Região Metropolitana de Fortaleza registra fim de semana mais violento de 2017
ONDA DE CRIMES

Região Metropolitana de Fortaleza registra fim de semana mais violento de 2017

Da manhã da sexta-feira (17) até as 13h de domingo (19), foram 34 mortes na RMF. Dado de crimes no fim de semana ainda não foi consolidado

Por Lyvia Rocha em Segurança Pública

20 de março de 2017 às 11:22

Há 6 meses
29 mortes foram registradas em 2 dias em Fortaleza e RMF (FOTO: Divulgação)

34 mortes foram registradas em pouco mais de 48h em Fortaleza e RMF (FOTO: Divulgação)

Um grande número de homicídios foi registrado nos últimos três dias em Fortaleza e Região Metropolitana. Da manhã da sexta-feira (17) até as 13h de domingo (19), foram 34 mortes, de acordo com o relatório divulgado pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), no site da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Dentre esses casos, está o policial militar Luiz Carlos Ribeiro de Araújo, de 49 anos, que foi morto  na manhã do sábado (18), após ter a casa em Caucaia invadida por criminosos. Ele foi o quarto agente de segurança morto no ano de 2017.

O relatório do domingo (20) ainda não foi divulgado pela SSPDS, contudo de acordo com a apuração do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, cinco homicídios foram registrados no feriado de São José na Capital e na RMF. Segundo apuração do programa, foi o fim de semana mais violento do ano, superando inclusive o Carnaval.

De acordo com a SSPDS, foram 12 mortes na sexta-feira, sendo que desses, todos foram assassinatos a bala. Já no sábado foram 17 homicídios, 16 a bala e um a faca. Além disso, em alguns casos foram duplo e triplo homicídios.

Esses casos envolvem apenas números da Capital e da Região Metropolitana, e sem registros oficial do último domingo (19), desta forma esses dados podem ter um acréscimo.

Esse número faz parte de uma triste média que acontece no Ceará nos primeiros dias deste ano. Em janeiro deste ano, um levantamento realizado pelo Tribuna do Ceará, com base nas estatísticas de crimes violentos letais e intencionais (CVLI) do Ceará da SSPDS, mostrou que a média de homicídios dos 10 primeiros dias de 2017 foi a terceira maior dos últimos dez anos do Ceará, perdendo apenas para os anos de 2013 e 2014.

Outro dado importante foi que, por dia, quase 10 homicídios foram registrados no Estado. Em Fortaleza, 1.007 pessoas foram assassinadas durante o ano.

Secretário diz que Polícia não irá recuar

Após esse número de homicídios nos últimos dias, o secretário de Segurança Pública, André Costa, afirmou nas redes sociais que os policiais estão unidos em ofensiva e que não teme ameaças.

“Parece que os bandidos no Estado do Ceará ainda não entenderam. A polícia age conforme a situação e diante desta, NÃO RECUAREMOS! Não adianta espernear, criar vídeos ameaçadores e postagens no Facebook, pois atrás de uma câmera todo homem é macho. Todos os policiais, eu disse TODOS, civis, militares, bombeiros militares, peritos e auxiliares de Pericia, estamos unidos e já tomamos a ofensiva. Vamos seguir adiante. Os policiais e os cidadãos de bem sabem que eu voltei ao Ceará por eles, para servi-los e dar as melhores condições de trabalho. Quanto às reações dos criminosos, já esperávamos e contávamos com elas. Algo que viria naturalmente. Mas estamos unidos e prontos para reagir sempre à altura, oferecendo a eles os caminhos que queiram percorrer. Só um aviso: sejam sábios, escolham o menos pior!”

Confira o número de mortes em cada ano no Ceará:

2007 – 1.936
2008 – 2.031
2009 – 2.168
2010 – 2.692
2011 – 2.788
2012 – 3.565
2013 – 4.462
2014 – 4.439
2015 – 4.019
2016 – 3.407

(*) Fonte: Apuração Tribuna do Ceará.

