Polícia investiga se depósitos clandestinos venderam combustíveis usados em ataques a ônibus
NO MUCURIPE

Polícia investiga se depósitos clandestinos venderam combustíveis usados em ataques a ônibus

A Polícia Militar foi até dois depósitos localizados no Mucuripe, onde foram encontrados os combustíveis irregulares

Por Hayanne Narlla em Segurança Pública

20 de abril de 2017 às 12:14

Há 1 semana
andre-costa

Secretário André Costa prometeu ação incisiva contra o crime organizado (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Depósitos clandestinos teriam comercializado combustíveis para criminosos envolvidos nos ataques a ônibus. Essa é a denúncia que a polícia investiga, segundo o secretário de Segurança, André Costa. Grupos já incendiaram 20 ônibus desde a tarde de quarta-feira (19).

André Costa ressaltou que, por meio de uma denúncia, a Polícia Militar foi até dois depósitos localizados no Mucuripe, onde foram encontrados os combustíveis. “A gente vai apurar se há ligações desses locais com combustível armazenado com o combustível usado no ataques”, explica o secretário.

Ele ainda pontua que é comum existir esse tipo de comércio clandestino, mas há uma lei penal específica para punir quem realiza. “Foi previsto em lei porque é algo que se repete no país”. 

Sobre o caso, André ainda salienta que a secretaria de Segurança seguirá na mesma linha de atuação, intensificando as ações contra criminosos.

Governador

O governador do Ceará, Camilo Santana, se pronunciou por meio do Facebook. Ele pontuou que se reuniu com o secretário de Segurança para determinar medidas para o caso.

“O policiamento foi reforçado e os setores de inteligência mobilizados para identificar e prender cada um dos criminosos envolvidos. Seis já foram capturados. Todos os envolvidos serão punidos dentro da lei. Não aceitaremos nenhum tipo de intimidação. Temos uma força policial capaz e comprometida, que conta com o meu apoio e confiança para garantir a ordem e a lei”.

Grupos já incendiaram 20 ônibus desde a tarde de quarta-feira (19) (FOTO: Reprodução Whatsapp)

Grupos já incendiaram 20 ônibus desde a tarde de quarta-feira (19) (FOTO: Reprodução Whatsapp)

Ataques

Os ataques começaram no início da tarde de quarta-feira, quando vários ônibus foram incendiados em Fortaleza e região metropolitana. As empresas de ônibus resolveram recolher os veículos e paralisar o serviço devido à insegurança.

Um motorista foi atingido pelas chamas. O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Ceará (Sintro) informou que o motorista foi atingido no braço, nas costas e no cabelo. Ele foi encaminhado ao Instituto Dr. José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza, e não corre risco de morte.

Além disso, houve ataques durante a madrugada contra três delegacias e dois bancos da Região Metropolitana de Fortaleza.

Acompanhe a cobertura dos ataques:

20/04 – Policiais de funções burocráticas vão às ruas para tentar conter caos na segurança

20/04 – Motorista atingido por chamas em ataque ficou preso ao cinto de segurança

20/04 – Fortaleza tem novos ataques a ônibus nesta quinta; Já são 19 em menos de 24h

Publicidade

Dê sua opinião

NO MUCURIPE

Polícia investiga se depósitos clandestinos venderam combustíveis usados em ataques a ônibus

A Polícia Militar foi até dois depósitos localizados no Mucuripe, onde foram encontrados os combustíveis irregulares

Por Hayanne Narlla em Segurança Pública

20 de abril de 2017 às 12:14

Há 1 semana
andre-costa

Secretário André Costa prometeu ação incisiva contra o crime organizado (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Depósitos clandestinos teriam comercializado combustíveis para criminosos envolvidos nos ataques a ônibus. Essa é a denúncia que a polícia investiga, segundo o secretário de Segurança, André Costa. Grupos já incendiaram 20 ônibus desde a tarde de quarta-feira (19).

André Costa ressaltou que, por meio de uma denúncia, a Polícia Militar foi até dois depósitos localizados no Mucuripe, onde foram encontrados os combustíveis. “A gente vai apurar se há ligações desses locais com combustível armazenado com o combustível usado no ataques”, explica o secretário.

Ele ainda pontua que é comum existir esse tipo de comércio clandestino, mas há uma lei penal específica para punir quem realiza. “Foi previsto em lei porque é algo que se repete no país”. 

Sobre o caso, André ainda salienta que a secretaria de Segurança seguirá na mesma linha de atuação, intensificando as ações contra criminosos.

Governador

O governador do Ceará, Camilo Santana, se pronunciou por meio do Facebook. Ele pontuou que se reuniu com o secretário de Segurança para determinar medidas para o caso.

“O policiamento foi reforçado e os setores de inteligência mobilizados para identificar e prender cada um dos criminosos envolvidos. Seis já foram capturados. Todos os envolvidos serão punidos dentro da lei. Não aceitaremos nenhum tipo de intimidação. Temos uma força policial capaz e comprometida, que conta com o meu apoio e confiança para garantir a ordem e a lei”.

Grupos já incendiaram 20 ônibus desde a tarde de quarta-feira (19) (FOTO: Reprodução Whatsapp)

Grupos já incendiaram 20 ônibus desde a tarde de quarta-feira (19) (FOTO: Reprodução Whatsapp)

Ataques

Os ataques começaram no início da tarde de quarta-feira, quando vários ônibus foram incendiados em Fortaleza e região metropolitana. As empresas de ônibus resolveram recolher os veículos e paralisar o serviço devido à insegurança.

Um motorista foi atingido pelas chamas. O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Ceará (Sintro) informou que o motorista foi atingido no braço, nas costas e no cabelo. Ele foi encaminhado ao Instituto Dr. José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza, e não corre risco de morte.

Além disso, houve ataques durante a madrugada contra três delegacias e dois bancos da Região Metropolitana de Fortaleza.

Acompanhe a cobertura dos ataques:

20/04 – Policiais de funções burocráticas vão às ruas para tentar conter caos na segurança

20/04 – Motorista atingido por chamas em ataque ficou preso ao cinto de segurança

20/04 – Fortaleza tem novos ataques a ônibus nesta quinta; Já são 19 em menos de 24h