Secretário de Segurança é ameaçado por suposto integrante de facção criminosa no Facebook
REDES SOCIAIS

Secretário de Segurança é ameaçado por suposto integrante de facção criminosa no Facebook

Suposto integrante comentou na postagem do secretário e ainda publicou ameaças em sua página pessoal

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

20 de março de 2017 às 15:48

Há 1 mês

Publicação do suposto integrante do CV no Facebook de André Costa (FOTO: Reprodução)

O titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa (SSPDS), André Costa, publicou em seu Facebook que os policiais estão unidos e não vão recuar diante as ameaças que vêm recebendo de bandidos. A postagem foi feita neste domingo (19) e um suposto integrante da facção criminosa nomeada de Comando Vermelho (CV) fez um comentário, em resposta à publicação, ameaçando o secretário.

De acordo com André, os bandidos ainda “não entenderam” que a polícia age conforme a situação e que, diante de ameaças, não vai recuar. “Não adianta espernear, criar vídeos ameaçadores e postagens no Facebook, pois atrás de uma câmera todo homem é macho. Todos os policiais, eu disse TODOS, civis, militares, bombeiros militares, peritos e auxiliares de Perícia, estamos unidos e já tomamos a ofensiva”, informa André na postagem.

Além dos comentários, o suposto integrante do CV ainda publicou um texto no perfil de André o advertindo. O suposto integrante é aparentemente da comunidade do Gueto, localizada na Barra do Ceará.

A comunidade foi ocupada por policiais na primeira fase da Operação Marco Zero, que têm o objetivo de mudar locais considerados áreas de risco da capital cearense, geralmente dominadas pelo tráfico. A primeira fase da operação ocupou os chamados redutos de facções criminosas que atuam no Ceará. Além da comunidade do Gueto, o Morro do Santiago.

André Costa postou uma foto em seu Facebook, no dia 10 de março, mostrando policiais na área, enaltecendo a operação. “Me diga onde a polícia não entra que nós vamos até lá”, dizia a legenda da foto.

Os policiais desfizeram as barricadas preparadas pelos traficantes. Na postagem, o suposto integrante quis dizer que, se os policiais voltarem ao local, eles vão atacá-los para matá-los. Ele ainda afirma que refizeram as barricadas.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa (SSPDS) informa que, como a publicação e o comentário foram feitos na página pessoal do secretário, não tem responsabilidade e não respondem sobre o que é publicado.

Publicidade

Dê sua opinião

REDES SOCIAIS

Secretário de Segurança é ameaçado por suposto integrante de facção criminosa no Facebook

Suposto integrante comentou na postagem do secretário e ainda publicou ameaças em sua página pessoal

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

20 de março de 2017 às 15:48

Há 1 mês

Publicação do suposto integrante do CV no Facebook de André Costa (FOTO: Reprodução)

O titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa (SSPDS), André Costa, publicou em seu Facebook que os policiais estão unidos e não vão recuar diante as ameaças que vêm recebendo de bandidos. A postagem foi feita neste domingo (19) e um suposto integrante da facção criminosa nomeada de Comando Vermelho (CV) fez um comentário, em resposta à publicação, ameaçando o secretário.

De acordo com André, os bandidos ainda “não entenderam” que a polícia age conforme a situação e que, diante de ameaças, não vai recuar. “Não adianta espernear, criar vídeos ameaçadores e postagens no Facebook, pois atrás de uma câmera todo homem é macho. Todos os policiais, eu disse TODOS, civis, militares, bombeiros militares, peritos e auxiliares de Perícia, estamos unidos e já tomamos a ofensiva”, informa André na postagem.

Além dos comentários, o suposto integrante do CV ainda publicou um texto no perfil de André o advertindo. O suposto integrante é aparentemente da comunidade do Gueto, localizada na Barra do Ceará.

A comunidade foi ocupada por policiais na primeira fase da Operação Marco Zero, que têm o objetivo de mudar locais considerados áreas de risco da capital cearense, geralmente dominadas pelo tráfico. A primeira fase da operação ocupou os chamados redutos de facções criminosas que atuam no Ceará. Além da comunidade do Gueto, o Morro do Santiago.

André Costa postou uma foto em seu Facebook, no dia 10 de março, mostrando policiais na área, enaltecendo a operação. “Me diga onde a polícia não entra que nós vamos até lá”, dizia a legenda da foto.

Os policiais desfizeram as barricadas preparadas pelos traficantes. Na postagem, o suposto integrante quis dizer que, se os policiais voltarem ao local, eles vão atacá-los para matá-los. Ele ainda afirma que refizeram as barricadas.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa (SSPDS) informa que, como a publicação e o comentário foram feitos na página pessoal do secretário, não tem responsabilidade e não respondem sobre o que é publicado.