Publicidade

Dê sua opinião

ONDA DE CRIMES

Região Metropolitana de Fortaleza registra fim de semana mais violento de 2017

Da manhã da sexta-feira (17) até as 13h de domingo (19), foram 34 mortes na RMF. Dado de crimes no fim de semana ainda não foi consolidado

Por Lyvia Rocha em Segurança Pública

20 de março de 2017 às 11:22

Há 6 meses
29 mortes foram registradas em 2 dias em Fortaleza e RMF (FOTO: Divulgação)

34 mortes foram registradas em pouco mais de 48h em Fortaleza e RMF (FOTO: Divulgação)

Um grande número de homicídios foi registrado nos últimos três dias em Fortaleza e Região Metropolitana. Da manhã da sexta-feira (17) até as 13h de domingo (19), foram 34 mortes, de acordo com o relatório divulgado pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), no site da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Dentre esses casos, está o policial militar Luiz Carlos Ribeiro de Araújo, de 49 anos, que foi morto  na manhã do sábado (18), após ter a casa em Caucaia invadida por criminosos. Ele foi o quarto agente de segurança morto no ano de 2017.

O relatório do domingo (20) ainda não foi divulgado pela SSPDS, contudo de acordo com a apuração do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, cinco homicídios foram registrados no feriado de São José na Capital e na RMF. Segundo apuração do programa, foi o fim de semana mais violento do ano, superando inclusive o Carnaval.

De acordo com a SSPDS, foram 12 mortes na sexta-feira, sendo que desses, todos foram assassinatos a bala. Já no sábado foram 17 homicídios, 16 a bala e um a faca. Além disso, em alguns casos foram duplo e triplo homicídios.

Esses casos envolvem apenas números da Capital e da Região Metropolitana, e sem registros oficial do último domingo (19), desta forma esses dados podem ter um acréscimo.

Esse número faz parte de uma triste média que acontece no Ceará nos primeiros dias deste ano. Em janeiro deste ano, um levantamento realizado pelo Tribuna do Ceará, com base nas estatísticas de crimes violentos letais e intencionais (CVLI) do Ceará da SSPDS, mostrou que a média de homicídios dos 10 primeiros dias de 2017 foi a terceira maior dos últimos dez anos do Ceará, perdendo apenas para os anos de 2013 e 2014.

Outro dado importante foi que, por dia, quase 10 homicídios foram registrados no Estado. Em Fortaleza, 1.007 pessoas foram assassinadas durante o ano.

Secretário diz que Polícia não irá recuar

Após esse número de homicídios nos últimos dias, o secretário de Segurança Pública, André Costa, afirmou nas redes sociais que os policiais estão unidos em ofensiva e que não teme ameaças.

“Parece que os bandidos no Estado do Ceará ainda não entenderam. A polícia age conforme a situação e diante desta, NÃO RECUAREMOS! Não adianta espernear, criar vídeos ameaçadores e postagens no Facebook, pois atrás de uma câmera todo homem é macho. Todos os policiais, eu disse TODOS, civis, militares, bombeiros militares, peritos e auxiliares de Pericia, estamos unidos e já tomamos a ofensiva. Vamos seguir adiante. Os policiais e os cidadãos de bem sabem que eu voltei ao Ceará por eles, para servi-los e dar as melhores condições de trabalho. Quanto às reações dos criminosos, já esperávamos e contávamos com elas. Algo que viria naturalmente. Mas estamos unidos e prontos para reagir sempre à altura, oferecendo a eles os caminhos que queiram percorrer. Só um aviso: sejam sábios, escolham o menos pior!”

Confira o número de mortes em cada ano no Ceará:

2007 – 1.936
2008 – 2.031
2009 – 2.168
2010 – 2.692
2011 – 2.788
2012 – 3.565
2013 – 4.462
2014 – 4.439
2015 – 4.019
2016 – 3.407

(*) Fonte: Apuração Tribuna do Ceará.