ruas

Por Hayanne Narlla em Segurança Pública

21 de abril de 2017 às 10:27

Há 4 meses
andre-costa-facebook

Secretário fez postagem com essa imagem em um terminal de Fortaleza (FOTO: Reprodução Facebook)

Conhecido por postar frequentemente nas redes sociais, o secretário de Segurança do Ceará, André Costa, explicou o “sumiço” nos últimos dois dias, durante a onda de ataques a ônibus. Na noite de quinta-feira (20), ele se pronunciou por meio de seu perfil no Facebook.

Sobre estar sumido, ele apontou que estava trabalhando. “Muitos perguntaram durante o dia de ontem: “Onde está o secretário que não fala?” Bem, o secretário estava trabalhando, indo às ruas, aos terminais, conversando com policiais, guardas municipais, motoristas e cobradores, além de usuários do transporte público”.

O secretário ainda esclareceu que não posta todos os dias, mas apenas quando é possível. Ainda comentou que não realiza as postagens com o intuito de ganhar algo: “Primeiro trabalho, depois postagem”.

Por fim, ainda comentou como anda o trabalho da polícia, além de pedir apoio da população para denunciar qualquer suspeita.

“Ontem percebi nos olhos de nossos policiais um brilho de quem está querendo realmente transformar essa realidade, de quem está pronto e a postos para combater o crime, de profissionais que estão se voluntariando a trabalhar na sua folga sem ganhar horas extras. Nossos policiais estão mais fortalecidos com o que aconteceu. Como diz um provérbio inglês: mar calmo não faz bom marinheiro”.

Sobre os atuais ataques, ele garantiu que ninguém sairia impune e que a polícia está cumprindo o plano de ação com inteligência, investigação criminal e saturação nas ruas. “Voltarei ao trabalho e, assim que possível, trarei mais notícias sobre nossas ações”, finalizou.

Acompanhe a cobertura dos ataques:

21/4 – Mesmo com reforço policial, dupla assalta ônibus e 3 pessoas acabam atingidas por tiros

21/4 – Em meio a onda de terror, Fortaleza receberá grande quantidade de turistas no feriado

21/4 – Facções estão em guerra pelo controle do tráfico de drogas, revela Conselho Penitenciário

20/4 – 16 pessoas são presas e 23 ônibus incendiados em ataques no Ceará, confirma SSPDS

20/4 – Capitão Wagner chama Camilo Santana de “frouxo”; Governador rebate com “moleque”

20/4 – Ônibus passam a circular em comboios e com escolta da polícia em Fortaleza

20/4 – Bandidos ameaçam taxistas para suspender de vez o transporte em Fortaleza

20/4 – Hilux é metralhada na Praia do Futuro; Vítima seria líder de facção criminosa

20/4 – Sindiônibus calcula prejuízo de mais de R$ 1,5 milhão só no 1º dia de ataques

20/4 – É BOATO! Nota que seria assinada por Moroni é falsa, alerta a Prefeitura

20/4 – Uber justifica que subida de preços no caos em Fortaleza atendeu “aumento da demanda”

20/4 – Cobrador deficiente não consegue sair de ônibus em chamas e tem corpo queimado

20/4 – Oscilações de energia não têm relação com ataques em Fortaleza, tranquiliza Enel

20/4 – Polícia investiga se depósitos clandestinos venderam combustíveis usados em ataques

20/4 – Policiais de funções burocráticas vão às ruas para tentar conter caos na segurança

20/4 – Motorista atingido por chamas em ataque ficou preso ao cinto de segurança

20/4 – Fortaleza tem novos ataques a ônibus nesta quinta; Já são 19 em menos de 24h

Publicidade

Dê sua opinião

OPERAÇÃO POLICIAL

Secretário explica ‘sumiço’ durante caos em Fortaleza: “Primeiro trabalho, depois postagens”

Depois de receber críticas sobre estar sumido, André Costa fez um “textão” dizendo que estava trabalhando nas ruas

Por Hayanne Narlla em Segurança Pública

21 de abril de 2017 às 10:27

Há 4 meses
andre-costa-facebook

Secretário fez postagem com essa imagem em um terminal de Fortaleza (FOTO: Reprodução Facebook)

Conhecido por postar frequentemente nas redes sociais, o secretário de Segurança do Ceará, André Costa, explicou o “sumiço” nos últimos dois dias, durante a onda de ataques a ônibus. Na noite de quinta-feira (20), ele se pronunciou por meio de seu perfil no Facebook.

Sobre estar sumido, ele apontou que estava trabalhando. “Muitos perguntaram durante o dia de ontem: “Onde está o secretário que não fala?” Bem, o secretário estava trabalhando, indo às ruas, aos terminais, conversando com policiais, guardas municipais, motoristas e cobradores, além de usuários do transporte público”.

O secretário ainda esclareceu que não posta todos os dias, mas apenas quando é possível. Ainda comentou que não realiza as postagens com o intuito de ganhar algo: “Primeiro trabalho, depois postagem”.

Por fim, ainda comentou como anda o trabalho da polícia, além de pedir apoio da população para denunciar qualquer suspeita.

“Ontem percebi nos olhos de nossos policiais um brilho de quem está querendo realmente transformar essa realidade, de quem está pronto e a postos para combater o crime, de profissionais que estão se voluntariando a trabalhar na sua folga sem ganhar horas extras. Nossos policiais estão mais fortalecidos com o que aconteceu. Como diz um provérbio inglês: mar calmo não faz bom marinheiro”.

Sobre os atuais ataques, ele garantiu que ninguém sairia impune e que a polícia está cumprindo o plano de ação com inteligência, investigação criminal e saturação nas ruas. “Voltarei ao trabalho e, assim que possível, trarei mais notícias sobre nossas ações”, finalizou.

Acompanhe a cobertura dos ataques:

21/4 – Mesmo com reforço policial, dupla assalta ônibus e 3 pessoas acabam atingidas por tiros

21/4 – Em meio a onda de terror, Fortaleza receberá grande quantidade de turistas no feriado

21/4 – Facções estão em guerra pelo controle do tráfico de drogas, revela Conselho Penitenciário

20/4 – 16 pessoas são presas e 23 ônibus incendiados em ataques no Ceará, confirma SSPDS

20/4 – Capitão Wagner chama Camilo Santana de “frouxo”; Governador rebate com “moleque”

20/4 – Ônibus passam a circular em comboios e com escolta da polícia em Fortaleza

20/4 – Bandidos ameaçam taxistas para suspender de vez o transporte em Fortaleza

20/4 – Hilux é metralhada na Praia do Futuro; Vítima seria líder de facção criminosa

20/4 – Sindiônibus calcula prejuízo de mais de R$ 1,5 milhão só no 1º dia de ataques

20/4 – É BOATO! Nota que seria assinada por Moroni é falsa, alerta a Prefeitura

20/4 – Uber justifica que subida de preços no caos em Fortaleza atendeu “aumento da demanda”

20/4 – Cobrador deficiente não consegue sair de ônibus em chamas e tem corpo queimado

20/4 – Oscilações de energia não têm relação com ataques em Fortaleza, tranquiliza Enel

20/4 – Polícia investiga se depósitos clandestinos venderam combustíveis usados em ataques

20/4 – Policiais de funções burocráticas vão às ruas para tentar conter caos na segurança

20/4 – Motorista atingido por chamas em ataque ficou preso ao cinto de segurança

20/4 – Fortaleza tem novos ataques a ônibus nesta quinta; Já são 19 em menos de 24h